• newsbr badge

Com condenação unânime, Lula nunca esteve tão perto de ser preso

Sim, o risco de Lula ser preso antes da eleição é real.

by ,

O julgamento unânime do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que manteve a condenação de Lula e ainda aumentou a pena, aumentou consideravelmente as chances do ex-presidente ser preso.

O motivo é simples: com a decisão unânime, a defesa de Lula perde o mais importante recurso que poderia ter antes de uma eventual prisão, o embargo infringente.

Miguel Schincariol / AFP / Getty Images

Esse tipo de recurso acontece quando há pelo menos um voto pela absolvição. Com isso, a defesa conseguiria mais um julgamento no próprio TRF e, no mínimo, ganharia tempo - além, claro, da chance de reverter a condenação.

Agora, com a decisão unânime, os advogados de Lula não terão direito a esse embargo infringente. Restaria apenas os embargos de declaração, que servem para tirar dúvidas e não tem poderes para mudar o julgamento, embora possa alongar o processo.

Isso é importante porque, com a condenação no TRF-4 em definitivo, Lula poderá ser preso.

A sinalização foi dada pelo próprio presidente da turma que condenou Lula. O desembargador Leandro Paulsen disse na sessão desta quarta-feira (24) que a prisão será executada assim que possível, ainda no TRF-4.

"É de se dizer que esta turma passou adotar o entendimento pela execução da pena a partir do exaurimento da segunda instância. O exaurimento da segunda instância exaure também o juízo de culpabilidade", disse o desembargador.

Os três votos do TRF-4, aliás, se complementaram: Paulsen falou muito do papel de Lula como presidente, Gebran Neto sobre as provas relacionadas ao tríplex e Victor Laus sobre as leis que levaram à condenação do ex-presidente.

A prisão em segunda instância tem o aval do Supremo Tribunal Federal, que já decidiu que é possível prender um condenado nessa fase do processo, mesmo quando é possível levar o processo para os tribunais superiores.

Um dos cenários que poderia causar uma reviravolta seria o Supremo rever essa posição, enquanto o TRF-4 ainda não tiver executado a pena. Há um movimento dentro da corte para que isso aconteça, mas não há previsão de julgamento. Isso não aconteceria no próprio processo de Lula, mas a mudança de entendimento da suprema corte poderia influenciar o caso do ex-presidente.



Filipe Coutinho é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Filipe Coutinho at filipe.coutinho@buzzfeed.com.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.