back to top

Testamos usar óleo de coco para tudo

Desde tentar aliviar roncos até lustrar móveis!

publicado

1. Óleo de coco no café: "Uma espécie de café com leite TUNADO, mais cremoso e mais saboroso".

Rafael Capanema / BuzzFeed Brasil

"Eu sempre tomo café puro. Mas, nas poucas vezes em que vario, tomo com manteiga e óleo de coco. Hein?

Quem inventou essa receita, chamada Bulletproof Coffee (café à prova de bala), foi um empreendedor americano chamado Dave Asprey. Ele alega que o Bulletproof Coffee tira a fome melhora a concentração. Pra mim não faz nenhuma diferença, talvez porque eu seja viciado em café e esfomeado demais. Eu faço porque é gostoso.

É a manteiga que faz dessa bebida uma espécie de café com leite TUNADO, mais cremoso e mais saboroso. Mas é o óleo que dá o gostinho de coco que, pra mim, é indispensável.

Pra preparar, passe um copo de café normalmente e bata-o no liquidificador com uma ou duas colheres de sopa de manteiga e uma ou duas colheres de sopa de óleo de coco. Se quiser, adoce. É importante usar café bom e manteiga boa (SEM SAL!)". - Rafael Capanema

2. Óleo de coco contra ronco: "É melhor fazer um tratamento de verdade".

Watchara_tongnoi / Getty Images

"A Luiza, minha esposa, usa óleo de coco pra tudo: pra hidratar a pele e os lábios, pra tratar inflamação no ouvido do nosso cachorro e pra fritar banana.

Dia desses ela sugeriu, de brincadeira, que eu tentasse passar óleo de coco nas minhas narinas pra ver se roncava menos. Fui pesquisar e descobri que há quem recomende exatamente isso. O procedimento é simples: aplicar óleo de coco nas narinas antes de dormir.

Imediatamente, senti que o meu nariz deu uma descongestionada. Mas pode ter sido efeito placebo. Pedi pra Luiza, que dorme mais tarde, ir me mandando FEEDBACK em tempo real.

Umas duas horas depois de eu ter pegado no sono, ela mandou um WhatsApp dizendo 'lindo, seu ronco melhorou MUITO'. Só que uma hora depois... 'Agora parece que piorou?'

Talvez funcionasse se o óleo de coco fosse reaplicado de duas em duas horas (prático, né?). Ou se fosse só uma sonequinha... Enfim, melhor fazer um tratamento de verdade. Mas pra fritar banana o óleo de coco funciona sempre". - Rafael Capanema

3. Óleo de coco como desodorante: "Estou cogitando seriamente trocar meu antitranspirante por essa mistura natureba".

Nadiajda Ferreira / BuzzFeed Brasil

"A receita do desodorante é bem simples. Você aquece quatro colheres de sopa do óleo de coco em banho-maria e vai adicionando, aos poucos, 2 colheres e meia de chá de bicarbonato de sódio. Quando a mistura ficar homogênea, basta colocar num potinho com tampa e deixar na geladeira por uma ou duas horas: ele vai ficar durinho e a textura acaba bem parecida com a dos cremes desodorantes comuns.

O óleo de coco fica com o trabalho de fixar a mistura na pele e hidratá-la, enquanto o bicarbonato é o responsável por segurar a sanha do fedozinho de cecê. Você também pode acrescentar o óleo essencial da sua preferência para perfumar o desodorante, mas eu preferi não fazer isso porque achei que poderia atacar minhas alergias.

Testei o desodorante por três dias e em dois deles fez o famoso calor do inferno. Não vou mentir: eu estava com meu antitranspirante na bolsa, porque bati muita perna na rua e imaginei que a qualquer momento eu poderia me transformar numa carniça. Mas tive uma grata surpresa quando ele segurou direitinho os odores, mesmo no dia em que andei de cardigã debaixo do solzão. Estou cogitando seriamente trocar meu antitranspirante por essa mistura mais natureba e saudável.

Dica: se você sua muito e a mistura não conseguir neutralizar os odores, o truque é acrescentar mais um pouquinho de bicarbonato e ir fazendo o teste da quantidade necessária para você. Aprovadíssimo!" - Nadiajda Ferreira

4. Óleo de coco para suavizar os pés: "Gente, não deu".

Juliana Kataoka / BuzzFeed Brasil

"Passei minhas férias numa chácara e fiquei o tempo inteiro descalça porque detesto sapato. Mas meus pés não ficaram exatamente felizes com as longas caminhadas em estradinhas cobertas de brita e a pele engrossou horrores. Tentei testar o óleo de coco para suavizar, pois não consigo lixar os pés por motivo de cosquinha.

Gente, não deu. Eu tentei passar antes de dormir e virou uma meleca alienígena grudando em tudo, porque a pele não absorveu e aí acabei lavando. No dia seguinte, tentei usar novamente, mas grudou de novo no chinelo, no tênis e na vida em geral. E olha que nem passei muito, é que o óleo tem uma textura muito... bom, oleosa e densa. Não recomendo, não". - Nadiajda Ferreira

Publicidade

5. Óleo de coco como hidratante facial: "Talvez usar uma vez por semana funcione, mas todo dia não pareceu boa ideia".

Flora Paul / BuzzFeed Brasil

"Quando você pensa em colocar óleo no rosto, na hora vem aquele temor de espinhas. Mas faz um tempo que os óleos começaram a ser aceitos como hidratantes até para pessoas com pele oleosa, então fui com a cara e a coragem.

A verdade é que de todos os usos do óleo de coco, esse deve ser um dos que o cheiro mais incomoda: você fica se sentindo uma sobremesa. Usei antes de dormir e você fica meio pegajosa, mas não sujou o travesseiro e acordei com a pele hidratada e, pelo menos foi uma impressão, com manchinhas mais claras.

Agora, na segunda tentativa a coisa já deu uma desandada: testei usar como hidratante de dia e senti que a maquiagem ficou sambando. Na terceira tentativa acho que já foi demais para mim e senti umas espinhas ameaçando aparecer. A real é que talvez usar uma vez por semana funcione, mas todo dia não pareceu boa ideia". - Flora Paul

6. Óleo de coco para cozinhar: "Fica bem gostoso quando é usado em pratos de gosto exótico".

Susana Cristalli / BuzzFeed Brasil

"O óleo de coco para cozinhar funciona como uma cruza entre óleo e manteiga, porque tem uma consistência mais pastosa mas quando derrete rende muito.

Usei menos de uma colher de sopa para fritar um ovo (casualmente de duas gemas!) e eu achei que ficou bom – temperei com sal defumado e pimenta do reino – mas o óleo de coco tem um gosto forte que fica na comida sim, e um cheiro adocicado que fica pela cozinha inteira.

Por isso ele fica bem gostoso quando é usado em pratos de gosto exótico, com ingredientes como camarão, gengibre, curry e o próprio leite de coco. Vai do gosto de cada um, mas errado não deu". - Susana Cristalli

7. Óleo de coco para renovar calçados em couro: "Deu muito certo!".

Susana Cristalli / BuzzFeed Brasil

"Deu muito certo usar óleo de coco para dar vida nova às botas de couro. Coloquei em um paninho de feltro um pouquinho do óleo que estava em estado bem pastoso (fora da geladeira em um dia médio-quente) e rendeu MUITO, uma colher de sopa deu e sobrou para um par de botas.

O couro absorveu bem e voltou à cor original, que tinha antes de ser usado por uns dois anos sem cuidados e tomando chuva. Aí aconteceu que esqueci sobre o baú de madeira a colher de sopa com o restinho de óleo de coco, e quando voltei do trabalho tinha batido sol na colher e tinha óleo de coco derretido espalhado por tudo.

Aproveitei e usei o mesmo paninho para passar o óleo sobre o baú e com o que ainda sobrou lustrei mais um par de botas". - Susana Cristalli

8. Óleo de coco como creme para barbear: "Não sei se usaria de novo, não".

Vitor Nascimento / BuzzFeed Brasil

"O óleo deixa a pele bem hidratada para fazer a barba, o que é melhor do que a sensação seca da espuma de barbear. Eu também gostei mais do óleo natural do que aquele frescor artificial dos produtos da farmácia.

Mas o óleo faz um pouco de bagunça para aplicar porque escorre muito e o resultado também ficou aquém porque deixou a minha pele um pouco irritada. Não sei se usaria de novo, não". - Victor Nascimento

Publicidade

9. Óleo de coco como lustra móveis: "Pode ser um bom substituto para o lustra móveis, dependendo do preço e se você gostar do cheiro".

Clarissa Passos / BuzzFeed Brasil

"Eu testei o óleo de coco como lustra móveis na máquina de costura que foi da minha avó e que hoje fica no escritório da minha casa.

Antes do teste, uma coisa que tava me deixando bem preocupada era como o cheiro do móvel ia ficar. Imagina, se fica aquele negócio enjoado e começa a exalar pela casa inteira?

Criei coragem, meti o óleo – bem pastosinho – numa flanela e mandei ver. Na real, fica um cheirinho bem suave e gostoso. Lustra direitinho, mas não é uma coisa que você percebe logo na primeira passada, especialmente se a superfície já é envernizada.

O que eu percebi é que, no caso da máquina, que é beeeem velhinha, tem várias falhas de acabamento na superfície. Nessas falhas, a madeira "chupa" bem o óleo e se eu continuar aplicando por bastante tempo, provavelmente vai dar uma proteção extra ali.

Se você usar em uma peça de madeira crua, não envernizada ou encerada, o efeito deve ser mais notável.

Conclusão: pode ser um bom substituto para o lustra móveis, dependendo do preço e se você gostar do cheiro". - Clarissa Passos

10. Óleo de coco como removedor de maquiagem: "Eu achei que tirou bem a maquiagem, o problema é depois".

Juliana Kataoka / BuzzFeed Brasil

"Para usar o óleo de coco como removedor de maquiagem, você pega um pouquinho do óleo, uma quantidade menor de uma moeda de 5 centavos, esfrega nas mãos até ele se liquefazer, espalha em todo o rosto e depois retira com um algodão.

