back to top

We’ve updated our privacy notice and cookie policy. Learn more about cookies, including how to disable them, and find out how we collect your personal data and what we use it for.

Exclusivo: Mantega faz acordo com Procuradoria para evitar prisão

Os termos do acordo já foram acertados e enviados à Justiça. Mantega não admite culpa, mas se compromete a colaborar com a investigação.

publicado

Ex-ministro da Fazenda nos governos de Lula e Dilma, Guido Mantega fez um acordo com o Ministério Público Federal em Brasília para evitar sua prisão na investigação que apura se houve favorecimento do BNDES nos investimentos bilionários da JBS, do empresário Joesley Batista.

Segundo o BuzzFeed News apurou, o acordo já foi assinado com o procurador Ivan Marx e está pendente de homologação pelo juiz Ricardo Leite, da 10a Vara Federal em Brasília.

Pelo acerto, Mantega se compromete a colaborar com a investigação, com a entrega de documentos e, se necessário, abrindo seu sigilo. Em troca, ele evita a prisão durante a investigação.

Sob o nome de “termo de ciência e compromisso”, esse acordo NÃO é uma delação, uma vez que ele não admite crimes.

Como o BuzzFeed News revelou, o empresário Joesley Batista disse em seu depoimento que fez pagamentos a pessoas ligadas a Mantega e que o apoio do ex-ministro foi decisivo para viabilizar os negócios do BNDES.

Esse é o segundo movimento que Mantega faz para evitar a prisão. À Justiça, ele já admitiu que, quando era ministro mantinha uma conta secreta na Suíça, com US$ 600 mil que ele diz ter recebido da venda de um imóvel herdado do pai. (SIm, um ministro da Fazenda que sonegava imposto).

Mantega chegou a ter a prisão determinada na Lava Jato pelo juiz Sergio Moro, mas foi revogada no mesmo dia em razão do estado de saúde da mulher do ex-ministro.

Desde então, Mantega teme levar o mesmo destino dos colegas de partido José Dirceu e Antonio Palocci.

A delação da JBS e as investigações no BNDES fizeram o ministro acelerar o acordo com o Ministério Público para escapar da prisão.

O BuzzFeed News não conseguiu contato com a defesa de Mantega. A assessoria do Ministério Público Federal em Brasília disse que não comenta porque a investigação é sigilosa.

Veja também:

PF investiga fraudes no BNDES em favor da JBS

Filipe Coutinho é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Filipe Coutinho at filipe.coutinho@buzzfeed.com.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Got a confidential tip? Submit it here.