back to top

14 comidas típicas para provar Brasil afora

Sururu, barreado e cupuaçu, entre outros.

publicado

1. Moqueca capixaba, do Espírito Santo.

Um bom motivo para agradecer ao Espírito Santo, esta versão da moqueca é mais leve que a baiana (também deliciosa) porque é feita sem dendê nem leite de coco. Veja aqui a receita.
Pinterest

Um bom motivo para agradecer ao Espírito Santo, esta versão da moqueca é mais leve que a baiana (também deliciosa) porque é feita sem dendê nem leite de coco. Veja aqui a receita.

2. Sorvetes de frutas no Norte, no Pará.

Instagram: @carlamariliapp

A dupla imperdível é a "sabor paraense", mistura dos sorvetes de açaí e tapioca. Mas os de castanha e taperebá também são típicos e deliciosos. Para experimentar tudo isso, uma dica é procurar as sorveterias Cairu, em Belém.

3. Bolo de rolo, do Recife.

Pernambuco está eternamente de parabéns por esta delícia, triunfo do açúcar e da manteiga com recheio de goiabada. A preparação exige muito trabalho e habilidade, mas para quem quiser tentar, aqui está uma receita.
br.pinterest.com

Pernambuco está eternamente de parabéns por esta delícia, triunfo do açúcar e da manteiga com recheio de goiabada. A preparação exige muito trabalho e habilidade, mas para quem quiser tentar, aqui está uma receita.

4. Empadão goiano, de Goiás.

Instagram: @melhordugoias

Este quitute de forno é recheado com carne de frango, de porco e um tipo de palmito chamado guariroba. Muitas vezes é temperado com pequi, que tem um sabor bem caraterístico. Se conseguir os ingredientes, não é difícil de fazer em casa. Veja a receita aqui.

5. Carne de sol, típica do Nordeste.

Instagram: @junior_alttemper

A carne de sol é servida assada, mas antes disso é salgada e curada por um período que pode ir de dois dias a uma semana. Dá para servir como prato principal, com acompanhamentos, ou usar para fazer escondidinho, recheio de pastel e outras delícias. Veja aqui como fazer.

6. Caldinho de sururu, de Maceió.

Instagram: @jannacamposp

Petisco que vai muito bem com cerveja, ainda mais com o pé na areia. O sururu é um molusco, tipo vôngole, cozido com leite de coco, azeite de dendê e um montão de temperos. Veja uma receita aqui.

7. Barreado, do Paraná.

Instagram: @mesacompleta

O barreado tem esse nome por ser feito na panela de barro, com vários tipos de carne cozidos por cerca de 12 horas, deixando a panela tampada e lacrada por uma mistura de farinha de mandioca e água. Depois é só servir com farinha de mandioca e banana. Veja aqui uma receita.

8. Soba, do Mato Grosso do Sul.

Instagram: @sobaria

O prato tem origem oriental, trazido pela imigração japonesa, mas se popularizou até virar típico da região. Originalmente era feito só com carne de porco, mas agora pode levar frango ou carne bovina (ou ser vegetariano), junto tirinhas de omelete e o macarrão sobá. Veja uma receita aqui.

9. Queijo Canastra, originário de Minas Gerais.

Instagram: @caetanosobrinho

Não é exagero dizer que esse queijo é um patrimônio nacional, pois ele é certificado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Até 2013 nem era permitida a venda fora do estado de Minas, por ser feito de forma totalmente artesanal, com leite não pasteurizado. O ideal mesmo é provar essa iguaria lá na sua terra de origem, São Roque de Minas.

10. Espeto de rojão, do interior de São Paulo.

Esse espetão é tradicional da cidade de Ribeirão Grande, interior de São Paulo, vendido principalmente em quermesses e festas de rua. É feito com carne de porco moída, e o segredo está na madeira do espeto, que precisa ser de eucalipto. Veja aqui uma receita.
Por SM2 CAPÃO BONITO - Obra do próprio, CC0, commons.wikimedia.org

Esse espetão é tradicional da cidade de Ribeirão Grande, interior de São Paulo, vendido principalmente em quermesses e festas de rua. É feito com carne de porco moída, e o segredo está na madeira do espeto, que precisa ser de eucalipto. Veja aqui uma receita.

11. Sopa Leão Veloso, do Rio de Janeiro.

Instagram: @umaseostras

Essa sopa foi inventada em um restaurante carioca ali por 1920, quando o Rio de Janeiro era capital do Brasil, para homenagear o então embaixador brasileiro na França. É um sopão de peixe com camarão e mexilhões, uma festa para quem ama frutos do mar. Veja uma receita aqui.

12. Cuca de goiabada, do Rio Grande do Sul.

Instagram: @pulaprasobremesa

O nome "cuca" vem da palavra "kuchen", que significa torta em alemão, pois este pão doce coberto com uma farofinha de canela é típico da colônia. Além de goiabada, pode ter recheio de outros tipos de geléia, ou ser purinho mesmo. Veja uma receita aqui.

13. Ximxim de galinha, da Bahia.

Um ensopado de frango e camarão que, além do típico dendê, leva farinhas de amendoim e castanha. Delicioso e não tão conhecido como o vatapá ou o bobó. Veja aqui uma receita.
br.pinterest.com

Um ensopado de frango e camarão que, além do típico dendê, leva farinhas de amendoim e castanha. Delicioso e não tão conhecido como o vatapá ou o bobó. Veja aqui uma receita.

14. Cachaça de jambu, do Norte.

Instagram: @andrecarvalhorio

Este mágico goró de sabor azedinho – o jambu é uma erva também chamada de "agrião do Norte" – tem o efeito de adormecer a boca já no primeiro gole. Se encontra no Pará, no Amazonas, e ocasionalmente, procurando bem, em lojas de bebidas em outras cidades do Brasil.

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.