back to top

BuzzFeed encerra contrato de publicidade com o Partido Republicano por causa de Trump

Donald Trump é "diretamente contrário às liberdades de nossos funcionários nos Estados Unidos e em todo o mundo", escreveu o CEO Jonah Peretti.

publicado

O BuzzFeed encerrou um contrato com o Comitê Nacional Republicano para veicular propagandas políticas no outono, informou aos funcionários na segunda-feira de manhã o CEO da empresa, Jonah Peretti.

Em um email, Peretti citou a retórica e as promessas de campanha de Donald Trump como as razões para a decisão.

"Hoje cedo, o BuzzFeed informou ao CNR que não aceitaríamos propagandas de Trump para presidente e que encerraríamos nosso contrato com eles", disse Peretti. "A campanha de Trump é diretamente contrária às liberdades de nossos funcionários nos Estados Unidos e em todo o mundo e, em alguns casos, como com sua proposta de proibição de viagens internacionais para muçulmanos, isso tornaria impossível para nossos funcionários fazerem seu trabalho."

Mais tarde, Peretti acrescentou em seu email: "Nós certamente não gostamos de recusar receitas que financiam todo o trabalho importante que fazemos através da empresa. Entretanto, em alguns casos, devemos fazer exceções comerciais: não exibimos publicidade de cigarros porque eles fazem mal à nossa saúde, e não aceitaremos as propagandas de Trump pelo mesmo motivo."

Um porta-voz da CNR não respondeu ao pedido de comentário do BuzzFeed, mas o estrategista sênior do Comitê Nacional Republicano Sean Spicer disse para a CNN que o CNR nunca desejou utilizar o BuzzFeed como uma plataforma.

“O espaço foi reservado em diversas plataformas, mas nunca pretendemos usar o BuzzFeed”, disse ele. E completou: “É irônico que eles não tenham feito nada quanto a receberem dinheiro de um candidato que está sendo investigado pelo FBI”.

Em um email posterior, o editor-chefe do BuzzFeed, Ben Smith, reiterou que a decisão não partiu da edição e que a cobertura da campanha de Trump pelos jornalistas do BuzzFeed News permaneceria inalterada. "Isto partiu de Jonah, e da prerrogativa de um veículo editorial", escreveu Smith.

Aqui está o email completo de Peretti:

Olá, BuzzFeeders,

Eu queria compartilhar com vocês uma decisão comercial que tomamos a respeito da campanha Trump para presidente e porque fizemos isso.

Em abril, O Comitê Nacional Republicano assinou um contrato com o BuzzFeed para gastar uma quantia significativa em propagandas políticas planejadas para serem veiculadas nas eleições de outono. Como vocês sabem, nós aceitamos propagandas de candidatos republicanos e democratas e estamos satisfeitos em aceitar este pedido de propaganda da CNR.

Desde que assinamos este contrato de propaganda, Donald Trump, como vocês sabem, se tornou o candidato presumido de seu partido. O tom e teor de sua campanha são únicos na história da política moderna dos Estados Unidos. Trump defende proibir muçulmanos de viajarem para os Estados Unidos, ele ameaçou limitar a liberdade de imprensa e fez declarações ofensivas quanto a mulheres, imigrantes, descendentes de imigrantes e cidadãos estrangeiros.

Hoje cedo, o BuzzFeed informou ao CNR que não aceitaríamos propagandas de Trump para presidente e que encerraríamos nosso contrato com eles. A campanha de Trump é diretamente contrária às liberdades de nossos funcionários nos Estados Unidos e em todo o mundo e, em alguns casos, como com sua proposta de proibição de viagens internacionais para muçulmanos, isso tornaria impossível para nossos funcionários fazerem seu trabalho.

Nós não precisamos e não esperamos concordar com as posições ou valores de todos os nossos anunciantes. E como vocês sabem, há um muro entre nossos negócios e operações editoriais. Esta decisão de cancelar este contrato de propaganda não influenciará na nossa cobertura contínua da campanha.

Nós certamente não gostamos de recusar receitas que financiam todo o trabalho importante que fazemos através da empresa. Entretanto, em alguns casos, devemos fazer exceções comerciais: não exibimos publicidade de cigarros porque eles fazem mal à nossa saúde, e não aceitaremos as propagandas de Trump pelo mesmo motivo.

Obrigado,

Jonah

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss