back to top

Ação contra Bolsonaro "é avanço contra cultura do estupro", diz Maria do Rosário

Para deputada petista, abertura de processo contra parlamentar é uma vitória não só dela, "mas de todas as mulheres". Nas redes sociais, a hashtag #BolsoRéu comemora com memes.

publicado

Ex-ministra de Direitos Humanos, a deputada Maria do Rosário (PT-RS), comemorou o processo aberto nesta terça (21) pelo STF contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), por ter dito que não a estupraria porque ela não “merecia”.

Agência Brasil

A ofensa foi dita pela primeira vez durante uma discussão na Câmara dos Deputados, em 2003. Bolsonaro chegou a repetir a ofensa no plenário da Casa, em 2014. Para a deputada, o processo é um passo contra a cultura do estupro.

“Não é uma vitória minha, mas de todas as mulheres. Os argumentos dos ministros são sólidos. Não pode haver apologia a um crime, sobretudo a um crime hediondo, como se ele fosse possível de ser realizado”, disse a deputada ao BuzzFeed Brasil.

Relembre o caso no vídeo abaixo:

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com

A decisão do STF gerou grande repercussão nas redes sociais. Com a hashtag #BolsoRéu, as pessoas produziram memes e tuítes como estes:

vendo bolsonaro virando réu do STF #BolsoRéu

Teve até dancinha de bebê:

Quando eu vi que o Bolsonaro virou réu. #BolsoRéu

E um maluco no pedaço:

Quando eu entro no twitter e vejo a tag #BolsoRéu

Também lembraram do Grande Gatsby:

Bolsonaro vira réu no STF por incitar estupro. Bem feito #BolsonaroVirouRéu #BolsoRéu

Por outro lado, apoiadores do deputado reagiram rapidamente. Em poucas horas, a hashtag #somostodosbolsonaro chegou ao trending topics do Twitter.