• semanalgbt badge
25 de mai de 2018

25 conselhos para alguém que se identifica como não-binário

"Lembre-se que você não tem que aderir a nenhuma regra de gênero com a qual não esteja confortável."

Descobrir sua identidade de gênero pode ser confuso e opressivo — especialmente se você se identifica como algo fora da binaridade de gênero (masculino e feminino).

Então perguntamos às pessoas do BuzzFeed Community que se identificam como não-binárias ou queer o que as ajudou neste processo. Abaixo, as melhores respostas que recebemos:

1. "Vista as roupas que fazem com que você se sinta como você mesmo — não importa em qual seção da loja as encontre."

"Algo que me ajudou a me tornar bem mais confortável com o meu corpo e minha identidade foi vestir roupas que me deixavam confortável. Comprar na seção da loja escrito 'feminino' nunca pareceu certo. No dia que eu pisei na seção escrito 'masculino', eu senti como se tivesse tirado um peso dos meus ombros. Eu sou muito mais cômodo e confiante e amo quem sou como ser humano."

— LJ, Facebook

2. "Experimente como você quer se apresentar para as pessoas até descobrir o que é melhor pra você."

"Levou muito tempo para eu me sentir confortável comigo. Eu nasci mulher, então cresci com mais roupas e ideais mais tradicionalmente femininos. Por um tempo, eu nem podia usar mais roupas femininas porque me lembravam muito a minha infância. Às vezes, eu ainda tenho problemas com minha autoconfiança e imagem, mas quando você descobre o quanto você quer aquilo, é muito confortável. Acabei de entrar na faculdade e tenho usado o meu nome escolhido. Eu me apresento como eu realmente sou. É a melhor sensação do mundo."

alexs2021

alokvmenon / Instagram / Via instagram.com

3. "Lembre-se que você não tem que aderir a nenhuma regra de gênero com a qual não esteja confortável."

"Eu não sabia o que significava não-binário de primeira — eu não sabia que havia algo além de masculino e feminino. Quando eu finalmente me deparei com isso e vi pessoas compartilhando suas descrições on-line, fez sentido. Minha experiência finalmente tinha uma palavra, e a dança confusa de ser homem ou mulher, mas também ser absolutamente nenhum dos dois ao mesmo tempo, não parecia mais estranha."

livm403dc068a

4. "Se preferir que te chamem de ele/ela/elx, peça que as pessoas façam assim. Elas aprenderão, caso queiram fazer parte da sua vida."

"Imponha-se. Há vezes em que você não não vai querer corrigir o uso de pronomes de alguém, mas se sentirá melhor no longo prazo caso faça isso. Não se comprometa com seu nome ou pronomes também. Se quiser que te chamem de elx, faça com que as pessoas te chamem assim. Elas aprenderão, caso queiram continuar fazendo parte da sua vida."

riversmith

5. "Conheça, faça amizades e acompanhe outros indivíduos inconformados com seus gêneros, para você se lembrar que não está só."

"Ver que outras pessoas não-binárias existirem me enche de esperança, alegria e uma confiança e amor renovados quanto à minha identidade. Eu acompanho várias pessoas não-binárias em plataformas sociais, leio contribuições de pessoas não-binárias em artigos como este e tento encontrar programas de TV, filmes e vídeos no YouTube com personagens queer complexos ou pessoas queer relacionadas."

theo

6. "Você precisa de um lugar para espairecer e desabafar."

"Às vezes, não é seguro falar sobre coisas LGBTQ, e às vezes não vale a pena discutir coisas não-binárias com idiotas, mas você pode encontrar um lugar para falar alto — seja on-line ou com pessoas. Você precisa de um lugar para espairecer e desabafar. É sua escolha falar sobre você, sua identidade e seus interesses. Se você acha que precisa lutar por si ou por outras pessoas não-binárias ou trans, então grite e se orgulhe."

korthecryptid

7. "Lembre-se que você é o suficiente. E, quando tiver dúvidas, faça algo por você."

"Eu moro perto de São Francisco e frequento uma faculdade muito diversa, então me sinto em segurança me identificando como um homem trans — mas a ideia de usar um vestido numa sala de homens desperta a minha ansiedade. E se isso for um passo longe demais?

Então, eu fiz um curso de defesa pessoal, fiz um novo corte de cabelo e comprei maquiagem e esmaltes. Eu sabia o que fazer se alguém quisesse se meter comigo, e a minha autoconfiança aumentou porque eu me sentia eu mesmo.

Isso faz um ano agora, e eu me sinto incrível. Minha ansiedade e depressão diminuíram, minhas notas melhoraram, meus relacionamentos melhoraram — tudo isso porque não me sinto como alguém tentando ser 'trans o suficiente'. Ou seja, eu sou trans o suficiente. Eu sou o suficiente. Eu sou eu."

flamingh2o

8. "Lembre-se: as pessoas sentem muito desconforto com coisas que elas não entendem."

"Perdoe as outras pessoas que confundem o seu gênero — especialmente estranhos que não sabem de nada. Entenda que elas cresceram no mesmo ambiente social, se não pior, que te levou a conceitos binários rígidos. As pessoas sentem muito desconforto com coisas que elas não entendem.

Mas de repente você pode se surpreender! Você até vai descobrir que, quando está com amigos ou familiares, ele começam a corrigir o público ao seu redor, isso espalha consciência e ajuda a formar sua comunidade carinhosa."

— Emma Fox, Facebook

jacobtobia / Instagram / Via instagram.com

"Gênero é infinito."

9. "Você não precisa dizer a ninguém ou mudar tudo de uma vez. Faça as coisas devagar e garanta que se sinta confortável e em segurança. Comece com pequenos passos."

catbellybuttons

10. "Cerque-se de amigos e da comunidade que te formou e te apoiou."

"O que me deu confiança em ser não-binário foram os amigos que eu tenho. Alguns podem se confundir com os meus pronomes, mas eu sei que eles não fazem por malícia. Eles não me identificam como homem ou mulher, e eu me sinto como se brilhasse quando eles fazem isso! Além disso, há amigos não-binários que eu conheci com o tempo, e quando se trata desse tipo de coisa, nós nos juntamos, reclamamos juntos, talvez ficamos um pouco resmungões juntos e somos nós mesmos juntos. Eeu acho que as melhores pessoas para quem se revelar são aquelas com quem você se sente confortável e que te compreendem."

maiabl

11. "Tudo bem se outras pessoas não entendem, porque isso não muda o fato de que esse sou eu."

"Quando eu percebi que era não-binário, eu aprendi rápido que haveria pessoas que não entenderiam. Tudo bem se outras pessoas não entendem, porque isso não muda o fato de que esse sou eu. Séries como "Billions" e "Steven Universe" me mostraram que não estou só."

t475d942f2

12. "Não tenha medo de experimentar pronomes."

"Não tenha medo de experimentar pronomes! Eu tenho alguns amigos incrivelmente pacientes que sempre usaram meus pronomes preferidos quando eu pedia."

bookwormeatsbrains

etsy.com

"O futuro é não-binário."

13. "Saiba que a sua escolha de apresentação não torna sua identidade menos válida."

"Eu fui considerada do sexo feminino quando nasci, mas eu me inclino fortemente para o lado masculino do espectro. Mas eu ainda amo maquiagem, e ás vezes eu gosto de usar vestidos. Eu tive que perceber que isso não me torna menos válido."

zoep447fc3ec3

14. "Outras pessoas podem não entender."

"Eu acho que é importante lembrar que as pessoas não podem ser julgadas por sua aparência. Eu me identifico como sendo de gênero fluido, mas me visto da forma que a sociedade considera como sendo feminina, na maioria das vezes. Simplesmente porque gosto, não porque estou tentando representar um gênero. Eu ainda acho muito difícil me revelar, e eu acho que é principalmente porque é muito difícil fazer as pessoas entenderem. E (eu provavelmente não deveria dizer isso) eu entendo isso. É difícil para alguém compreender de primeira."

livm403dc068a

15. "Ninguém pode ser reduzido a uma palavra ou rótulo."

"Uma coisa que me ajudou a ficar confortável com a minha identidade foi perceber que o meu gênero não é a única coisa que me define. É uma grande parte disso, mas eu sou muito mais do que um não-binário. Eu sou escritor e músico, um artista e pai de um bicho de estimação. Nossa, todas essas coisas me definem tanto quanto o meu gênero! Então, se você tem medo de se revelar, não se sinta desconfortável com a ideia de 'mudar sua identidade', apenas lembre-se: seu gênero não é inteiramente sua identidade. Ninguém pode ser reduzido a uma palavra ou rótulo."

alexj4cec4e08a

16. "Você tem valor sendo de um gênero não-binário, assim como você tem valor sendo do gênero que disseram que você é no nascimento."

"Tudo bem se sua expressão de gênero for binária por qualquer motivo, seja por conforto, segurança ou qualquer outra coisa. Você é válido sendo de um gênero não-binário, e você é válido sendo do gênero que disseram que você é no nascimento."

judeezrag

17. "Não existe uma forma correta de se identificar fora do binarismo."

"Há um estereótipo de pessoas não-binárias como sendo magras, andróginas e pálidas. Saiba que não há forma errada de ser não-binário. Eu não me prendo nem aparento ser feminina, e isso não muda como eu me identifico ou quem eu sou. Isso significa que eu não me sinto confortável me prendendo a isso (por várias razões). É sua identidade que expressa seus desejos."

— Cirrus Cloud, Facebook

imgur.com

"Não há caixa."

18. "E se você não pode se abrir, ou usar seus pronomes preferidos por segurança ou outros motivos, isso não torna sua identidade menos real ou válida."

"Mesmo que ninguém saiba seus pronomes ou se recuse a chamar você pelos seus pronomes preferidos, isso não te torna menos não-binário. Se você não corrigir as pessoas que usam os pronomes errados, você não é menos binário. O importante é saber quem você é, e mesmo que não saiba, tudo bem, mas não se preocupe com os outros. Foque em si mesmo."

braedenj

19. "Não tenha medo de se reinventar — todo mundo muda e cresce!"

"Um dos momentos mais empoderadores para mim foi largar meu nome antigo e escolher um nome de gênero neutro. Eu me identifico como sendo de gênero fluido e sempre me orgulho disso. Então, ter um nome que combina com o que eu sinto é incrível. Sentir disforia é perfeitamente normal — incômodo, mas normal. É aceitável se reinventar, ou apenas manter o que você é enquanto isso permitir que se sinta confortável."

alisont43fd19039

norarachelart / Instagram / Via instagram.com

"Gênero é uma construção social."

20. "Tudo bem não saber das coisas ainda."

"O que ainda é difícil para mim é saber o seguinte: eu me identifico como não-binário, mas também como trans-homem, e está tudo bem. Mas como eu posso ajudar a destruir as regras de gênero e estereótipos de gênero quando minha identidade de gênero está enraizada nisso? Eu me identifico como trans-homem, mas o que É a masculinidade além de uma descrição antiquada de como uma pessoa com um pênis deve agir? Eu ainda não tenho a resposta para isso, mas vou continuar tentando descobrir, e, até lá, tudo bem que eu não saiba... E tudo bem se você não souber também."

katiem49cdeb5b2

21. "Repita comigo: roupas não têm gênero."

"O vídeo curto que Ruby Rose fez chamado 'Break Free' me ajudou a perceber que não tem problema se sua expressão de gênero muda de um dia para o outro. Eu tenho dias em que me sinto mais masculino e dias em que me sinto predominantemente feminino. No final, você precisa se lembrar que não importa porque são só peças materiais aleatórias que você coloca no seu corpo. LEMBRE-SE QUE ROUPAS NÃO TÊM GÊNERO!!"

m403987e6f

asiakatedillon / Instagram

"8 coisas que PESSOAS podem usar nesta primavera."

22. "Você pode focar sua energia em atividades criativas."

"Cerque-se de pessoas que veem quem você é. Quando souber que há um grupo principal de entes queridos que realmente veem você, você pode focar sua energia em atividades criativas, alternativamente!"

— Ezra, Facebook

23. "Encontre modelos que te inspirem a ser o seu melhor e mais fabuloso eu."

"Para ser honesto, pessoas como Violet Chachki, Jinkx Monsoon e outras drag queens que se identificam como não-binárias me dão muita esperança. Como alguém que passa por maus bocados se passando como alguém sem gênero — por causa de seios, quadris e essas coisas — fazer uma drag queen e abraçar o clima de palhaçada de se vestir exageradamente feminina me ajudou a aceitar a não ser capaz de me passar como andrógina no meu dia a dia. Eu gosto de me considerar como uma drag vestindo roupas femininas. Assim, isso ajuda quando as pessoas erram o meu gênero sem inconscientemente."

caitym4ab8a663f

Logo

24. "Pode ser difícil, mas você nunca está só."

"O melhor conselho que posso dar é se cercar de pessoas que te apoiam o máximo possível, e saiba que mesmo que as pessoas escolham não aceitar seus pronomes ou identidade, você vale muito. Pode ser difícil, mas você nunca está só. Há uma grande comunidade no Twitter, e tenho certeza que há outros sites para colegas não-binários, e espero que quem quer que esteja lendo isso encontre apoio e sinta aceitação e amor."

johannpoitras

25. "Você não tem um defeito, você não está errado, você é apenas você. Ser o seu mais autêntico eu é o melhor ato de amor próprio que você pode fazer. Eu sinto muito orgulho de todos que fazem isso."

— Jessica Toze, Facebook

BuzzFeed Brasil

Esta é a Semana do Orgulho LGBTQ no BuzzFeed Brasil. Para mais conteúdos que celebram o respeito à diversidade, acesse aqui.

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Victor Nascimento.