back to top

Um cara fez uma piadinha preconceituosa no Twitter e levou um "respostaço"

Tudo começou com uma matéria sobre um menino que ensina crochê.

publicado

A Folha de São Paulo tuitou uma matéria sobre o Pedro Victor, que usa o Facebook para ensinar a fazer crochê, e isso fez muita gente se manifestar.

‘Comentários negativos só me fortalecem’, diz garoto que faz sucesso na internet ensinando crochê… https://t.co/v6tZTj1ob4

Twitter: @folha

Nesta matéria da Folha de São Paulo, Pedro comenta que recebeu comentários negativos pelo fato de ser um menino fazendo crochê.

Até que uma piadinha preconceituosa acabou gerando toda uma mobilização em resposta.

Twitter: @offlyz

Como resume o tuite do @offlyz.

Esta foi a piadinha, um tanto baseada em estereótipos.

Parece que não temos nenhum Xerloque Romes desta vez.
Twitter: @Marcelo_ag

Parece que não temos nenhum Xerloque Romes desta vez.

E logo foi respondida por uma menina, que ganhou várias curtidas. Mas não acabou aí.

O autor do comentário quis dar uma de malandro, talvez sem perceber que estava servido a resposta de bandeja para o Twitter.

Os replies vieram de mais de 50 pessoas e foram bastante simples, mas digamos que passaram o recado.

"Acho que sim".
Twitter / BuzzFeed Brasil / Via Twitter: @Marcelo_ag

"Acho que sim".

Veja também: