back to top

Pediram a estes fotógrafos que retratassem como é ser um "millennial"

Eles mostraram alegria, isolamento, esperança, ansiedade e muito mais.

publicado

Os fotógrafos que participaram do Student Focus Award deste ano, parte do Sony World Photography Awards, receberam a seguinte informação: "Millennials: 53% dos millennials prefeririam perder o olfato do que a tecnologia que possuem."

Em termos gerais, um "millennial" é alguém que atingiu a maioridade no século 21, uma época de grande desenvolvimento tecnológico.

Os fotógrafos do Student Focus Award exploraram diferentes aspectos desse tema, sendo que muitos dos registros incluíram experiências pessoais. A grande vencedora foi Sofia Jern, por seu trabalho sobre crianças viciadas em cheirar cola nas ruas de Kitale, Quênia.

Estes são alguns dos melhores registros da primeira rodada da competição, começando com os 10 finalistas.

"Irezumi (Inserção de Tinta)", por Joshua Thomas, Austrália

Joshua Thomas / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"O estúdio de tatuagem Conspiracy Ink, localizado em Wagga Wagga, organizou seu segundo evento "Flash Day", onde uma seleção de desenhos preconcebidos foram vendidos e tatuados no público. Entre as pessoas presentes estavam Zacariah Duggan [acima], que fez sua primeira tatuagem e foi o primeiro cliente a ser tatuado naquele dia pelo artista Michael Forrest." – Joshua Thomas

"Feridos", por Lei Cheong, Tailândia

Lei Cheong / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Os millennials quando estão feridos são curados por tecnologia médica e/ou artificial." – Lei Cheong

"Grettel e o Futuro", por Daisy Reza, México

Daisy Reza / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

A construção da identidade permanece como o maior desafio futuro aos jovens da geração millennial, em meio a um sistema educacional sempre insuficiente." – Daisy Reza

"Castle Hill (Kura Tawhiti)", por Matilda Fraser, Nova Zelândia

Matilda Fraser / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"O impulso de registrar a presença de alguém em algum lugar torna-se uma pressão maior do que o olhar sobre ele. Vista de dentro do carro do Castle Hill (Kura Tawhiti), Canterbury High Country, Nova Zelândia." – Matilda Fraser

Publicidade

"Branca de Neve", por Sofia Jern, Finlândia

Sofia Jern / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Um vestido que usamos apenas uma vez pode transformar uma garotinha em princesa para o resto de sua vida. Eu estava no Quênia quando esta garotinha veio à igreja no domingo de manhã usando seu lindo vestido de Branca de Neve. Essas roupas que jogamos fora são enviadas para a África e vendidas por centavos." – Sofia Jern

"Kapparot", por Felipe Romero Beltrán, Argentina

Felipe Romero Beltrán / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Um jovem judeu ultra-ortodoxo tentando falar ao telefone durante o Kapparot em Jerusalém, uma antiga festa religiosa que sobreviveu ao tempo. Do antigo ritual judaico à tecnologia dos dias atuais." - Felipe Romero Beltrán

"Pau de Selfie", por Julie Hrncirova, França

Julie Hrncirova / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Hoje em dia, nós não olhamos o suficiente ao nosso redor, nem mesmo um para o outro. Nós somos quase incapazes de ter uma conversa sem olhar para os nossos smartphones e laptops. Nós estamos absorvidos por este mundo virtual, que nos torna mais isolados. Por isso, estamos progressivamente nos afastando da realidade; e mais do que nunca, de nossas raízes e da natureza. - Julie Hrncirova

"O Armário da Mamãe", por Yui Takahashi, Japão

Yui Takahashi / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Minha mãe faleceu há quatro anos. Este é um autorretrato tirado em frente de seu armário vestindo seus trajes. A roupa caracteriza a personalidade de uma pessoa. E um armário é uma caixa para manter as roupas dentro. O Japão tem uma cultura onde se usa quimonos, que são um tipo de roupa sustentável. Eles são feitos com a intenção de serem repassados através de gerações, e ainda são fabricados com tecido extra dentro para remendá-los quando eles ficam danificados. Como o Japão realizou a transição para usar roupas mais ocidentais, a tradição de repassar roupas para as gerações futuras se tornou menos frequente." - Yui Takahashi

Publicidade

"Retratos dos Nascidos Livres Sul-africanos", por Rochell De Abreu, África do Sul

Rochell De Abreu / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Nascidos Livres são aqueles que nasceram a partir do ano de 1994 em diante, o ano das primeiras eleições democráticas. Os Nascidos Livres não têm ligações diretas com o colonialismo e o apartheid – eles apenas vivem com os efeitos desses movimentos. Eles estão se distanciando rapidamente da maneira como seus pais eram representados." - Rochell De Abreu

"Pastores", por Adam Zadlo, Polônia

Adam Zadlo / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Criados com O Senhor dos Anéis e Harry Potter. Sedentos por um conto de fadas. A geração com a tecnologia em suas mãos." – Adam Zadlo

"Fructus Temporum (O Feto do Tempo)", por Anastasia Safronova, Rússia

Anastasia Safronova / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Recentemente, eu conheci um rapaz em uma igreja. Ele olhou para um tablet digital. Talvez ele tenha lido uma oração. Talvez ele estivesse nas redes sociais. Talvez... No entanto, a luz emitida pelo tablet digital me dá esperança para o melhor." – Anastasia Safronova

"Roosa and Roope", por Anna Tervahartiala, Finlândia

Anna Tervahartiala / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Roosa e Roope são amigos há anos. Eles viram os telefones celulares deixarem de ser inatingíveis e transformarem-se em acessórios, que podem ser comparados aos órgãos vitais. Mesmo que a tecnologia tenha mudado a forma como as pessoas interagem e se relacionam, ela não alterou a sensação de se inclinar a um amigo e sentir o calor do corpo humano. Logo após o registro da imagem, Roope partiu para a Índia. Embora ele não estivesse mais presente, sua presença podia ser sentida através das fotos e mensagens que ele compartilhou pelo caminho." - Anna Tervahartiala

Publicidade

"Eu Millennial", por Arina Pozdnyak, Rússia

Arina Pozdnyak / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Quando eu recebi a tarefa de fazer uma foto da 'Geração Eu', a única coisa que pude fazer foi tirar uma selfie. Este gênero nos representa da melhor maneira, porque nós somos conhecidos por sermos egocêntricos, buscarmos a glória e sempre estarmos presos na internet. " - Arina Pozdnyak

"Fronteiras", por Cristian Jurji, Reino Unido

Cristian Jurji / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Por muito tempo, cada geração se confrontou com a noção de realidade virtual. Muito antes do computador ter definido o nosso conceito atual desta noção, as pessoas consideravam outras mídias como sendo virtuais, tais como pinturas, dioramas, o telefone e a televisão, cada uma delas deixando uma mancha significativa na mente e na percepção humana. Posteriormente, os millennials associaram as imagens geradas por computador como um exemplo de virtualidade contemporânea ou 'verossimilhança'. Como tal, minha fotografia visa a replicar os modelos 3D gerados por computador, apesar de ser, de fato, uma fotografia real de uma malha de arame física (em uma sala de verdade), moldada pela mão e composta com iluminação controlada e sem manipulação digital qualquer, em uma tentativa de forçar o espectador a associá-la com imagens geradas por computadores."

"Universo Distorcido", por Dan Saracut, Romênia

Dan Saracut / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

A passagem para o novo milênio pode muitas vezes impor um problema para a criação da arte. Assim, o lado ideal de um conteúdo visual tende a ser substituído pela estética, removendo-se o que esta por trás. O artista é colocado na borda do universo na forma de um simples ser humano distorcido em um mundo de perdição por causa do impasse inspirador. "- Dan Saracut

"União em Paris", por Danny Cozens, Reino Unido

Danny Cozens / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

Foto tirada em Paris em 15 de novembro de 2015. "Após as tragédias em Paris, eu me concentrei em criar uma série baseada nos jovens parisienses se unindo, desafiando o recente ataque [terrorista]." - Danny Cozens

Publicidade


"Quem Sou Eu?", por Francu Catalina, Romênia

Francu Catalina / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"O mundo atual parece ser formado por peças de quebra-cabeças: algumas podem ser reais, algumas podem estar apenas em nossa imaginação. Os mundos virtuais e reais colidem hoje. Encontrar o seu verdadeiro eu pode ser a aventura do nosso tempo..." - Francu Catalin

"Mídia Social", por Hattie Collins, Reino Unido

Hattie Collins / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Muitos afirmam que os millennials têm um círculo sempre crescente de amigos e contatos. O que se ouve menos é o quão solitário este mundo pode ser quando essas pessoas existem por trás de uma tela." - Hattie Collins

"Se um Clone Humano Fosse Produzido", por Hirai Mana, Japão

Hirai Mana / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Neste trabalho, eu me retratei reconhecendo cada pixel como a célula, selecionados e dissociados da foto sob certas regras. Eu então dupliquei separadamente e reassociei cada pixel dissociado. Assim o clone foi criado (duplicado)." - Hirai Mana

Publicidade

"Millennials", por Igor Ilic, Croácia

Igor Ilic / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Millennials é o termo usado para um grupo demográfico mais ou menos definido de pessoas nascidas entre 1980 e 2000. Esta geração, muitas vezes proclamada como sendo a próxima

'geração importante" prefere ser chamada de "a geração do milênio '. Eles foram descritos como preguiçosos, mimados, materialistas e desempregados. São o reflexo da geração anterior a eles, mas será que eles têm o direito de serem cínicos com o sistema e a caracterização acima mencionada? " - Igor Ilic

"Aqui é Sempre um Outro Lugar", por Jasmine Farling, Reino Unido

Jasmine Farling / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Paisagem com juventude refletida no tablet (iPad)." – Jasmine Farling

"Sonhando no Parque", por Kenneth Koustrup, Dinamarca

Kenneth Koustrup / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Parque Victoria, Atenas, setembro de 2015. Muitos menores refugiados desacompanhados ficam juntos em grupos para se protegerem e cuidarem uns dos outros em sua jornada de esperança para o ocidente próspero. O Parque Victoria é uma grande área com cafés em Atenas que se tornou um parada para muitos jovens refugiados. Além do grupo, seus smartphones são uma das coisas mais importantes porque é o elo com suas famílias no país natal e um guia para os seus destinos. " - Kenneth Koustrup

"Prisioneiro de Mim Mesmo", por Luka Svetic, Eslovênia

Luka Svetic / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Nos dias de hoje nós nunca estamos realmente sozinhos, ou será que estamos? A tecnologia nos permite falar, conectar, comprar, ver lugares onde nunca estivemos e compartilhar nossos pensamentos com um simples toque de um botão. Parece que estamos conectados 24 horas por dia, 7 dias por semana, e no entanto, às vezes parece que nenhuma outra geração esteve tão desconectada como a nossa." - Luka Svetic

Publicidade

"Eu Não Posso Ter o Bastante", por Qiong Yao, China

Qiong Yao / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Eu sou um "millennial". Isso na China não apenas significa que eu cresci com toda a tecnologia que nos rodeia, mas também que eu pertenço à primeira geração que cresceu com todos os prazeres materiais disponíveis, da mesma forma como estiveram disponíveis no mundo ocidental por um bom tempo. Esta foto é de uma série que eu conclui em outubro de 2015, sobre como eu e minha geração lidamos com as tentações que nos rodeiam: alimentos, bebidas, cuidados de beleza, jogos de computador e mídias sociais. Enquanto aproveita esses prazeres, a semelhança com Shiva e seus múltiplos braços pressente uma mudança desconfortável em nossos caminhos; mas até que isso aconteça ...: 'Eu não posso ter o bastante'."

Publicidade

"Utopia", por Tena Gibson, Reino Unido

Tena Gibson / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Eu comecei a pensar sobre como nós criamos nossa marca" online e sobre como implementar esta ideia na minha fotografia. Eu pensei nas mídias sociais como um vício. Eu pensei sobre diferentes códigos e ícones de mídia social, mas por fim surgiu a ideia de um link código QR escaneável para o meu site como uma maneira de criar "interação" através da mídia social, dando a minha imagem um significado mais profundo em geral e refletindo tanto o meu próprio vício na mídia social e meu idealismo ". - Tena Gibson

"Passeio de Domingo", por Thomas Michalczyk, Alemanha

Thomas Michalczyk / Student Focus Award / 2016 Sony World Photography Awards

"Um pensamento estranho, saber quem você é através das palavras dos outros... Esta imagem foi desenhada em nossas mentes depois de muitas horas de pesquisa. Toda a informação que nós descobrimos sobre os millennials não corresponde à nossa auto-concepção. Analisando trabalhos de pesquisa, infográficos e gráficos pizza coloridos, nós nos encontramos confrontados com o clichê de uma geração, viciada em seus smartphones, obcecada pelas redes sociais, os produtos de marca e sonhos de um novo período Biedermeier, como possuir uma casa de campo no futuro. Devido a isso, decidimos apresentar os millennials da maneira como os sociólogos e outros especialistas nos veem, mas ao mesmo tempo esclarecer que nós não concordamos."

Publicidade