go to content

Em ação, Temer diz que Joesley é o criminoso de maior sucesso na história do país

Queixa crime diz ainda que Joesley anda na companhia de sicários (assassinos de aluguel) e mentiu sobre o presidente para ficar impune de seus crimes e morar fora do país com seu polpudo patrimônio. Veja os documentos na íntegra.

publicado

Os advogados de Michel Temer não pegaram leve contra o empresário e delator Joesley Batista nas duas ações que enviaram à Justiça pedindo indenização por danos morais e condenação por injúria e difamação.

Além de dizer que todas as acusações contra Temer (sobre ser corrupto e chefe de organização criminosa) são mentirosas, dizem que Joesley é o criminoso de maior sucesso da história do Brasil.

De acordo com a queixa crime por calúnia, injúria e difamação, Joesley mentiu para se livrar de seus crimes, escondeu companheiros que participavam de atividades ilícitas e ainda conseguiu com o aval da Justiça deixar o país e desfrutar de seu polpudo patrimônio.

Num dos trechos, chega a dizer que quem realmente forjou uma organização criminosa foi Joesley, que era acompanhado por sicários (assassinos de aluguel).

O documento ainda diz que Joesley mentiu sobre Temer não só com o objetivo de ver seus crimes perdoados, mas também esquecidos.

Por fim, também ressalta a vida pública de Temer, dizendo que em anos de atividades o presidente nunca sofreu uma condenação judicial.

Valor "expressivo" por danos morais:

Os advogados de Temer também ingressaram nesta segunda com uma ação por danos morais contra Joesley. O documento usa os mesmos argumentos da queixa crime e informa que, caso seja vitoriosa a ação, o valor da indenização será revertido a uma instituição de caridade. Devido à fortuna de Joesley, a defesa pediu um valor "suficientemente expressivo" de dinheiro.


Veja aqui a íntegra da ação por danos morais:

Veja aqui a íntegra da queixa crime:



Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.