back to top

Os vídeos que mostram a violência da PM na manifestação desta terça-feira

O ato do dia 12 de janeiro foi um dos mais violentos já registrados. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

publicado

A manifestação contra o aumento da tarifa do transporte público em São Paulo realizada nesta terça-feira terminou com muitos feridos, dentre eles uma grávida que teve a costela fraturada e um estudante que foi hospitalizado com fratura exposta.

Segundo o Movimento Passe Livre, cerca de 20 pessoas foram parar no hospital devido à repressão violenta da Polícia Militar.

Na manhã de hoje, o Facebook está cheio de vídeos que denunciam a ação da PM.

Publicidade

Neste, é possível ver que os policiais jogam uma bomba a uma distância mínima dos manifestantes.

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com

Estas imagens áreas mostram o cerco da PM e a explosão de bombas.

eu peço aos amigxs que vejam o que a polícia militar do estado de sp é capaz de fazer em uma manifestação

É possível notar o grande número de bombas disparadas em um curto espaço de tempo.

Começa ataque da PM a manifestação pacífica #contratarifa

Uma câmera próxima aos manifestantes mostra o terror das bombas atiradas na direção deles.

Facebook: video.php
Publicidade

E nestas imagens, todo o corre-corre por causa das bombas.

Facebook: video.php

Até quem tentou ir embora de metrô sofreu as consequências do gás lacrimogêneo.

Polícia jogou bomba dentro da estação consolação lotada. Todo mundo preso correndo sem saber pra onde ir #protestosp

Este homem diz que "não estava fazendo nada, estava com o livro na mão" quando sofreu violência da PM.

manifestante ferido pela pm no ato do mpl em sp.

Neste vídeo, um manifestante ensanguentado tenta se proteger em um mercado.

Facebook: video.php

Aqui há imagens de pessoas se ajudando para tentar combater os efeitos do gás.

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com
Publicidade

Neste vídeo, uma pessoa socorre a outra e de repente são atingidas por bombas novamente.

Facebook: video.php

Neste vídeo, uma ativista da Anistia Internacional comenta que a repressão da PM começou por causa de um impasse com relação à direção que a manifestação deveria seguir. "Sem que houvesse nenhum tumulto ou agressão por parte dos manifestantes", diz.

Facebook: video.php

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss