go to content

Equipe de basquete dos EUA troca Vila Olímpica por navio de cruzeiro

Desde 1992, seleção fica isolada.

publicado

As equipes de basquete masculina e feminina dos EUA não estão hospedadas, como os outros atletas, na Vila Olímpica do Rio. Em vez disso, elas escolheram ficar em um luxuoso navio de cruzeiro.

Esse arranjo ocorre desde 1992. Desde então, os jogadores já ficaram em hotéis fora da Vila ou em navios de cruzeiro.

As estrelas da NBA citam sua popularidade e sua fama como a principal razão para o isolamento.

"Vamos ser sinceros — como a equipe poderia ficar na Vila? Seríamos assediados, principalmente o time masculino. Eles não teriam paz", disse Angel McCoughtry, jogadora de basquete dos EUA que participa de sua segunda Olimpíada, ao jornal "The New York Times".

David Goldman / AP

Kevin Durant (à direita) e DeAndre Jordan, que jogam na equipe masculina de basquete dos EUA, a bordo do navio de cruzeiro Silver Cloud.

McCoughtry disse que o barco da equipe era "muito bom" e "isolado".

O navio é protegido por 250 policiais e uma cerca de vidro à prova de bala.

Enquanto isso, na Vila Olímpica, Andrew Bogut, jogador de basquete do time Dallas Mavericks (dos EUA) que está competindo por seu país natal, a Austrália, tuitou uma foto de si mesmo montando uma cortina de chuveiro.

#IOCLuxuryLodging. Putting together a shower curtain so we can shower and not flood the place.

"Montando uma cortina de chuveiro para que possamos tomar banho sem inundar o lugar"

Quando um repórter mencionou a disparidade das acomodações para o astro da NBA Carmelo Anthony, que está hospedado no navio, Anthony disse que evita comparações.

​"A Vila Olímpica sempre foi um lugar que nós, como jogadores, gostaríamos de ir. Gostaríamos de estar lá. Gostaríamos de ter essa experiência. Mas, para nós e aqueles caras, são simplesmente duas experiências diferentes", disse Anthony, de acordo com o "USA Today". ​

"No barco, é como se estivéssemos em um hotel. É a mesma coisa. Não estamos viajando por aí. Estamos ancorados. Temos as mesmas comodidades que teríamos se estivéssemos em um hotel, então eu realmente não vejo motivo para polêmicas. As camas não são grandes. Os quartos são pequenos. Há algumas desvantagens."

​A equipe dos EUA também se hospedou em um navio de cruzeiro nos Jogos de Atenas, na Grécia, em 2004.

Na época, Anthony não parecia gostar tanto do navio e chegou a dizer a repórteres: "Nós estávamos presos em um barco (...) não tínhamos a oportunidade de interagir com ninguém."

Naquele ano, a equipe ganhou uma medalha de bronze, a segunda vez na história olímpica para uma equipe que normalmente ganha o ouro.

No entanto, alguns dos mais famosos atletas do mundo estão hospedados na Vila Olímpica do Rio. Usain Bolt, que já ganhou seis medalhas de ouro no atletismo, é um deles.

Michael Phelps, que tem mais medalhas de ouro do que qualquer outro atleta na história, também está na Vila. Recentemente, ele encontrou por lá o tenista número um do mundo, Novak Djokovic.

Meeting of greatness with @MichaelPhelps @DjokerNole. #SwimUnited #22medals #CareerGrandSlam

Mas, de volta ao navio, as coisas também parecem estar bem. A estrela do basquete feminino dos EUA Elena Delle Donne, por exemplo, disse que está "vivendo o sonho" no Rio.

Instagram: @de11edonne

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss