back to top

10 coisas normais que podem tornar uma mulher criminosa ao redor do mundo

Senão em todos.

publicado

1. Iranianas podem ir para a cadeia se assistirem a uma partida de vôlei ou futebol.

Imanolurquizu / Getty Images

No fim de 2014, Ghoncheh Ghavami, uma britânica de origem iraniana, foi condenada a um ano de prisão por tentar assistir a um jogo de vôlei. Depois da Revolução Islâmica, em 1979, mulheres não podem entrar em estádios de futebol no Irã. Há dois anos, a proibição foi estendida para o vôlei.

3. Mulheres podem ser presas, multadas e chicoteadas por usarem calças em público no Sudão.

Phil Mcdonald / Getty Images

A lei que proíbe o uso de "trajes obscenos" em público tem sido utilizada para prender e perseguir mulheres que usam calças naquele país. A jornalista Lubna al-Hussein já foi presa, multada e chicoteada por usar calças. Depois de ir aos tribunais para contestar (sem sucesso) a lei, ela foi multada novamente.

Publicidade

4. Dirigir é proibido para mulheres na Arábia Saudita.

Thomas Northcut / Getty Images

Segundo clérigos do país, mulheres motoristas minam os valores sociais e até prejudicam seus ovários, colocando suas futuras gestações em risco. O habitual é que as autoridades detenham as motoristas e apreendam o veículo, até que um tutor --um homem da família-- se apresente na delegacia e assine um documento no qual garanta que a infração não vai se repetir.

5. No Iêmen, a mulher casada não pode colocar o pé para fora de casa sem a permissão do marido.

Lucagal / Getty Images

Além do Iêmen, na Síria e nos Emirados Árabes as mulheres também não podem aceitar um emprego sem permissão do marido.

7. Denunciar estupro na Índia pode fazer com que a mulher passe por um violento "ritual de purificação".

Jordidelgado / Getty Images

Na Índia, muitas vezes uma mulher é considerada culpada quando é estuprada. Por isso, ela é submetida a rigorosas penas e rituais por lideranças locais. No ano passado, uma mulher de 23 anos foi raptada e estuprada várias vezes. Para ser “purificada”, passou por um ritual violento que pode durar meses.

8. Fugir de marido abusivo é crime no Afeganistão.

Toeytoey2530 / Getty Images

Fugir do marido, mesmo que a fuga seja motivada por agressões e abusos, é considerado crime em alguns países, como o Afeganistão.

Publicidade

9. Na Arábia Saudita, um juiz pode decidir que uma mulher seja obrigada a casar-se com seu agressor.

Jeffrey Hamilton / Getty Images

Em 2006 uma menina se suicidou após ter sido estuprada e depois forçada, por um juiz, a casar-se com seu agressor.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss