go to content

Mulheres acusam Trump de ter visto misses adolescentes se trocando em camarim

"Não se preocupem, moças. Já vi tudo isso antes", teria dito o hoje candidato do Partido Republicano à Presidência dos Estados Unidos.

publicado

Quatro mulheres que competiram no concurso de beleza Miss Teen USA de 1997 disseram que Donald Trump, o atual candidato do Partido Republicano à Presidência dos EUA, entrou no camarim onde as candidatas — algumas com apenas 15 anos — estavam trocando de roupa.

"Me lembro de colocar meu vestido bem rápido porque pensei: 'Meu Deus, tem um homem aqui dentro'", disse Mariah Billado, ex-Miss Vermont Teen USA.

Trump, ela relembra, disse algo do tipo: "Não se preocupem, moças. Já vi tudo isso antes".

Três outras mulheres, que pediram para não ser identificadas, por medo de serem engolidas por um escândalo midiático, também se lembram de Trump ter entrado no camarim enquanto as meninas trocavam de roupa. Duas delas disseram que as garotas se apressaram para cobrir seus corpos, com uma delas chamando a situação de "chocante" e "asquerosa". A terceira disse que já estava vestida quando Trump entrou e que se apresentou a ele.

Onze das candidatas daquele ano que foram contatadas pelo BuzzFeed News não se lembram de ver Trump no camarim. Algumas delas disseram não acreditar que ele pudesse ter entrado lá.

A polêmica surgiu entre as próprias mulheres que participaram do concurso de 1997, em um grupo fechado no Facebook, após o BuzzFeed News publicar uma matéria sobre uma candidata de um concurso adulto de beleza que disse que Trump havia entrado no camarim quando "estávamos todas nuas". Vários mulheres que fazem parte do grupo conversaram com o BuzzFeed News sobre o assunto.

No total, o BuzzFeed News tentou contatar 49 das 51 candidatas daquele concurso. Trinta e quatro se recusaram a falar ou não puderam ser contatadas. Das 15 mulheres que foram entrevistadas, nenhuma delas acusou Trump de dizer qualquer coisa sexualmente explícita ou de fazer contato físico no camarim.

Desde semana passada, após a publicação de uma gravação de 2005 em que Trump se gaba de agarrar mulheres "pela buceta" e ter tentado "foder" uma mulher casada, a campanha dele tem vacilado. Trump diminuiu a importância de seus comentários chamando-os de "conversa de vestiário". Apesar disso, a forma como o candidato trata mulheres agora está sob intenso escrutínio.

Trump, que foi dono dos concursos Miss Universo, Miss USA e Miss Teen USA de 1996 até o ano passado, já se gabou publicamente de invadir camarins de concursos de beleza, dizendo que isso era uma de suas prerrogativas como dono.

"Vou te contar, a coisa mais divertida é ir nos bastidores antes de um show, quando todo mundo está se vestindo", disse Trump a Howard Stern em gravações divulgadas no último sábado pela CNN. "Nenhum homem pode entrar, e eu tenho permissão pra isso, porque sou dono do concurso e por isso eu que inspeciono... 'Tá todo mundo bem?' Sabe como é, elas estão lá sem roupa. 'Tá todo mundo bem?' E você vê essas mulheres incrivelmente lindas. É assim que eu faço essas coisas e me safo".

Até então, não tinha vindo à tona que esse comportamento de Trump se estendia ao concurso para adolescentes, no qual as candidatas têm no máximo 19 anos e no mínimo 14.

A campanha de Trump e a Trump Organization não responderam a pedidos de comentários. A Organização Miss Universo, que promove o concurso Miss Teen USA, recusou-se a comentar.

O concurso de beleza adolescente de 1997 — o primeiro de Trump como dono — aconteceu em South Padre Island, no Estado do Texas. Sua filha Ivanka Trump, na época com 15 anos, trabalhou como coanfitriã.

O camarim foi descrito por várias candidatas como um espaço grande, comprido e aberto com 51 cabines, uma para cada candidata, uma ao lado da outra contra as paredes. Araras com roupas dividiam a sala ao meio. As meninas não tinham divisórias individuais que separassem sua cabine do resto do espaço, que geralmente fervilhava com cabeleireiros, organizadores do concurso e outros membros da equipe entrando e saindo.

Das 11 mulheres que afirmaram que não se lembram de Trump ter entrado no camarim, algumas disseram ser possível que o fato tenha ocorrido quando elas não estavam lá ou que não tenham percebido. No entanto, a maioria duvidou ou rejeitou a possibilidade de ele ter entrado no local.

"Havia tantas damas de companhia que não consigo nem entender como ele faria algo assim", disse Jessica Granata, ex-Miss Massachusetts Teen USA. "Era bem seguro".

Allison Bowman, ex-Miss Wisconsin Teen USA, lançou dúvidas sobre o fato de aquilo ter ocorrido. "Aquelas eram adolescentes", Bowman disse. "Se algo inadequado tivesse acontecido, a fofoca teria se espalhado".

"Havia segurança até demais", disse Crystal Hughes, ex-Miss Maine Teen USA. "Se ele tivesse feito algo, todo mundo teria notado". Ao ser perguntada sobre por que algumas de suas colegas de concurso fizeram essas alegações, Hughes respondeu "provavelmente elas estão mentindo porque vão votar na Hillary Clinton [candidata do Partido Democrata à Presidência".

"Não apoio nenhum dos dois, nem Trump nem Clinton", disse Billado, a ex-Miss Vermont. Das outras três que se lembram de Trump entrando no camarim, uma disse que estava indecisa mas que não iria votar em Trump e outra disse ser democrata. Uma terceira disse que não iria votar em Trump e que não diria mais nada porque "isso não tem a ver com política". Mas acrescentou: "Quando ele começou a concorrer para presidente, uma das primeiras coisas que pensei foi: 'Que nojo, bem esse cara que nos viu trocando de roupa no concurso'". As meninas estavam remexendo nas roupas para se cobrirem", disse, "com qualquer roupa que tivessem".

Uma das outras mulheres que pediu para permanecer anônima e que na época tinha 17 anos disse: "Na época, você é adolescente, você se sente intimidada — é o Donald Trump, ele que organiza o concurso". E ela disse que pareceu que "era o direito dele" entrar no camarim "porque ele era o dono do concurso".

Ela acrescentou: "Éramos todas muito novas, mas até naquela época nos pareceu suspeito". Hoje em dia, "como adulta e como mãe", ela diz que acha a situação "completamente inadequada".

A terceira mulher, que pediu para permanecer anônima, tinha 15 anos na época e disse que estava totalmente vestida e se maquiando quando Trump entrou. "Eu disse 'oi, meu nome é —' e me apresentei". Ela disse que "não fazia ideia" de quem ele era, exceto que ele era o dono do concurso.

Várias das mulheres se lembram com carinho de Ivanka Trump, que, segundo elas, entrava no camarim para conversar com elas. Billado disse ter dito a Ivanka que Donald Trump havia entrado no camarim onde as garotas estavam trocando de roupa. Billado se lembra de Ivanka ter respondido: "Ah, sim, ele faz isso".

"Lembro que isso me chocou", disse Billado. "Eu mal deixo outra pessoa além da minha irmã me ver quando estou me vestindo".

Ela viu a invasão de Trump ao camarim como "algo mais como uma atitude pomposa de 'eu sou o dono deste lugar' do que algo pervertido". Mesmo assim, ela disse "eu nunca deixaria minha filha concorrer em um concurso do qual ele seja o dono".

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss