back to top

Esse cara descobriu o segredo de Hodor pelo próprio George R.R. Martin anos atrás

Aqui está seu lembrete regular de que George R.R. Martin é o maior troll do mundo. ALÉM DISSO, ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS.

publicado
Publicidade

Ventrella escreveu no seu blog em 2014 sobre a conversa que ele teve com Martin no elevador do Capclave. Você pode conferi-la abaixo:

Na primeira vez, havia alguns outros fãs no elevador que pediram para tirar uma foto com ele, e ele concordou. Eles saíram do elevador antes do nosso andar, então só estávamos nós dois. Saímos e andamos pelo corredor, e a conversa foi assim:

Martin: Realmente me cansa posar para fotos o tempo todo.

Eu: Bom, você é bem famoso agora.

Martin: Eu não era desconhecido antes.

Eu: Verdade, entre nós. Mas você nunca foi convidado para participar do Conan antes.

Martin: Verdade.

Lá pela terceira vez em que pegamos o elevador juntos, ele apertou o botão do nosso andar e perguntou aos outros para quais andares eles precisavam ir, e depois de todo mundo ter saído, ele virou para mim.

Martin: Sempre quis ser ascensorista. Se eu não tivesse dado certo como escritor...

Nós dois rimos e fomos para os nossos quartos.

E aqui Ventrella escreveu sobre a última vez que ele deu de cara com Martin no elevador. Aqui ele adivinhou o significado por trás do nome de Hodor:

Da última vez em que estivemos juntos, a conversa foi assim:

Eu: Finalmente descobri porque você tem um personagem chamado "Hodor".

Martin: É?

Eu: Eu estava pensando naquele seu comentário sobre querer ser ascensorista. Ficou claro para mim que "Hodor" é uma forma contraída de "Hold the door" ("segure a porta").

Martin: (rindo) Você não tem ideia do quão perto da verdade você está!

Então aí está. Se algum dia descobrirmos porque Hodor diz "Hodor" (que, como os leitores sabem, não é o nome veradeiro dele) e tiver algo a ver com elevadores, lembrem-se: vocês leram sobre isso aqui primeiro.

Ventrella contou ao BuzzFeed que a conversa com Martin aconteceu exatamente conforme ele escreveu e que tem testemunhas disso.

"Tenho a escritora Hildy Silverman como testemunha; ela estava no elevador comigo", ele disse. "Achei que nós só estivéssemos brincando. Eu simplesmente fiz um trocadilho sobre portas de elevador".

Ventrella disse que Martin estava de boa com a situação toda.