back to top

PT deve apoiar reeleição de Maia por espaço na Mesa da Câmara

Após disputa com Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pela presidência da Casa, em 2015, o PT ficou fora da Mesa Diretora. Para evitar nova derrota, deve apoiar candidato do DEM que tenta a reeleição.

publicado

O PT não quer passar mais dois anos fora da Mesa Diretora e de Comissões importantes da Câmara. Por isso, a tendência da maior parte da bancada é apoiar a reeleição de Rodrigo Maia, do DEM.

Apesar de a reeleição estar sendo questionada na Justiça, a expectativa é que o STF não se intrometa na disputa da Câmara e abra caminho para um novo mandato.

Nesse cenário, o PT tentará uma composição, mas não deixará de enfrentar dificuldades.

No quadro traçado por aliados de Maia, o PMDB, aliado de primeira hora e maior bancada da Câmara, terá a chamada primeira pedida.

Ou seja, depois de Maia eleito, o partido escolheria que lugar ocupar na Mesa. E a escolha será pela vice-presidência.

Em tese, o PT, que possui a segunda maior bancada, faria a segunda escolha. Mas, devido ao arco de alianças de Maia, essa vaga deve ficar para o PR, que deverá optar pela 1ª Secretaria.

Ainda dentro da aliança, a terceira pedida será do PP, que pode optar pela 2ª vice-presidência ou 2ª Secretaria. Somente na quarta pedida será a vez do PT.

Dentro desse xadrez para a reeleição de Maia, ainda é preciso acomodar o PSDB.

Para evitar atritos dentro da Câmara, selado o acordo os tucanos ganharão, enfim, o lugar que era de Geddel Vieira Lima na Esplanada, a secretaria de governo da presidência da República.

O ministério ficará com o atual líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Got a confidential tip? Submit it here.