back to top

16 coisas que você pode fazer para ajudar um amigo com depressão

Mantenha contato, mas não sufoque.

publicado

1. Pesquise um pouco.

Flickr: maggyvaneijk

Se você estiver se sentindo por fora no quesito saúde mental, separe um tempo para ler um pouco sobre o assunto. Não se preocupe em se tornar um especialista — lembre-se que você não tem que virar um terapeuta!

Pode ser útil ler as experiências em primeira mão de outras pessoas, tais como O que ninguém te conta sobre ter depressão e ansiedade ao mesmo tempo, Como as pessoas tratam doenças mentais X como tratam doenças físicas, 9 coisas que você provavelmente não sabia sobre depressão.

Certifique-se de não se estressar lendo inúmeros posts em blogs e fóruns. Em vez disso, comece com sites de instituições confiáveis.

2. Prepare algumas perguntas.

giphy.com

Você talvez tenha receio de perguntar ao seu(ua) amigo(a) o que exatamente está acontecendo com ele(a). Talvez você sinta que não sabe bem o que dizer. Uma forma de contornar isso é preparar algumas perguntas, mas tomando cuidado para não atordoá-lo(a) perguntando tudo ao mesmo tempo — desse jeito, vai parecer um interrogatório. Em vez disso, anote algumas coisas que você gostaria de perguntar e toque no assunto quando sentir que for uma boa hora.

Por exemplo:

— Como você está se sentindo hoje?

— Há quanto tempo você se sente assim?

— Aconteceu alguma coisa específica ou veio assim do nada?

— Qual a melhor forma de eu te ajudar agora?

— Você já pensou em procurar ajuda?

3. Mantenha contato.

unsplash.com

A depressão faz a pessoa acreditar que é um peso para si mesma e para todos ao seu redor. Isso significa que o seu(ua) amigo(a) ou parceiro(a) pode não ter muita iniciativa para entrar em contato com você. Não desista dele(a). Pergunte como ele(a) está, mesmo que não tenha respondido às suas mensagens anteriores. Tente não ser exageradamente preocupado ou dramático; simplesmente perguntar se ele(a) está bem já é o bastante. Diga que você está pensando nele(a) e que você não o(a) vê como um peso.

Publicidade

4. Mas tente não sufocar.

buzzfeed.com

Você não pode levar a depressão de seu ente querido para o lado pessoal. Se ele(a) for categórico(a) em pedir um tempo para ficar sozinho(a), você precisa dar esse tempo a ele(a). Se você se impor demais, independentemente do quão boas forem suas intenções, ele(a) vai querer se fechar mais ainda.

Além disso, certifique-se de lidar com suas próprias expectativas quando se comunicar. Dizer coisas como "tudo vai melhorar amanhã" parece bem-intencionado, mas pode soar falso para o(a) seu(ua) amigo(a).

5. Cuidado com mensagens por celular ou Facebook.

AT-X

Tome cuidado caso vocês se comuniquem por celular ou computador. A situação pode ser um pouco delicada e mensagens podem acabar soando mais diretas e ríspidas do que você pretendia. Seu(ua) amigo(a) pode ter a tendência de interpretar incorretamente tudo o que você diz. Expresse-se claramente e pare de enviar mensagens caso as coisas estejam ficando conflituosas demais. Se parecer que ele(a) está levando as coisas para o lado errado, pergunte o que ele(a) está pensando, para verificar.

6. Leve-o(a) para sair.

Sair para dar uma volta no parque não irá curar a depressão dele(a) magicamente, mas irá fazer com que ele(a) veja que não precisa se esconder o dia inteiro. A depressão é absurdamente isoladora, portanto é muito bom ter alguém que te leve para sair. Encontre espaços que não sejam ameaçadores, como parques, jardins e calçadões.

7. Limpe o lugar onde ele(a) vive.

Instagram: @sandoshe

Quando se tem depressão, você para de cuidar de si mesmo e do espaço onde vive. Quando passo por uma crise severa, meu quarto fica nojento e mofado, além de ter lixo e entulho por toda a parte. Ter alguém para me ajudar a jogar fora a comida estragada, a lavar minhas meias sujas ou me lembrar de arrumar a cama pode fazer com que eu sinta que consegui realizar alguma coisa nesse dia. Só não apareça armado com água sanitária e esponjas. Não espere fazer uma diferença drástica. No entanto, um pouquinho de ajuda pode ajudar seu(ua) amigo(a) a sentir que não está afundando.

8. Incentive-o(a) a comer.

buzzfeed.com

A depressão pode afetar seu apetite de forma estranha: ou você perde toda a vontade de comer ou se entope de coisas que não fazem bem. Ter alguém que te force a comer uma maçã ou uma vitamina de couve não vai ajudar, mas ter alguém que te traga uma tigela de cereal no café da manhã, uma sopinha ou mesmo uma fatia do seu bolo preferido pode ser bem legal. Encher o freezer com algumas comidas caprichadas pode ajudar também.

Publicidade

9. Não tenha medo de momentos de silêncio.

costaalfed.tumblr.com

O melhor que você pode fazer agora é bem simples: apenas ouça. Mas lembre-se de que você não é terapeuta, você não pode curar a depressão de ninguém e você não vai ter uma solução para cada problema que seu amigo estiver enfrentando. Se ele(a) não for capaz de expressar tudo o que estiver sentindo, não tenha medo de ficar em silêncio por um instante. Só estar ali enquanto ele(a) pensa em como expressar parte do caos que está se passando na cabeça dele(a) já é mais que o suficiente.

10. Compre um caderno novinho em folha para ele(a).

Instagram: @daytobujo

Há algo de incrivelmente esperançoso em abrir um caderno vazio. Você pode incentivar seu(ua) amigo(a) a começar um diário em tópicos para acompanhar seus humores e o que os desencadeiam. Ou talvez ele(a) prefira usar o caderno para desenhar ou como um lugar para guardar boas recordações e coisas pelas quais se sente grato(a).

11. Programe uma atividade que não envolva álcool.

unsplash.com

Apesar de uma taça de vinho parecer uma boa ideia quando você está se sentindo mal, isso só vai intensificar os sentimentos tóxicos que seu(ua) amigo(a) está guardando. Em vez disso, programe atividades que não envolvam bebida. Se seu(ua) amigo(a) concordar em sair, vocês podem ir a uma galeria de arte, a uma aula de pintura de cerâmica ou um passeio no parque. Se vocês ficarem em casa, vocês podem jogar jogos de tabuleiro, promover um dia de spa caseiro ou ouvir podcasts.

12. Ofereça-se para ajudá-lo(a) a estabelecer uma rotina.

marklsmovingcastle.tumblr.com

O psicólogo Rollo May escreveu em seu livro "Love and Will" (1969) que "depressão é a incapacidade de construir um futuro", o que irá soar como dolorosamente verdadeiro para muita gente. Estabelecer alguma estrutura para o seu dia não vai magicamente permitir que você veja que sua vida realmente tem futuro, mas vai permitir que você retome o controle e evitar que você se sinta impotente sob o peso da depressão. Se o(a) seu(ua) amigo(a) estiver aberto(a) a essa ideia, ajude-o(a) a organizar seu dia, se oferecendo para acordá-lo(a) caso precise se levantar no horário certo, por exemplo.

13. Crie uma seleção musical para ele(a).

Instagram: @weilwirschwaenewaren

A playlist não precisa ser repleta de música do tipo VAI, FICA FELIZ AGORA – pode ser de música lenta, sensível e contemplativa. O ideal é selecionar músicas que te lembrem do(a) seu(ua) amigo(a) ou parceiro(a) e as recordações que vocês têm juntos(as). Se você não faz ideia de como gravar um CD, quanto mais uma fita cassete, é perfeitamente aceitável optar pelo Spotify e adicionar músicas a uma playlist. Você pode dar um toque especial personalizando a lista com uma foto e alguns recados.

Publicidade

14. Incentive-o(a) a procurar ajuda.

NBC

A depressão é uma doença séria; não dá para esperar conseguir sair dela sozinho(a). Apesar de suas melhores intenções, não existe nada que magicamente irá curar a depressão do(a) seu(ua) amigo(a). Às vezes, a única saída é fazê-lo(a) enxergar que ele(a) precisa de ajuda profissional. Comece com uma visita ao clínico geral dele(a) – faça-o(a) contar ao médico o que está acontecendo. Assim, o médico será capaz de recomendar um tratamento ou estratégia de apoio adequado.

15. Informe as pessoas próximas a ele(a) caso as coisas estejam piorando.

"Você não precisa passar por isso sozinho. Tudo vem pedir por ajuda e suporte."

O ideal é proteger a privacidade do(a) seu(ua) amigo(a) e não quebrar sua confiança, mas se você achar que alguém próximo a ele(a) deveria saber sobre o que está acontecendo, não há problema em entrar em contato. Escolha com sabedoria: não conte a ninguém que você ache que vá piorar a situação.

16. Se afaste um pouco caso fique pesado demais para você.

jennyyuu.tumblr.com

O(A) seu(ua) amigo(a) pode estar passando por dificuldades, mas você também tem que se certificar de que está cuidando de seu próprio bem-estar. Descanse bem e tenha alguém com quem você possa desabafar. Além disso, preste muita atenção ao seu corpo. Se você sentir que está adoecendo ou estressado demais, talvez seja uma boa dar um tempo.

Ajudar uma pessoa com um transtorno mental pode ser emocionalmente cansativo, especialmente se você sente culpa por todas as vezes em que você não está com ela e por todas as vezes em que você está ocupado com alguma outra coisa. Lembre-se de que existe um limite para o que você pode fazer. Você pode apoiar essa pessoa a cada passo do caminho, mas boa parte do trabalho é com ela.

Este post foi traduzido do inglês.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss