back to top

Se você é mulher e é péssima em matemática, este pode ser o motivo

Alerta de spoiler: isto vai partir seu coração.

publicado

Ok, já está na hora de termos uma conversa séria sobre as mulheres e a matemática.

Rede Globo/ Facebook

Por que a matemática é tão difícil para tantas mulheres? Por que existem mais engenheiros homens do que mulheres?

Publicidade

Tudo começa quando ainda somos jovens. Enquanto os brinquedos das meninas são voltados ao ambiente doméstico, para que elas sejam boas donas de casa e mães ao crescer, os dos meninos os ensinam a construir coisas.

Joel Saget / AFP / Getty Images

As meninas ganham panelinhas de brinquedo, bijuterias, maquiagens e bonecas, enquanto os meninos ganham carros e blocos de montar. Isso mais tarde provoca um impacto nas disciplinas que os jovens escolhem estudar, nas carreiras que escolhem seguir e em como expressam sua criatividade em geral.

Depois, quando entram na escola e começam a aprender matemática, as meninas vão mal, em grande parte devido ao fato de elas acreditarem que não são boas o suficiente para terem sucesso.

Peter Macdiarmid / Getty Images

As meninas começam no mesmo nível dos meninos, mas, conforme crescem, suas notas em matemática começam a cair devido à baixa autoestima.

E, o pior de tudo, é que há uma notável carência de exemplos femininos para as meninas que almejam profissões na área de exatas. Em todo o mundo, poucas mães de adolescentes de fato atuam em profissões na área de exatas.

Delil Souleiman / AFP / Getty Images

(No entanto, não há evidências suficientes que sugiram que a diferença no desempenho em matemática entre os sexos seja afetada pela atuação ou não da mãe na área de exatas.)

Em 2012, somente 14% das mulheres que ingressaram na universidade pela primeira vez optaram por uma área de estudo relacionada às ciências exatas, comparado a 39% dos homens ingressantes.

Quando chega a hora de escolher uma profissão, a maioria das mulheres acaba não optando por carreiras relacionadas à matemática, por achar que isso "é coisa de homem".

Fayez Nureldine / AFP / Getty Images

Menos de 5% das meninas, em média, pensam em construir uma carreira nas áreas de engenharia e computação.

Este post foi escrito originalmente em espanhol.

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss