back to top

Depois de 4 meses suspenso, julgamento do desastre de Mariana será retomado

Rompimento da barragem da Samarco, em 2015, causou um mar de lama que devastou cidades, matou 19 pessoas e arrasou com o rio Doce.

publicado

Dois anos depois do maior desastres ambiental do Brasil, que causou 19 mortes e devastou municípios e rios com um mar de lama, a Justiça de Minas Gerais decidiu retomar o julgamento dos executivos da mineradora Samarco pelo rompimento da barragem do Fundão, em Mariana.


A ação penal que trata de crime de homicídio tem uma lista de 21 réus, sendo a maioria de altos executivos das empresas envolvidas nas obras da barragem.

A ação havia sido suspensa pela Justiça de primeira instância porque dois dos réus alegaram supostas irregularidades na captação de provas de monitoramento telefônico. Com isso, o processo ficou suspenso desde julho, ou seja, por quase quatro meses.


Veja também:

Justiça suspende processo contra Samarco e outros 25 réus na tragédia de Mariana


Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.