back to top

O que fazer quando um vídeo de estupro aparecer em sua timeline

Não exponha mais ainda a vítima e saiba como denunciar os agressores.

publicado

O caso do estupro da garota de 16 anos no Rio de Janeiro levantou uma discussão sobre a melhor forma de denunciar as imagens de estupro; muita gente achou que estava ajudando a vítima ao retuitar o vídeo e outras não sabiam a quem recorrer. Então, o que fazer quando você se depara com um vídeo assim?

Primeiro de tudo, evite a todo custo divulgar o vídeo em suas próprias redes. Isto só ajuda a espalhar o material e expõe mais ainda as vítimas.

Em vez disso, tire print dos perfis criminosos e salve o endereço do vídeo antes que eles desapareçam e dificultem a identificação dos culpados.
Reprodução

Em vez disso, tire print dos perfis criminosos e salve o endereço do vídeo antes que eles desapareçam e dificultem a identificação dos culpados.

Registre uma denúncia no site da Polícia Federal.

Anexe os prints, documentos, links e outras informações que possam ajudar nas investigações.
pf.gov.br

Anexe os prints, documentos, links e outras informações que possam ajudar nas investigações.

Denuncie as postagens ofensivas no Facebook, Twitter e outras redes para que elas possam ser retiradas do ar. Também convoque seus amigos, por mensagens privadas, a fazerem o mesmo.

No Facebook, por exemplo, basta clicar na setinha no canto superior direito de cada postagem e escolher "Denunciar publicação".

Acesse o site da SaferNet e também faça uma denúncia por lá; leva pouquíssimo tempo.

A SaferNet recebe den[uncias de violações contra os Direitos Humanos na internet. Eles contam com suporte governamental, parcerias com a iniciativa privada e autoridades policiais e judiciais.
new.safernet.org.br

A SaferNet recebe den[uncias de violações contra os Direitos Humanos na internet. Eles contam com suporte governamental, parcerias com a iniciativa privada e autoridades policiais e judiciais.

Dê uma olhada nesta lista de delegacias especializadas em crimes digitais do país.

Ela contém sites, endereços, telefones e e-mails para denúncias anônimas. Importante dizer que uma denúncia não anula a outra; você pode entrar em contato com dois ou mais lugares. O mais provável é que uma denúncia reforce a outra e, usando mais de um canal, você reduz a chance de sua denúncia ficar perdida ou não ser vista.

Pegue um telefone e disque 180, o número da Central de Atendimento à Mulher para receber outras orientações e dicas de como ajudar a vítima.

O número é a porta principal de acesso aos serviços que integram a rede nacional de enfrentamento à violência contra a mulher.
Divulgação

O número é a porta principal de acesso aos serviços que integram a rede nacional de enfrentamento à violência contra a mulher.

E, se você for homem, dê uma olhada no que você pode fazer para não ser machista ou como apoiar o feminismo.

Mais do que saber como agir caso cruze com um vídeo de estupro, você precisa saber com pode contribuir para que eles não aconteçam mais.

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.