back to top

Homem descreve cena chocante no metrô do Rio

"Não sou preconceituoso, acho que cada um faz o que quer da sua vida. Mas acho um absurdo eu ser obrigado a presenciar uma cena como essa."

publicado

Nesta segunda-feira (6), Dudley Barbosa escreveu no Facebook sobre uma foto tirada no metrô do Rio. Leia abaixo.

"Não sou preconceituoso, acho que cada um faz o que quer da sua vida. Mas acho um absurdo eu ser obrigado a presenciar uma cena como essa."

Reprodução / Facebook

"O que cada um faz em particular é problema seu, mas o que se faz em público me diz respeito sim. E eu me recuso a ver uma cena como essa e considerar algo normal."

Reprodução / Facebook

"Não desejo o mal de ninguém, mas as pessoas deviam se preservar. Estão desafiando as convenções sociais, e isso pode ser perigoso. Se depois acontece uma tragédia, ou pior, se alguém morre, vão colocar a culpa em quem? Em mim?"

Reprodução / Facebook

"O pior de tudo é o exemplo para as crianças. Como vai ficar a cabeça de uma criança que vê essa cena todo dia? As crianças vão achar que é normal..."

Reprodução / Facebook

"...esperar o metrô em cima da faixa amarela."

Reprodução / Facebook

"Então, não faça como aquele cara ali. Siga o exemplo das meninas. Espere o metrô ANTES da faixa amarela, e só cruze a faixa depois que o metrô estiver parado e com as portas abertas."

Reprodução / Facebook
Eu sou o autor do texto. Compartilhei a postagem da página "Eu sou a favor do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo" no dia 6/4, por volta das onze da manhã. O texto não fazia parte da postagem, apenas a foto.No final da tarde vários amigos me avisaram que o texto estava aparecendo em várias páginas, e que alguém estava se passando por autor.

Depois da repercussão, Felippe retirou a informação de que seria funcionário do Google, mas continuou divulgando notícias sobre o texto. Até as 15h30 desta quinta-feira (9), ele não havia respondido à mensagem enviada pelo BuzzFeed Brasil.

O post foi atualizado para preservar a identidade de uma das mulheres.

O post foi atualizado para atribuir a autoria correta do texto.