back to top

Padilha cobrou propina quando era ministro de FHC, diz Odebrecht

De acordo com delatores, o atual ministro da Casa Civil recebeu o dinheiro quando a empreiteira aceitou bancar a propina para obra, nove anos depois.

publicado

O ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) é acusado de receber R$ 1,5 milhão da Odebrecht como pagamento pela atuação dele como ministro do governo de Fernando Henrique Cardoso, em 2001.

Segundo a Odebrecht, a empresa decidiu pagar propina a diversos políticos pela obra do Trensurb, em 2010, no Rio Grande do Sul. Foi aí que se deparou com um pedido inusitado de Padilha. Ele, nove anos antes, tinha sido ministro dos Transportes de FHC e, por isso, deveria receber uma fatia.

A Odebrecht diz que ele cobrou porque, lá atrás, ajudou na licitação. E a empreiteira topou.

Na planilha de pagamentos, Padilha ganhou o apelido “Bicuíra”. Essa foi a lista entregue aos procuradores:

Filipe Coutinho é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Filipe Coutinho at filipe.coutinho@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.