back to top

John Oliver entrou para a história da TV ao perdoar quase US$ 15 milhões em dívidas médicas

"Oprah, vá se foder!"

publicado

O Last Week Tonight with John Oliver entrou para a história da televisão no domingo ao perdoar quase 15 milhões de dólares em dívidas com despesas médicas para demonstrar a falta de fiscalização do setor de compra de dívidas nos Estados Unidos.

Last Week Tonight / Via Facebook: LastWeekTonight

Oliver começou o segmento do programa que bateu recordes explicando que famílias americanas possuem um total de 12 trilhões de dólares em dívidas. Uns 436 bilhões dessa dívida já venceram há 90 dias ou mais, conforme ele disse.

"A compra de dívidas é um negócio sórdido e precisa desesperadamente de mais fiscalização", ele disse. "Do jeito que está, qualquer idiota consegue entrar nesse ramo. E posso provar isso pra vocês, porque sou um idiota. Criamos uma empresa de compra de dívidas. E foi perturbadoramente fácil".

Publicidade

Oliver disse que o programa criou uma empresa de compra de dívidas.

Após o show montar um site simples e pagar uma taxa de inscrição de 50 dólares, a empresa comprou um portifólio de 15 milhões de dólares em dívidas com despesas médicas por menos de 60 mil dólares.

Mas em vez de assediar os inadimplentes para que pagassem suas dívidas, o Last Week Tonight decidiu perdoá-las "porque por um lado é óbvio que é a coisa certa a se fazer, mas acima de tudo, estaremos apresentando a maior doação única na história da televisão".

A famosa ação publicitária da Oprah Winfrey em 2004, na qual 276 membros da plateia ganharam um carro Pontiac no valor de 28.500 dólares, havia sido elogiada como a maior doação única na televisão. O montante total foi de uns 8 milhões de dólares.

Mas ao simplesmente apertar um botão vermelho enorme, Oliver entrou para a história da televisão ao perdoar a dívida de 9.000 pessoas, que somava aproximadamente 15 milhões de dólares.

"Precisamos de regras muito mais claras e de fiscalização mais rígida para proteger consumidores de empresas como esta que criamos", ele disse. "Mas o mínimo que poderíamos fazer com essa dívida, que eu não consigo acreditar que temos a permissão de possuir, é abrir mão dela".

"Oprah, vá se foder!", ele disse imediatamente antes de apertar o botão.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss