back to top

We’ve updated our privacy notice and cookie policy. Learn more about cookies, including how to disable them, and find out how we collect your personal data and what we use it for.

Em seis meses de governo, Doria perde seu terceiro secretário

Eliseu Gabriel, do Trabalho, vai voltar a ser vereador na Câmara de SP.

publicado

A pouco mais de seis meses de governo, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), perdeu seu quarto secretário. Eliseu Gabriel (PSB) anunciou no sábado (8) que vai deixar a Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo para retomar seu mandato de vereador na Câmara.

Oficialmente, ele disse que quer se dedicar ao partido, do qual é presidente na capital. O anúncio pegou o governo Doria de surpresa e, até o início da tarde desta segunda, o prefeito não tinha escolhido um nome para substituir Eliseu Gabriel.

O prefeito já sofreu outras três baixas em seu secretariado: duas secretárias e um secretário-adjunto.

Primeiro, demitiu a vereadora Soninha Francine (PPS) da pasta de Assistência Social e Desenvolvimento Social, em 17 de abril. O prefeito divulgou um vídeo anunciando a demissão com a própria Soninha ao lado. Nas imagens, ela aparece bastante constrangida.

Publicidade

Depois, quem pediu demissão foi a também vereadora Patrícia Bezerra (PSDB), que ocupava a Secretaria de Direitos Humanos. Ela deixou o cargo no dia 24 de maio, logo após a intervenção da prefeitura na cracolândia, da qual discordou publicamente.

Uma semana depois, o secretário-adjunto de Patrícia Bezerra, o advogado Thiago Amparo, pediu demissão. Saiu, como ela, atirando. Publicou sua carta de demissão no Facebook e disse que era "infundada" sua convicção de que São Paulo pudesse ocupar "posição de vanguarda".






Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.