back to top

Este advogado se declarou negro e foi nomeado analista no TRE-SP

Ele prestou concurso como cotista racial e foi nomeado para analista jurídico. A família dele disse que não é uma foto que define se ele é negro, mas que houve uma avaliação do tribunal.

publicado

De pele clara e cabelos lisos, o advogado Iuri Chianca de Araújo prestou concurso e foi nomeado para um cargo no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, em uma vaga da cota reservada para negros.

Ele prestou concurso como cotista racial e ficou em 4º lugar, segundo o resultado divulgado no mês passado. Agora, foi nomeado para a vaga, de acordo com o Diário Oficial da União de 17 de agosto.

A nomeação gerou uma onda de protestos nas redes sociais, com pessoas mostrando fotos do advogado, como a que ilustra seu perfil no Cadastro Nacional de Advogados, da OAB.

Faz um ano que Iuri recebeu sua carteira de advogado pela seção da OAB na Paraíba. Ele aparece em uma das fotos da galeria do evento. A imagem foi usada por movimentos de direitos raciais para mostrar que o advogado não se enquadra no perfil de um cotista negro.

O BuzzFeed Brasil entrou em contato com Iuri pelo celular.

Ele atendeu o telefone, mas passou para uma familiar, que afirmou que ele não gostaria de dar entrevista, mas que, para garantir uma posição no concurso de cotistas, ele passou por uma avaliação e que não é a foto que define se ele é afrodescendente.

A familiar, no entanto, não quis confirmar se ele tomará posse do cargo público no dia 1º de setembro, quando movimentos criados nas redes sociais falam em recepcioná-lo no TRE em São Paulo.

O TRE de São Paulo não se manifestou sobre o caso.

Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.