back to top

Algumas estatísticas impressionantes sobre a violência no Rio

Entre as vítimas está o menino Arthur, atingido por uma bala perdida ainda dentro da barriga da mãe. Ele corre risco de ficar paraplégico.

publicado

1. Só em junho, 160 pessoas morreram vítimas de tiroteios no Rio.

É o caso, por exemplo, de Ana Cristina e Marlene Maria da Conceição, filha e mãe mortas por balas perdidas durante um tiroteio na Mangueira, na sexta-feira (30). Elas foram enterradas juntas.

A estatística consta nos relatórios da plataforma Fogo Cruzado, que organiza informações de diversas fontes para registrar todos os tiroteios que acontecem no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

2. Também em junho, 145 pessoas ficaram feridas por causa dos tiroteios.

Publicidade

Uma dessas pessoas é o menino Arthur, que foi atingido por uma bala perdida ainda dentro da barriga da mãe, no último dia do mês. Agora, ele corre risco de ficar paraplégico.

3. Em maio, 381 foram assaltadas por dia, em média, só na capital.

É como este caso, que aconteceu em Copacabana e foi gravado por câmeras de segurança. Após assaltaram uma mulher, dois homens ainda a arrastam no chão.

4. Dentre os policiais militares, 45 ficaram feridos em serviço e um morreu, segundo a estatística do mês de maio.

O soldado Borges, como foi identificado pela corporação, foi morto a tiros de fuzil, por homens vestidos com capuz, em Marechal Hermes.

5. Mais de 120 armas foram apreendidas por dia, só em maio.

Só nesta operação, foram apreendidos 32 fuzis.

6. Houve 839 assaltos a ônibus na cidade do Rio.

Vários ônibus foram incendiados por traficantes, após uma operação da PM no início de maio, na zona norte do Rio.

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Em parceria com