back to top

Para eleitor de Lula, condenação em segunda instância não muda nada

Datafolha aponta que condenação pelo TRF-4 não fez diferença para o eleitor de Lula: o ex-presidente segue na frente na disputa pela Presidência (e com folga).

publicado

Pesquisa Datafolha divulgada pela Folha nesta quarta-feira (31) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue com força entre seus eleitores e com intenções de voto bem à frente dos adversários, mesmo com o risco de ser preso após ter sido condenado em segunda instância e de ficar fora da disputa.

O instituto ouviu 2.826 pessoas na segunda (29) e terça-feira (30) — quase uma semana após Lula ter sido condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Paulo Whitaker / Reuters

Os números mostram que, na prática, a condenação de Lula não mudou nada para as intenções de voto do ex-presidente.

Ele segue vencendo em todos os cenários apresentados pelo Datafolha. Mais do que isso: a intenção de votos manteve-se estável, dentro da margem de erro.

O Datafolha testou quatro cenários com Lula candidato e outros nomes na disputa (com ou sem Marina Silva, por exemplo).

Em todos, Lula tem o dobro de votos do segundo colocado (Jair Bolsonaro), ficando sempre entre 34% e 37% dos votos.

Lula também ganha nos cenários de segundo turno, sempre perto dos 50%.

A força de Lula, mesmo com a condenação, fica clara se comparada com o resultado do Datafolha de dezembro.

Naquela pesquisa, o instituto apresentou quatro cenários no primeiro turno. Em todos, Lula ganhava, tinha o dobro de votos do segundo lugar e ficava perto dos 35% — tal qual acontece agora, após a condenação em segunda instância.

A mesma coisa acontece no segundo turno. Há, de fato, uma flutuação nas intenções de voto para o petista, com oscilação negativa de 1 ponto percentual, por exemplo. Mas isso está dentro da margem de erro do Datafolha (2 pontos percentuais, para mais ou para menos).

Ou seja, na prática, é como se nada tivesse acontecido nos últimos com Lula, do ponto de vista eleitoral. Lula, contudo, segue com o risco de ser preso e, mais do que isso, de ser barrado pela Justiça eleitoral em razão de ser ficha suja (condenado em segunda instância).

Veja também:

Estas são as 22 provas que levaram à condenação de Lula pelo triplex

Lula perde de 3 a 0 no TRF-4, que mantém condenação por corrupção e lavagem de dinheiro

Filipe Coutinho é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Filipe Coutinho at filipe.coutinho@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.