back to top

Lista de Janot 2.0 tem 83 pedidos de inquéritos contra políticos

Ao todo foram 320 pedidos ao STF feitos a partir das delações da Odebrecht. Do montante, 211 peças serão enviadas para outras instâncias da Justiça.

publicado


A lista mais esperada pelo mundo político de Brasília acaba de chegar ao Supremo Tribunal Federal.

Nesta terça-feira o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou à corte vasto material produzido a partir das delações da Odebrecht.


Ao todo foram 78 executivos e ex-executivos da empreiteira que firmaram acordos de delação.


Os depoimentos resultaram em 83 pedidos de investigação contra autoridades que possuem foro no Supremo, como senadores, deputados e ministros.


Outras 211 peças serão enviadas para outras instâncias da Justiça, como o STJ, no caso de governadores, e para a Justiça de primeiro grau para aqueles que não possuem foro privilegiado.


De acordo com a Procuradoria-Geral da República, foram ainda pedidos 7 arquivamentos e 19 peças solicitam “outras providências”.


Ao enviar o material, Rodrigo Janot ainda pediu que o ministro do STF Edson Fachin retire o sigilo das delações. Tão cedo ele acate o pedido — coisa que deve fazer, segundo apurou o BuzzFeed – o material será tornado público.


O trabalho para as delações da Odebrecht envolveram 116 procuradores da República que, durante uma semana, tomaram 950 depoimentos em 34 unidades do Ministério Público.

Os depoimentos foram gravados em vídeos, que totalizaram aproximadamente 500 GB.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Got a confidential tip? Submit it here.

Em parceria com