back to top

Secretário de Doria ameaça "quebrar a cara" de agente cultural e depois diz que "errou"

André Sturm (Cultura) se exaltou durante reunião com representantes do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, que ocupa um prédio público na zona leste. Eles gravaram o encontro, nesta segunda (29), e divulgaram na internet.

publicado

O secretário de Cultura de São Paulo, André Sturm, se exaltou em uma reunião com representantes do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, nesta segunda-feira (29), e ameaçou "quebrar a cara" de um dos participantes do encontro.

Depois que uma gravação da ameaça veio à tona, nesta terça (30), o secretário disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que "errou" mas ressaltou ter sido vítima de uma "armadilha".

A reunião durou cerca de 20 minutos e foi gravada pelos representantes do movimento cultura, localizado na zona leste de São Paulo.

O encontro havia sido marcado para discutir possíveis parcerias entre a prefeitura e o movimento. Logo no início, Sturm afirma que a prefeitura deseja formalizar a ocupação do espaço em que o movimento se localiza.

"O que a gente quer é formalizar para que se por acaso eu saia daqui, vocês não fiquem dependendo do humor de quem entrar. É claro que governo é governo, no limite governo faz o que quer, mas pelo menos vocês têm um documento formal (...) que dá pra vocês um prazo de segurança e o direito de estar lá", diz Sturm.

Ao final da reunião, um dos representantes do movimento, Gustavo Soares, pede a palavra e diz que o formato de parceria proposta pela prefeitura não atende às necessidades deles.

O secretário começa a perder a paciência: "Tá bom, se vocês acham que vocês não precisam disso, não tem problema nenhum."

Ele continua: "Eu só acho que — o que eu vou dizer não quer dizer que eu não reconheça a legitimidade — mas legitimidade e nada é a mesma coisa."

Ao final da fala de Sturm, Gustavo busca mostrar seu ponto de vista mais uma vez, antes de o secretário perder a paciência de vez. Leia o diálogo abaixo:

André Sturm — Eu só tô dizendo que eu acho que é bom vocês formalizarem. Agora, se vocês não querem formalizar, eu achei que ajudava, se vocês não veem vantagem nisso tudo bem. Nós vamos analizar a proposta financeira que vocês fizeram e ver a possibilidade, mas nós não vamos fazer nada com quem não estiver formalizado. Então, para nós o primeiro passo é formalizar, o segundo passo é fazer uma parceria financeira.

Gustavo Soares — A questão da regularização no nosso caso não faz o menor sentido, na verdade. A gente vem de uma experiência na qual a gente teve um aporte financeira para executar as nossas ações, deu muito resultado, muito impacto, como a gente apresentou naquele documento que entregamos quando esteve lá em Ermelino. Se amarrar o movimento, que é um movimento autônomo, se amarrar ao poder público, prestar contas do que a gente está fazendo, sendo que o próprio poder público não está fazendo muita coisa. Na verdade, não está colocando nem o dinheiro que é pouco, aí fica complicado.

André Sturm — Você pode ter a opinião que você quiser, o espaço é público. É do governo, você tem que prestar contas do que você faz lá. Se vocês não querem formalizar, nós vamos tirar vocês de lá. Público não é de qualquer um.

Gustavo Soares — Exato, público que esteve abandonado por 20 anos. É um espaço público há 20 anos abandonado, secretário.

André Sturm — Veja bem, se vocês não assinarem, nós vamos tirar vocês de lá.

Gustavo Soares — Nossa, que gestão eficiente.

André Sturm — É isso mesmo, eficiente, você não é dono daquele lugar.

Gustavo Soares — Você é, né, secretário?

André Sturm — É, isso aí. Continua o seu discurso bacana, providencia com a prefeitura regional o fechamento do espaço de Ermelino Matarazzo, tá bom? Boa sorte pra vocês. Eu chamei vocês pra dar um apoio, vocês não querem, vocês querem fazer esse discursinho babaca.

Gustavo Soares — Não, a gente está conversando.

André Sturm — A gente não tá conversando, você é um chato, rapaz.

Gustavo Soares — Você é totalmente desequilibrado.

André Sturm — Você é um chato, rapaz.

Gustavo Soares — Você é desequilibrado.

André Sturm — Desequilibrado é você, se falar mais uma vez vou quebrar sua cara.

Gustavo Soares — Nossa, você tá me ameaçando?

André Sturm — É isso mesmo, vou quebrar a sua cara.

Ouça o áudio da reunião, publicado pelo movimento. A discussão começa por volta de 26min45s.

O BuzzFeed Brasil entrou em contato com a Secretaria de Cultura na manhã desta terça (30). Leia abaixo a nota enviada à imprensa pelo secretário André Sturm.

Durante reunião com agentes culturais de Ermelino Matarazzo me exaltei e usei linguagem inadequada para a posição de secretário. Por esta atitude peço desculpas ao rapaz e a todos os munícipes.

Recebemos ontem representantes do Coletivo de Ermelino Matarazzo para oferecer uma parceria que visava a manutenção do grupo no espaço, com autonomia e segurança. Ao contrário do que imaginávamos, o coletivo não buscava formalizar a parceria. A intenção era apenas obter recursos públicos, sem prestação de contas. Nossa proposta sempre foi a de reconhecer a ação cultural que estava sendo feita, mas com responsabilidade, por se tratar de uma Casa de Cultura.

Lamento minha atitude e reforço o compromisso de permanecer aberto ao diálogo com todos os segmentos artísticos e agentes culturais da cidade, como tenho feito desde o primeiro dia da gestão, na construção de políticas e ações que buscam valorizar a cultura em todas as formas de expressão.

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.