back to top

10 coisas que os homens podem fazer para apoiar o feminismo

Você pode simplesmente votar em mulheres nas próximas eleições.

publicado

1. Um grande passo para apoiar a luta das mulheres por equidade é ouvir as mulheres.

Um ato machista pouco falado é a interrupção da fala de uma mulher. Às vezes pode ser que você tenha esse hábito com todas as pessoas, agora, quando acontece com mulheres é pior, porque por muitos séculos era absolutamente comum calar o sexo feminino. Esse post do Think Olga explica com mais detalhes quais são as formas que os homens usam para interromper a fala das mulheres.
leszekglasner / ThinkStok

Um ato machista pouco falado é a interrupção da fala de uma mulher. Às vezes pode ser que você tenha esse hábito com todas as pessoas, agora, quando acontece com mulheres é pior, porque por muitos séculos era absolutamente comum calar o sexo feminino.

Esse post do Think Olga explica com mais detalhes quais são as formas que os homens usam para interromper a fala das mulheres.

2. Nas próximas eleições escolha candidatas mulheres.

Durante o lançamento da campanha “Igualdade na Política” em março de 2016, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli, afirmou que o país precisa avançar na participação da mulher na política, tendo em vista que até países muçulmanos e no Irã, notórios pelo desrespeito aos direitos das mulheres, existe maior participação política feminina. Na câmara dos deputados, só 9.94% das cadeiras são ocupadas por mulheres, e estados como Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraíba e Sergipe não contam com nenhuma representante mulher. Neste post do Blogueiras Feministas você entende mais a importância de ter mais mulheres ocupando cargos públicos.
thinkstockphotos.com

Durante o lançamento da campanha “Igualdade na Política” em março de 2016, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli, afirmou que o país precisa avançar na participação da mulher na política, tendo em vista que até países muçulmanos e no Irã, notórios pelo desrespeito aos direitos das mulheres, existe maior participação política feminina.

Na câmara dos deputados, só 9.94% das cadeiras são ocupadas por mulheres, e estados como Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraíba e Sergipe não contam com nenhuma representante mulher.

Neste post do Blogueiras Feministas você entende mais a importância de ter mais mulheres ocupando cargos públicos.

3. Se você optou por ter uma diarista ou empregada doméstica, pague, pelo menos, 25% a mais do que o valor de mercado.

Segundo levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) de 2008, há mais de 6 milhões de empregadas domésticas no Brasil (cerca de 16,7% das mulheres que trabalham). Vale lembrar que até 2013, o serviço doméstico não era regulamentado, ou seja, essas mulheres que trabalham na sua casa não tinham nem direito aos benefícios que você e todos os outros trabalhadores têm. Esse post da Renata Corrêa e Srta. Bia explica porque a gente precisa refletir bastante sobre o papel dessas trabalhadoras nas nossas casas. Procure então valorizá-las ao máximo, oferecendo um bom ambiente de trabalho e bom retorno financeiro. Uma opção é verificar quais materiais ela precisa para executar suas funções, elaborar junto a ela um escopo do trabalho e tentar pagar, pelo menos, mais 25% do que o salário do mercado. É importante lembrar que essas profissionais realizam tarefas pesadas e que você mesmo evita.
Jane_kelly / Getty Images

Segundo levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) de 2008, há mais de 6 milhões de empregadas domésticas no Brasil (cerca de 16,7% das mulheres que trabalham).

Vale lembrar que até 2013, o serviço doméstico não era regulamentado, ou seja, essas mulheres que trabalham na sua casa não tinham nem direito aos benefícios que você e todos os outros trabalhadores têm. Esse post da Renata Corrêa e Srta. Bia explica porque a gente precisa refletir bastante sobre o papel dessas trabalhadoras nas nossas casas.

Procure então valorizá-las ao máximo, oferecendo um bom ambiente de trabalho e bom retorno financeiro. Uma opção é verificar quais materiais ela precisa para executar suas funções, elaborar junto a ela um escopo do trabalho e tentar pagar, pelo menos, mais 25% do que o salário do mercado. É importante lembrar que essas profissionais realizam tarefas pesadas e que você mesmo evita.

4. Sempre indique mulheres para vagas de emprego e, caso trabalhe com mais homens do que mulheres, questione seus superiores o porquê.

Em um levantamento feito pela Folha de S.Paulo, caso o ritmo continuasse como está, as mulheres só ganhariam o mesmo que os homens em 2085. Se falarmos proporcionalmente da ocupação de cargos de diretoria executiva então, seria mais longe ainda: só em 2126. Estes dados mostram o quão importante é ter mulheres no mercado de trabalho. De novo, não estamos falando de igualdade, e sim equidade. Não precisamos apenas do mesmo número de mulheres em seu ambiente de trabalho. Precisamos de um número maior de mulheres do que de homens, para conseguir equilibrar as contas no futuro. Isso só acontece quando as pessoas que estão no ambiente de trabalho levantam essa questão.
Daj / Getty Images

Em um levantamento feito pela Folha de S.Paulo, caso o ritmo continuasse como está, as mulheres só ganhariam o mesmo que os homens em 2085. Se falarmos proporcionalmente da ocupação de cargos de diretoria executiva então, seria mais longe ainda: só em 2126.

Estes dados mostram o quão importante é ter mulheres no mercado de trabalho. De novo, não estamos falando de igualdade, e sim equidade. Não precisamos apenas do mesmo número de mulheres em seu ambiente de trabalho. Precisamos de um número maior de mulheres do que de homens, para conseguir equilibrar as contas no futuro. Isso só acontece quando as pessoas que estão no ambiente de trabalho levantam essa questão.

5. Na hora de contratação de mulheres, dê preferência para mães e mulheres solteiras.

Em uma pesquisa realizada por uma agência de empregos, 25% das mulheres que deixam o emprego quando têm filhos acabam demorando até dois anos para conseguir uma recolocação no mercado. Esse é um dos muitos dados que mostram a dificuldade que é conseguir emprego tendo filhos, em especial pequenos. Além das mães, mulheres solteiras que planejam ter filhos acabam sempre sendo preteridas para as vagas de emprego, então se você já conseguiu adicionar um passo e selecionar apenas mulheres para a vaga, dê preferência para elas.
Valeriy Kachaev / Getty Images

Em uma pesquisa realizada por uma agência de empregos, 25% das mulheres que deixam o emprego quando têm filhos acabam demorando até dois anos para conseguir uma recolocação no mercado. Esse é um dos muitos dados que mostram a dificuldade que é conseguir emprego tendo filhos, em especial pequenos.

Além das mães, mulheres solteiras que planejam ter filhos acabam sempre sendo preteridas para as vagas de emprego, então se você já conseguiu adicionar um passo e selecionar apenas mulheres para a vaga, dê preferência para elas.

6. Faça trabalhos domésticos, e se você não sabe, aprenda.

Estamos em 2016 e não existe nenhuma razão para nós homens não realizarmos as tarefas domésticas. E se, por um acaso você não saiba, aprenda, aqui você encontra o guia definitivo dos produtos de limpeza e o lugar certo para usá-los, por exemplo.Parece absurdo sugerir isso, mas muitos filhos – e muito além dos filhos – ainda acham que as tarefas domésticas são uma responsabilidade sobretudo feminina.
Askold Romanov / Getty Images

Estamos em 2016 e não existe nenhuma razão para nós homens não realizarmos as tarefas domésticas. E se, por um acaso você não saiba, aprenda, aqui você encontra o guia definitivo dos produtos de limpeza e o lugar certo para usá-los, por exemplo.

Parece absurdo sugerir isso, mas muitos filhos – e muito além dos filhos – ainda acham que as tarefas domésticas são uma responsabilidade sobretudo feminina.

7. Lembre-se que sua mãe não é uma empregada.

Sabemos que algumas mães ainda tem o hábito de "mimar" seus filhos, independente de idade ou de morar junto ou não. A grande questão aqui não é o comportamento dela, e sim o seu. Você, como um homem adulto, precisa realizar as suas tarefas domésticas e evitar tratar sua mãe como empregada. Afinal, ela é sua mãe, e não alguém que nasceu para te servir.
Askold Romanov / Getty Images

Sabemos que algumas mães ainda tem o hábito de "mimar" seus filhos, independente de idade ou de morar junto ou não. A grande questão aqui não é o comportamento dela, e sim o seu. Você, como um homem adulto, precisa realizar as suas tarefas domésticas e evitar tratar sua mãe como empregada. Afinal, ela é sua mãe, e não alguém que nasceu para te servir.

8. Não cobre das mulheres que elas briguem por questões ligadas aos homens, elas já têm muitas questões para resolver.

Essa questão é dedicada especialmente a quem utiliza a justificativa de que "se o movimento feminista quer igualdade, o serviço militar deve ser obrigatório para todo mundo". Se você é homem e é contra o serviço militar obrigatório, você que tem que se unir a outros homens e lutar para que acabe e não pedir para as mulheres serem obrigadas também. Isso vale para tudo, se você acha que o homem atualmente está perdido, se você ou seus amigos não podem fazer nada sem ser recriminado vale refletir, junto a outros homens, essas questões, e não despejar mais problemas em um movimento que vem lutando por direitos bastante básicos.
Purestock / Getty Images

Essa questão é dedicada especialmente a quem utiliza a justificativa de que "se o movimento feminista quer igualdade, o serviço militar deve ser obrigatório para todo mundo". Se você é homem e é contra o serviço militar obrigatório, você que tem que se unir a outros homens e lutar para que acabe e não pedir para as mulheres serem obrigadas também.

Isso vale para tudo, se você acha que o homem atualmente está perdido, se você ou seus amigos não podem fazer nada sem ser recriminado vale refletir, junto a outros homens, essas questões, e não despejar mais problemas em um movimento que vem lutando por direitos bastante básicos.

9. Não passe panos quentes em amigos e colegas de trabalho quando eles forem machistas ou misóginos.

Muitas vezes quando ouvimos um comentário machista, recebemos fotos vazadas no WhatsApp ou nos deparamos com qualquer outro comportamento que não é legal, acabamos deixando passar, com medo de ficar climão ou sermos tachados de chato.Pois bem, se você realmente espera uma mudança da sociedade, você precisa trabalhar em pequenos passos, então conversar com seus amigos e colegas de trabalho é essencial.
Dmitrymo / Getty Images

Muitas vezes quando ouvimos um comentário machista, recebemos fotos vazadas no WhatsApp ou nos deparamos com qualquer outro comportamento que não é legal, acabamos deixando passar, com medo de ficar climão ou sermos tachados de chato.

Pois bem, se você realmente espera uma mudança da sociedade, você precisa trabalhar em pequenos passos, então conversar com seus amigos e colegas de trabalho é essencial.

10. Fique atento para essas questões sempre que possível, mudanças que envolvem alterar seu comportamento precisam de reflexão e muito cuidado.

É importante se lembrar das questões femininas o tempo todo: em casa, no trabalho e em festas. Observar se não há mulheres em uma palestra que você é convidado, atentar para seu ambiente de trabalho e chamar atenção para caso não tiver nenhuma mulher no comando é realmente essencial para que a mudança seja efetiva.
Antishock / Getty Images

É importante se lembrar das questões femininas o tempo todo: em casa, no trabalho e em festas. Observar se não há mulheres em uma palestra que você é convidado, atentar para seu ambiente de trabalho e chamar atenção para caso não tiver nenhuma mulher no comando é realmente essencial para que a mudança seja efetiva.

Este post foi elaborado com a ajuda das militantes feministas Carol Patrocinio e Renata Correa.

Veja também: