• newsbr badge

Ator de "Star Trek" diz que Kevin Spacey o assediou quando tinha 14 anos de idade

Anthony Rapp disse em entrevista ao BuzzFeed News que Spacey, à época com 26 anos, o atraiu para seu apartamento e fez avanços sexuais. Após a publicação da reportagem, Spacey declarou publicamente que é gay.

Mike Coppola / Getty Images

O ator Anthony Rapp revelou em uma entrevista ao BuzzFeed News que em 1986, quando tinha 14 anos, foi assediado sexualmente pelo ator Kevin Spacey. Segundo Rapp, Spacey — que à época tinha 26 anos — o convidou para uma festa em seu apartamento e, no fim da noite, o levou para a cama e fez avanços sexuais.

Hoje aos 46 anos, Rapp jamais havia contado sobre a experiência para ninguém, e nunca mais falou com Kevin Spacey. Mas conforme Spacey começou a ficar mais famoso, nos anos 1990 e 2000 — incluindo dois Oscars e o sucesso com a série "House of Cards" —, Rapp ficou cada vez mais frustrado e com raiva. "Meu estômago fica embrulhado", diz Rapp. "Até hoje, eu não consigo me conciliar com muitos aspectos do que aconteceu. É muito confuso pra mim."

Representantes de Spacey, que hoje tem 58 anos, não responderam a pedidos de entrevista por telefone, email e a uma carta que detalhava as alegações de Rapp. Após esta reportagem ser publicada (em inglês), Spacey escreveu no Twitter que não se lembra do encontro com Rapp.

Albert L. Ortega / Getty Images

"Mas, se eu me comportei como ele descreveu, devo a ele as mais sinceras desculpas pelo que teria sido comportamento inapropriado e bêbado", escreveu Spacey.

"Essa história me encorajou a falar sobre outros aspectos da minha vida", continuou. Spacey também reconheceu pela primeira vez publicamente: "Agora, eu escolho viver como um homem gay".

Após acusações contra o executivo Harvey Weinstein terem vindo à tona, ocasionando um debate sobre assédio sem precedentes na indústria do entretenimento, Rapp diz ter se sentido confortável para contar sua história.

"E não apenas para desabafar", Rapp disse, "mas também para esclarecer décadas de comportamento que pôde continuar graças ao silêncio de muitas pessoas, incluindo eu mesmo."

Quando Rapp conheceu Spacey, em 1986, ambos estavam fazendo sucesso pela primeira vez em suas carreiras, estrelando peças da Broadway. Rapp conta que, mesmo sendo um ator mirim, passou a frequentar festas com outros atores em boates — foi numa dessas ocasiões que Spacey o convidou para o apartamento dele, segundo conta.

Ele foi, sozinho. Rapp diz não se lembrar o que contou para a mãe — que morreu de câncer, em 1997 — para poder ir à festa de Spacey, mas ele argumenta que a ideia de um ator adolescente ir a uma festa de atores adultos não parecia preocupante. "Era uma época diferente", ele diz. "Eu ia trabalhar sozinho. Eu pegava o metrô sozinho, e ia ao teatro sozinho."

Quando chegou ao apartamento de Spacey, Rapp rapidamente percebeu que era o único adolescente ali — o que, novamente, não o deixou preocupado, já que ele se via frequentemente naquela situação, como ator mirim. O problema era outro: "Eu não conhecia ninguém", ele disse. "E fiquei entediado bem rápido."

Ele recorda ter acabado no quarto, onde ficou sentado na beira da cama, vendo televisão até de madrugada.

Em algum momento, segundo lembra, Rapp diz ter reparado que Spacey estava na porta do quarto. E foi nessa hora que ele percebeu que os outros convidados tinham ido embora. Eles dois estavam sozinhos.

"Minha lembrança é que eu pensei: 'Ah, todo mundo foi embora. Bem, eu deveria ir pra casa'", ele afirma. Foi então que Spacey "meio que ficou no caminho, balançando. Minha impressão quando ele entrou no quarto é de que estava bêbado". Rapp não se recorda de Spacey dizer nada. Em vez disso, segundo o Rapp, "ele me levantou como um noivo levantaria uma noiva. Mas eu não reagi de início, porque pensava: 'O que está acontecendo?'. Foi quando ele subiu em cima de mim".

"Ele estava tentando me seduzir", disse Rapp. "Eu não sei se usaria esta palavra. Mas eu sabia que ele estava fazendo avanços sexuais."

Rapp se lembra de tudo isso acontecer muito rapidamente, com Spacey terminando em cima dele. O ator disse que Spacey "estava me pressionando", e que ele lembra de Spacey "apertando meus braços". Apesar de não lembrar exatamente quanto tempo isso demorou, Rapp diz que conseguiu escapar.

"Eu fiquei congelado", ele disse, sobre o episódio. "Quando tenho que escolher entre lutar, fugir ou congelar, tendo a congelar."

Depois de empurrar Spacey, Rapp se recorda de ter entrado no banheiro e trancado a porta. "Eu vi na cômoda ao lado da pia uma foto dele abraçando outro homem. Então eu até pensei: 'Ah, ele é gay, eu acho'. Então eu abri a porta e disse: 'Eu vou para casa agora'. Ele me seguiu até a porta do apartamento, e conforme eu a abria para ir embora, ele se inclinou no batente. E disse algo do tipo: 'Você tem certeza de que quer ir embora?' E eu respondi: 'Sim, boa noite', e fui embora."

No caminho de volta, "minha cabeça estava girando", lembra Rapp. "Eu lembro de ter pensado: 'O que foi isso? O que devo fazer com isso? O que isso significa?'" ●

Este post foi traduzido do inglês.

Contact Adam B. Vary at adam.vary@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.