back to top

Laércio se defende dizendo que seu Facebook foi hackeado

Conversa pela rede social é uma das principais provas que levaram o ex-BBB à prisão por suposto estupro de vulnerável.

publicado

Hoje com 53 anos, o ex-BBB Laércio Moura conheceu uma menina de 13 em 2012, quando tinha 49 anos, em um evento à noite em Curitiba. Ele disse a seu advogado, Ronaldo Santiago, que a garota o abordou para conversar sobre tatuagens e piercings e que ela parecia "madura".

"Eles trocaram email e Facebook. Quando eles conversaram, ela mencionou que seria maior de idade", disse o advogado ao BuzzFeed Brasil.

Laércio também colocou em dúvida uma das principais provas apresentadas contra ele.

"Ele teve o Facebook hackeado e não sabe se a conversa com ela aconteceu. Esta é uma prova unilateral produzida por ela". Ao mesmo tempo, ao falar que a menina parecia aparentar mais idade, o advogado usou uma frase da mesma conversa para justificar sua tese: "Na conversa ela diz 'eu prefiro fumar do que beber'".

O advogado de Laércio Moura disse que deverá ter acesso ao inquérito que acusa seu cliente de estupro de vulnerável na segunda-feira (23) para dar entrada ao pedido de revogação de prisão. O crime é considerado hediondo e pode resultar em até 15 anos de prisão.

Veja também:

Como as redes sociais ajudaram a botar o Laércio do BBB na cadeia

A Globo sempre faz vista grossa para o que acontece dentro do BBB



Em parceria com