back to top

Ministro Gilmar Mendes suspende depoimento de Aécio em caso Furnas

Ministro do STF disse que senador tucano só pode ser ouvido por policiais após ter acesso a depoimentos que pesam contra ele na investigação.

publicado

O ministro do STF Gilmar Mendes suspendeu o depoimento que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) prestaria à Polícia Federal na investigação que trata sobre desvios de recursos em Furnas, uma subsidiária da Eletrobrás.

O pedido para a suspensão foi feito pela defesa de Aécio. De acordo com seus advogados, eles não tiveram acesso a depoimentos prestados por outras testemunhas e investigados que falam sobre um suposto beneficiamento do senador nos desvios de Furnas.

Devido a isso, citando a jurisprudência do Supremo, o ministro Gilmar Mendes disse que o acusado tem direito a conhecer as provas que pesam contra si antes de seu depoimento.

Por isso, suspendeu o depoimento e determinou que ele só poderá acontecer 48h depois de a defesa ter acesso aos depoimentos já prestados.

A decisão de Mendes, tomada ontem, foi revelada nesta quarta-feira pelo site jurídico Jota.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Got a confidential tip? Submit it here.