• newsbr badge

A Ariana Grande foi processada por publicar fotos dela mesma, feitas por paparazzi, no Instagram

Os paparazzi viram seus lucros diminuírem por causa das redes sociais, que permitiram às celebridades assumir o controle de sua imagem e compartilhar suas próprias fotos com os fãs.

Eduardo Munoz / Reuters

Um fotógrafo paparazzi entrou com uma ação contra Ariana Grande nesta segunda-feira alegando que a cantora violou a lei de direitos autorais ao publicar em sua conta do Instagram fotos dela mesma, mas que haviam sido tiradas por ele .

Robert Barbera, fotógrafo de Nova York, fotografou Ariana no ano passado saindo de um prédio e segurando uma sacola onde se lia a palavra "Sweetener".

Duas das fotos foram compartilhadas na conta oficial de Ariana Grande no Instagram em 17 de agosto, dia do lançamento do seu álbum Sweetener. "Feliz dia do sweetener [adoçante]", escreveu ela na legenda.

A publicação no Instagram, que permanece na página de Ariana, teve mais de 3.390.000 curtidas. Uma captura de tela da foto também foi apresentada como prova no tribunal:

US District Court Southern District of New York

"[Ariana Grande] infringiu os direitos autorais [de Barbera] nas fotografias, reproduzindo e exibindo publicamente as fotografias na página do Instagram", escreveu ele no processo. "[Ariana] não tem e nunca teve licença ou autorização para reproduzir, exibir publicamente, distribuir e/ou usar as fotografias."

Barbera está reivindicando os lucros obtidos por Ariana Grande com as fotos ou US$ 25 mil por cada foto.

Representantes de Ariana Grande não responderam até agora ao pedido de comentário do BuzzFeed News.

Ariana não é a primeira celebridade a pôr a mão no vespeiro jurídico de publicar fotos de paparazzi.

Em dezembro, o BuzzFeed News relatou que as agências fotográficas estão de olho nos artistas que usam suas fotos — sem crédito — nas redes sociais.

Em janeiro, a supermodelo Gigi Hadid foi processada por uma agência fotográfica por publicar em sua conta do Instagram, com 44 milhões de seguidores, uma foto dela tirada pela agência.

Kim Kardashian West, Jennifer Lopez, 50 Cent e Jessica Simpson também foram alvo de processos semelhantes.

Os fotógrafos paparazzi viram seus lucros diminuírem por causa das redes sociais, que permitiram que as celebridades assumissem o controle de sua imagem e compartilhassem suas próprias fotos com os fãs.

Este post foi traduzido do inglês.

David Mack is a deputy director of breaking news for BuzzFeed News and is based in New York.

Contact David Mack at david.mack@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.