go to content

Existe um projeto para criar um “Tinder da adoção" de animais

O aplicativo irá conectar bichinhos que precisam de um lar com pessoas interessadas.

publicado

A Andreia teve uma ideia que está tentando pôr em prática: criar um app que ajude a identificar animais que estão disponíveis para serem adotados de acordo com a preferência das pessoas interessadas.

facebook.com

Com isso, facilitaria o contato de ONGs e cuidadores independentes que estão cuidando de algum animalzinho em busca de um novo lar. Veja mais informações sobre ele aqui.

Em conversa com o BuzzFeed Brasil, ela contou que a ideia é oferecer um serviço gratuito que funcione como se fosse um Tinder.

Reprodução / Raphael Evangelista / BuzzFeed Brasil

"Eu tenho um questionário de adoção que aplico nos candidatos. De um lado a ONG ou protetor que coloca todas as infos do animal e do outro o adotante que preenche o com o que procura se os dois combinarem eles dão match e podem conversar no app", explica.

Andreia diz que o objetivo de ter esse questionário é promover um método de adoção responsável.

Reprodução / Via docs.google.com

"Além de todas as perguntas, no app terá perguntas como: se procura macho ou fêmea, se tem preferência de tamanho, cor, idade, etc.", diz.

Assim, fica mais fácil para que a pessoa que queira adotar um animal, saiba exatamente o que precisa fazer para receber bem seu bichinho e quem está doando estar seguro de ter arrumado um bom tutor para o animal.

Twitter: @NaoInviabilize

Como diz Andreia, o aplicativo pode ajudar a diminuir situações como, por exemplo, uma pessoa que quer adotar um gato e mora em apartamento mas não quer colocar tela. "Ele vai dar match num gato e a ONG recusa. Quero conseguir avisar por qual razão a pessoa foi recusada pra ela ter a oportunidade de se adequar", explica.

O projeto é que esse aplicativo de celular funcione em todas as plataformas, além de uma versão web. Mas tudo isso tem um custo que Andreia está tentando arrecadar por meio do Catarse.

facebook.com

"Eu fiz um estudo para criar o app e paguei do meu bolso uma consultoria pra ver se era viável fazer do jeito que eu pensei. Só aí coloquei o catarse no ar, até agora só consegui um terço do que preciso". O link para saber os detalhes e colaborar com o projeto está aqui.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss