back to top

Perguntamos a pessoas da comunidade LGBT quais pornôs lésbicos valiam a pena assistir

Adeus, unhas postiças gigantes.

publicado

E, vamos ser honestos — a maioria do conteúdo NSFW com lésbicas por aí não foi feito para lésbicas.

reddit.com / Via CBS

Então, também fizemos questão de pedir dicas sobre onde encontrar bons pornôs feitos por e para mulheres homossexuais. Abaixo, está o que as pessoas nos contaram:

1. Seja ~ específico ~ na barra de busca.

SNL

"Oh, as coisas que já busquei no Google."

"Busque termos específicos quando jogar no Google, ou seja lá o que usar, e pesquise um pouco. Favorite os vídeos de que gostar."

— 18/F/Homossexual

"Se quiser um pouco de realismo, buscar pelas palavras 'orgasmo lésbico real' pode ajudar. Ah, e sempre dispense os filmes com mulheres com unhas compridas."

— 60/gênero não-binário/Lésbica

2. Lembre-se de que nem todo pornô precisa ser assistido — experimente algumas histórias de fan fiction ou mesmo audiobooks.

Metro-Goldwyn-Mayer

"Já encontrei pornô lésbico mais realista, mas a maioria é fan fiction, não vídeo. Eu, na verdade, adoro os pornôs lésbicos irrealistas porque eles podem existir sozinhos, e eu sei que não é algo que faria um dia, e está tudo bem."

— 27/Homem Trans/Gay

"Eu uso o Pornhub para todos os meus pornôs ultimamente, mas costumava ler 'queerotica' no bondage.com e literotica.com."

—27/M/Panssexual

Publicidade

3. Procure diretorxs e criadorxs queer e acompanhe o trabalho delxs!

instagram.com

"Com certeza, o trabalho de Jiz Lee. Literalmente qualquer coisa de Jiz Lee."

—46/M/Lésbica

"A TroubleFilms e a Queer Porn TV são comandadas pela Courtney Trouble, e ela é demais. Ela estrela seus próprios filmes, além de ser produtora e diretora."

—26/Não-conformista/Lésbica

"Os quadrinhos de Erika Moen 'Oh Joy Sex Toy' são incríveis, e ela faz críticas de muitos pornôs queer! Jiz Lee também é minha figura preferida no mercado, e eu sigo ansiosamente tudo que eles fazem."

—20/Sem sexo definido/Bissexual

Apesar de não ser sempre focado em queer, eu adoro o trabalho da Erika Lust. Se você está procurando algo artístico e 'real', esta é minha dica. Ela fez uma série incrível em que as pessoas escreviam pra ela e ela transformava suas fantasias em filmes!"

—25/M/Bissexual

4. Ah, e apoie o trabalho delxs.

instagram.com

"Eu recomendo muito que você dê dinheiro para produtores menores/independentes sempre que puder. Não dê seu dinheiro para sites 'tube', que retransmitem; todo o negócio deles é baseado em violação de direitos autorais. Todo mundo cede à conveniência do pornô 'grátis' nesse tipo de site, mas isso tem um preço: a lenta destruição da indústria do pornô. Se você tem dinheiro, gaste-o com quem realmente importa."

—35/Trans/Queer

5. O mesmo vale para atores e atrizes queer.

instagram.com

"Eu tenho assistido a vídeos com a Lily Cade porque ela é uma lésbica de verdade. Encontre atores ou atrizes que são queer de verdade, e o pornô será melhor e mais realista.

—19/M/Queer

6. Use as redes sociais para aprofundar sua pesquisa. Siga os ~entendidos~ e descubra o que eles estão assistindo e compartilhando.

Giphy.com

"Além disso, seguir artistas queer ou trans no Twitter, como Chelsea Poe, irá ajudá-lo muito a se conectar com outros artistas, produtores e conteúdos extraordinários."

—30/Não binário/Gay

"Eu costumo dar uma olhada no Twitter em contas NSFW que postam pornô, tanto amador quanto profissional. Eu também sigo sites 'menores' como o XNXX, acho que ele tem uns pornôs queer amadores muito bons!"

—20/M/Queer

"Eu uso subgrupos de pornô no Reddit. R/pornfordykes ou buscas gerais no Reddit por pontos-chave."

—34/Trans/Queer

Publicidade

7. Explore algo menos convencional.

Alice Mongkongllite for BuzzFeed

"Não tenha medo de explorar. Novas esquisitices e subcategorias sempre podem surpreender, você nunca sabe no que está entrando. Simplesmente divirta-se e descubra o que te atrai."

—18/Não-binário/Queer

"Experimente o Kink.com. Eles têm BDSM queer e realista!"

—22/M/Queer

"Você vai encontrar aquele vídeo que te levará para aquele outro vídeo que tem tudo que você queria! Não tenha receio de assistir algo por medo que alguém te julgue por isso, porque isso não é da conta de ninguém!"

—20/M/Bisexual

8. Visite sites que se dedicam à comunidade queer e oferecem conteúdo inclusivo e diversificado.

Instagram: @alexnooja

Várias pessoas sugeriram conferir o Crash Pad Series, um site que ganhou prêmios e é reconhecido por seus filmes feministas e inclusivos para queers.

crashpadseries.com

"O Crashpad salvou minha vida quando eu era jovem. 'Oh Joy Sex Toy' também é uma ótima fonte para explorar o pornô queer e o sexo queer em geral!"

—23/M/Queer

"Eu acho o Crash Pad Series de longe um dos pornôs queer mais realistas que eu já vi. Parece muito autêntico, divertido e improvisado. Muitas cenas também me lembram de experiências sexuais que eu tive com meus parceirx(s) queer antes"

—30/Não binário/Gay

O mesmo vale para a Pink & White Productions, uma empresa fundada por uma cineasta queer, Shine Louise Houston.

instagram.com

"Literalmente qualquer coisa do Crash Pad ou do PinkLabel.tv — ou de algum dos projetos Pink and White da Shine Louise Houston.

—40/Não conformista/Queer

"Se você procura um pornô queer fora de série, focado em trans, mulheres, não binários, genderqueer e pessoas sem sexo definido, você não se decepcionará com o trabalho de Shine Louise Houston no Crash Pad Series e no Pink Label TV."

—30/Não binário/Queer

Publicidade

9. E na dúvida? Tumblr.

E!

"Eu tenho um Tumblr maravilhoso."

"O Tumblr é o melhor lugar para explorar! Você consegue achar um blog com tudo que seu coração deseja, e é tudo grátis. Há muitas estrelas pornô amadoras produzindo ótimo conteúdo por lá também."

—18/M/Bisexual

"Sinceramente, o Tumblr é minha indicação quando o assunto é pornô queer. Muita coisa é amadora, portanto é muito mais realista que os filmes do Pornhub."

—22/M/Queer

Publicidade

Em junho, o BuzzFeed Brasil celebra o respeito à diversidade. Acesse os demais conteúdos da Semana LGBT aqui.

As respostas podem ter sido editadas por questões de tamanho e/ou clareza.

Este post foi traduzido do inglês.