back to top

PF prende empresário do grupo JBS Wesley Batista

Irmão de Joesley, que já está preso por ordem do STF, Wesley foi detido sob acusação de ter manipulado o mercado financeiro, ganhando dinheiro com a venda de ações e negociando dólares na véspera da divulgação da delação da JBS.

publicado

A PF prendeu nesta manhã o empresário Wesley Batista, do grupo J&F (dono da JBS).

Ele é irmão de Joesley, que já está preso por ordem do Supremo Tribunal Federal sob suspeita de ter omitido informações em seu acordo de delação premiada.

Wesley, por sua vez, é acusado de manipular o mercado financeiro através do uso de informação privilegiada, tendo negociado ações da JBS e contratos de dólar nas vésperas da divulgação do acordo de delação premiada do grupo.

O grupo vendeu cerca de R$ 300 milhões dos papéis de suas empresas e comprou aproximadamente US$ 1 bilhão. Como a moeda norte-americana disparou, subindo cerca de 8% após a divulgação da delação, eles obtiveram lucros milionários.

A acusação ainda recai sobre o irmão de Wesley, Joesley. Por isso, um mandado de prisão também foi expedido contra o empresário.

Tal cenário agrava sua situação. Isso porque, mesmo se conseguisse uma decisão favorável do STF para se livrar da prisão por ter escondido crimes em seu acordo de colaboração (o que seria, por si só, já extremamente difícil de acontecer), ainda seguiria preso por este outro crime.

A investigação dos delitos está sendo feita pela Justiça Federal em São Paulo, responsável pelo decreto das prisões.

A operação foi batizada de Tendão de Aquiles.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.