back to top

Esta cartunista está ilustrando como é fazer a transição de gênero

"Quero que as pessoas saibam que não estão sozinhas."

publicado

Julia Kaye é uma cartunista de 28 anos que mora em Los Angeles (EUA). Ela é a criadora da webcomic "Up and Out".

Instagram: @iamjuliakaye

Recentemente, ela começou a trabalhar em um projeto mais pessoal, em que posta quadrinhos semanais que retratam sua experiência como uma mulher trans.

instagram.com

“FAÇO MEU MELHOR PARA NÃO SER
OBCECADA.”

“EU SEI. É UM CLICHÊ.
OUTRA PESSOA TRANS IMPACIENTE COM A TRANSIÇÃO.”

“MAS É DIFÍCIL LEVAR A VIDA
SABENDO QUE OS OUTROS NÃO PODEM VER SEU VERDADEIRO EU.”

Publicidade

A série ilustrada, que está sendo publicada no Instagram de Kaye (@upandoutcomic), lembra os sentimentos de insegurança e disforia, bem como de alegria, que ela experimentou durante a transição.

Instagram: @upandoutcomic

“EU FUI FAZER COMPRAS HOJE
AÊÊÊ!”

“EU FINALMENTE PAREI DE ME CONSTRANGER COM ISSO.
NINGUÉM LIGA.”

“EU ATÉ COMPREI MEU PRIMEIRO VESTIDO!
EU ME SENTI BONITA.”

“EU USEI O VESTIDO
EM PÚBLICO”

“NÃO VESTIR CALÇAS ME FAZ SENTIR DESONESTA
COMO ISSO PODE SER LEGAL?”

“QUE DIA.
QUE VIDA.”

"Um dia comentei com um amigo que estava pensando em fazer um quadrinho sobre minha transição. Ele me incentivou a seguir em frente e a fazer isso enquanto a experiência ainda estava fresca na minha memória", disse Kaye ao BuzzFeed News.

instagram.com

“MULHERES”
“EU USEI UM BANHEIRO PÚBLICO FEMININO”

“ALGUÉM ENTROU”

“FIQUEI MUITO NERVOSA PARA SAIR"

A série foca no começo da transição de Kaye, de cerca de quatro meses de terapia hormonal, e depois. Ela ilustra marcos pessoais importantes, como comprar um vestido pela primeira vez e fazer o pedido para que outro gênero apareça no cartão de identidade.

Quando começou a fazer a tirinha, Kaye descobriu que ela era extremamente terapêutica.

instagram.com

“NOS DIAS RUINS,
EU VEJO UM HOMEM VESTIDO DE MULHER NO ESPELHO.”

“NOS DIAS BONS,
EU VEJO EU MESMA. EU ME RECONHEÇO.”

“DEPOIS DE TANTOS ANOS ODIANDO O MEU REFLEXO
É TOTALMENTE SURREAL.”

"Tenho muito mais noção hoje do porquê me senti daquela forma", explicou. "Muitos dos meus medos estavam enraizados em inseguranças da minha identidade de gênero."

Mais de 100 mil pessoas estão acompanhando essa série no Instagram.

instagram.com

“FAZ DOIS MESES
`…EU SOU TRANSGÊNERO`
DESDE A ÚLTIMA VEZ QUE FALEI COM XXX”

“DOIS MESES
`SIGA SEU CORAÇÃO`
DESDE QUE ELE DISSE QUE ME APOIAVA”

“QUANTO TEMPO MAIS
ATÉ QUE EU VEJA ELE DE NOVO?”

Kaye recebeu inúmeras mensagens de trans adolescentes contando a ela o quanto os quadrinhos as têm ajudado.

instagram.com

“MANTRA DIÁRIO:”

“SPLASH!
MINHA ATUAL NECESSIDADE DE FAZER A BARBA”

“NÃO ME INVALIDA.”

"É muito reconfortante saber que minha história deu a elas esperança e que as fez se sentirem melhor."

Veja toda a série de Kaye no seu Instagram

instagram.com

“COMO EU ESTOU?
EU ESTOU MELHOR?
ESTOU MAIS FELIZ?”

“É DIFÍCIL QUANTIFICAR
EU ACHO QUE EU ME ODEIO MENOS, ISSO É BOM.”

“EU ME CERQUEI DE AMIGOS QUE ME APÓIAM.
EU NÃO ME SINTO MAIS SOZINHA. EU NÃO ESTOU SOZINHA.”

Este post foi traduzido do inglês.

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss