14 histórias de pessoas que superaram todos os limites da preguiça

É muita folga.

publicado

Perguntamos aos nossos leitores no Facebook qual foi a coisa mais preguiçosa que eles já fizeram. Estas são as melhores histórias.

Falando comigo mesmo, por João Vicente

"Eu já liguei aqui pra casa, fazendo uma voz diferente, e disse que queria falar comigo mesmo.

Aí minha mãe entra no quarto e diz que tem alguém querendo falar comigo, aí eu digo que era eu, e só queria que ela apagasse a luz.

(Ela foi embora e não apagou.)"

Voo da morte, por Brenda Ellen

"Atirei o celular no interruptor, apagou a luz, mas espalhou as peças do celular pelo quarto todo.

Virei pro lado e dormi sem celular."

Delivery de xixi, por Laís Ribeiro

"Fiquei horas na cama enrolada nas cobertas reclamando que estava com vontade de fazer xixi, mas tinha preguiça de levantar, até que meu namorado não aguentou mais minhas reclamações e me levou no colo até o banheiro, esperou meu xixi e me levou de volta pra cama."

Se tem que descer não é delivery, por Mariana Queiroz

"Pedi comida pelo delivery e deitei na cama. Como moro em prédio, quando a comida chegou ouvi o interfone tocando mas fiquei com preguiça de levantar da cama.

Então resolvi ligar do meu celular pra portaria do prédio, pedindo pro porteiro deixar o motoboy subir no meu apartamento, que a porta estava aberta e o rapaz podia entrar até meu quarto. O porteiro não deixou, e desisti de pegar a comida.

Dormi com fome."

Suando igual tampa de marmita, por Nay Marques

"Eu ia pra escola direto (especialmente nos dias frios) com o pijama completo embaixo da roupa. Só colocava uma calça e o moletom por cima.

Se fazia calor eu suava igual tampa de marmita, mas não podia tirar a blusa porque tava de pijama."

Lua vem, por Renata Lima Sasahara

"Meu marido me chamou para ver da varanda da nossa casa a lua, que estava muito bonita naquela noite.

Pedi para ele tirar uma foto e vir me mostrar no quarto, que era onde eu estava."

Braços ocupados, por Laiane Caio

"Na faculdade eu tinha que tirar uma caneta de cima de uma folha, mas eu tava sentada com os braços ocupados segurando a minha cabeça, aí eu assoprei pra caneta ir pro lado, hahahaha."

Só um toquinho, por Sabrina White Paini

"Minha TV estava ficando com a tela preta do nada, mas era só dar um toquinho nela que ela voltava pra imagem.

Na preguiça, eu jogava isqueiro, pente e coisas mais leves, até que um dia não tinha nada por perto e joguei uma escova pesada de cabelo.

Quebrei a tela, óbvio!"

Suco de boca, por Jessica Corrêa

"Teve uma vez em que eu queria muito beber suco.

Fui na geladeira, mas todos os copos estavam sujos.

Coloquei um pouco de suco (xarope de guaraná) na minha boca e depois água.

Sacudi e, tcharaaaaaaam, tomei meu suco de boca, hahahahaha."

E sim ela, por Lívia Iwata Lima

"Na faculdade, eu deixava cair a borracha no chão e chutava em direção à mesa da minha amiga, alegando que a borracha caiu do lado dela, pra eu não ter que abaixar, e sim ela."

Disque-horário, por Juliana Quelucci Pinheiro

"Eu chegava da escola, almoçava e ficava no sofá vendo TV/cochilando até meia hora antes de a minha mãe chegar.

Aí passava a tarde ligando pra um número que dizia a hora e a data, pra não ter que levantar pra ver a hora na cozinha.

Cada ligação era por volta de R$ 1, eu ligava umas cinco vezes por dia. Pensa na conta no final do mês e na surra que eu tomei."

Secagem passiva, por Nicole Ferraz

"Acabei o banho e fiquei em pé no banheiro esperando secar antes de vestir a roupa porque tinha esquecido a toalha e tava com preguiça de falar pra minha mãe pegar."

Boca com sabão, por Michelle Cozzi

"Já escovei dente com sabonete líquido porque fiquei com preguiça de ir numa farmácia comprar outra pasta de dente.

Acabei comprando de todo jeito pra tirar o gosto de sabão da boca."

Inception de preguiça, por Ariany Gabriel

"Uma vez uma amiga da minha mãe veio aqui em casa e ficou batendo palma e gritando alguém lá na frente. Eu não fui atender por preguiça de levantar e dizer que minha mãe não estava.

Depois minha mãe veio me perguntar onde eu estava que não atendi a amiga dela. Fiquei com preguiça de inventar desculpa e disse a verdade.

Rimos muito, apanhei.