• newsbr badge

Bannon, agora preso, se torna constrangimento para os Bolsonaros

Preso sob suspeita de embolsar dinheiro arrecadado para construir o muro EUA-México, Bannon já foi convidado de honra de Jair Bolsonaro em jantar em Washington. Eduardo, o mais próximo do ideólogo, ainda não comentou a prisão.

Secom / Presidência da República

Bannon e Bolsonaro na noite em que jantaram na embaixada do Brasil em Washington.

A prisão do estrategista da primeira campanha de Donald Trump para a Casa Branca, Steve Bannon, se tornou um constrangimento para o a família do presidente Jair Bolsonaro.

Acusado de desviar dinheiro de uma campanha on-line para a construção de um muro separando os Estados Unidos e o México, Bannon foi conselheiro informal de Jair Bolsonaro em sua corrida para o Palácio do Planalto e é figura próxima de Eduardo Bolsonaro, com quem se encontrou diversas vezes.

Divulgação

Steve Bannon e Eduardo Bolsonaro

Ainda em 2018, Eduardo deu entrevistas dizendo que Bannon ajudaria na campanha de Jair. O norte-americano ainda nomeou o filho do presidente como líder para a América do Sul no grupo denominado “The Movement”, que luta contra o que chamam de "marxismo cultural" e pregam um nacionalismo populista como contraponto ao "globalismo".

Divulgação

Bannon ao lado de Jair Bolsonaro durante jantar na embaixada brasileira em Washington

Além de Eduardo, Bannon esteve com o presidente Jair Bolsonaro em jantar na embaixada brasileira em Washington em 2019, quando teve direito a uma cadeira do lado do mandatário brasileiro. Na ocasião, o presidente foi ladeado por Bannon e pelo escritor Olavo de Carvalho.

Devido à ligação entre Bannon e o clã presidencial, o norte-americano chegou a elogiar a indicação de Eduardo para ser embaixador do Brasil em Washington, algo que acabou não se concretizando após pressões políticas no Congresso.


Divulgação

Bannon e Olavo de Carvalho

Após ajudar a eleição de Trump, em 2016, Bannon se desentendeu com o presidente americano e, em agosto de 2017, deixou o cargo de assessor especial na Casa Branca.

Procurado, o gabinete de Eduardo Bolsonaro ainda não retornou as ligações da reportagem.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.