back to top

Line-up da Parada LGBT terá Anitta, Daniela Mercury e Naiara Azevedo

Evento completa 21 anos com a expectativa de reunir até 3 milhões de pessoas no domingo. O tema é intolerância religiosa.

publicado

Programada para este domingo em São Paulo, a 21ª Parada do Orgulho LGBT vai ter de funk a sertanejo, além da rainha da axé music, Daniela Mercury, que já estava confirmada. A prefeitura estima que haverá um público de 2 a 3 milhões de pessoas. O tema deste ano é a intolerância religiosa.

Daniela no show de aniversário de São Paulo em 2016.
Leon Rodrigues/Secom SP

Daniela no show de aniversário de São Paulo em 2016.

Anitta fará uma participação especial no trio elétrico da Uber, uma das patrocinadoras do evento, além da Skol.

Anitta em show em Salvador em dezembro de 2016.
Valter Pontes/Prefeitura de Salvador

Anitta em show em Salvador em dezembro de 2016.

A cantora vai dividir os holofotes com a sertaneja Naiara Azevedo, do sucesso de "50 reais". Lorena Simpson, ícone da música eletrônica, também confirmou presença.

Reprodução/Facebook Naiara Azevedo

Serão 19 trios em todo o percurso, que tem concentração no Vão Livre do Masp, a partir das 10h, e dispersão na Praça Roosevelt. O trajeto vai da avenida Paulista até a rua da Consolação.

Na Parada do ano passado, cada turista que participou do evento consumiu R$ 1.503, de acordo com a SPTuris, órgão municipal para o turismo, incluindo despesas com hospedagem.

A Parada em 2016: dois milhões de participantes, segundo a prefeitura.
Paulo Pinto / Fotos Públicas

A Parada em 2016: dois milhões de participantes, segundo a prefeitura.

Ao anunciar detalhes do evento, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB, informou que não participará porque já havia uma viagem de família programada há dois anos.

Ele vai para Porto Rico comemorar o aniversário de 15 anos da filha Carolina. Segundo ele, a jovem ficaria muito brava se ele cancelasse a viagem: "Eu amanheceria boiando no rio Tietê, mortinho", brincou.

Doria pediu para fazer fotos com Tchaka, a apresentadora oficial da Parada.

Paulo Pinto/Fotos Públicas

A prefeitura anunciou um investimento de R$ 1,2 milhão no evento. A Uber afirmou que investirá R$ 1 milhão. Já a Skol não declarou valores de patrocínio.

A presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOGLBT), Claudia Regina Garcia, destacou dados de violência contra a comunidade em todo o mundo e defendeu a laicidade do Estado.

Em junho, o BuzzFeed Brasil celebra o respeito à diversidade. Acesse os demais conteúdos da Semana LGBT aqui.






Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.