Eu achei que tirou bem a maquiagem, até aquelas máscaras que grudam bem, o problema é depois! Dá uma sensação de oleosidade que incomoda, mesmo usando antes de dormir e até gostando daqueles hidratantes mais pesadinhos.

Eu não aguentei e acabei lavando com sabonete para o rosto na pia. Ainda saiu um pouco de maquiagem na toalha. Os dois juntos fazem um bom combo. Tirou uns 95% da maquiagem e a pele ficou bem macia". - Juliana Kataoka

11. Óleo de coco como reparador de pontas: "A impressão é que quanto mais estragado tiver o cabelo, mais diferença dá".

instagram.com

"Eu confesso que descobri as vantagens do óleo de coco para cabelo na época que era loira. Eu testava todo óleo que aparecia pela minha frente e o de coco era o que deixava o cabelo com a consistência mais sedosa.

Agora que o meu cabelo está sem química nenhuma, eu confesso que não senti diferença em relação a outros óleos que eu uso normalmente. A impressão é que quanto mais estragado tiver o cabelo, mais diferença dá". - Juliana Kataoka

12. Óleo de coco como creme dental: "Uma experiência lamentável".

Alexandre Orrico / BuzzFeed Brasil

"Olha, não vou mentir: escovar os dentes com óleo de coco foi uma experiência lamentável. Para funcionar, o óleo deve ser misturado com bicarbonato de sódio, o que deixa um gostinho amargo na boca. E a pasta fica bastante líquida, então é bem difícil evitar que o óleo escorra pelo cabo da escova e pingue por aí —e óleo, você sabe bem, não sai só com água, tem que passar um sabãozinho.

Apesar de um monte de pesquisas por aí dizerem que essa mistura é benéfica para a saúde (há quem diga que ela até deixa os dentes mais branquinhos), achei bem pouco prático. Não tive aquela sensação de frescor que a gente tem depois de escovar com as pastas tradicionais e nem senti que meus dentes ficaram limpos. Se a intenção é usar algo com menos ingredientes industriais, uma boa opção é usar produtos de marcas como a Orgânico Natural.

Pelo menos, no fim de tudo, fiquei com um cheirinho de coco". - Alexandre Orrico

Publicidade

13. Óleo de coco para hidratar as cutículas: "Ajudou, mas sinto que teria o mesmo efeito com um hidratante".

Luisa Pessoa / BuzzFeed Brasil

"Não costumo fazer manicure e nunca tiro minhas cutículas. Minha mão como um todo esteve bem ressecada nos últimos dias, e as minhas cutículas estavam sofrendo junto.

O óleo ajudou, mas sinto que teria o mesmo efeito com um hidratante. Também não acho que as cutículas tenham diminuído. Além disso, a pele absorve muito lentamente o óleo (se é que absorve), então seus dedos ficam melecados e inutilizáveis por alguns minutos quando você passa o produto". - Luisa Pessoa

14. Óleo de coco para emagrecer: "Não aguentei mais do que três dias sentindo gosto de coco em tudo".

Juliana Kataoka / BuzzFeed Brasil

“Testei o método óleo de coco para emagrecer e há quem jure que é bastante eficiente. No meu caso, confesso que não fui muito disciplinado, não aguentei mais do que três dias sentindo gosto de coco em tudo que é tipo de comida e a sensação de estar comendo a mesma coisa durante muito tempo”. - Raphael Evangelista

15. Óleo de coco para fazer amizades: "Melhor tentar outros artifícios como “será que vai chover hoje?” ou “como tá fazendo calor, né?"".

Watchara_tongnoi / Getty Images / Juliana Kataoka / BuzzFeed

"Nesta pauta fiquei com a missão de aprender os benefícios do óleo de coco e dar um jeito de fazer uma nova amizade começando a puxar um papo com algo do tipo: “você já ouviu falar do óleo de coco?”. Bom, infelizmente não deu muito certo.

Nessa semana peguei uns seis motoristas diferentes entre táxi e Uber. Tentei botar o assunto nos papos, mas infelizmente não deu muito certo. Achei um pouco estranho perguntar para um motorista do Uber, que também é policial federal, se ele já tinha ouvido falar que o óleo de coco pode ser bom para quem ronca muito.

Num restaurante, comecei a conversar alto com minha namorada mesmo sobre óleo de coco, esperando que a galera das mesas ao lado resolvessem interagir também. Ninguém deu a menor moral e continuaram conversando sobre as outras coisas da vida deles.

Em todos os ônibus que peguei e nos bares que fui esses dias, infelizmente não tive coragem de cutucar alguém do nada e falar: “oi, conhece óleo de coco?”.

Semana passada, tivemos um convidado na firma e ao final do café da manhã perguntei do nada se o convidado conhecia óleo de coco. As pessoas riram porque sabiam da pauta e o moço ficou um pouco constrangido, com uma cara de “pelo amor de Deus, o que ele está falando?”.

Conclusão: para fazer amizades o assunto óleo de coco não é a coisa mais fácil do mundo. Melhor tentar outros artifícios como “será que vai chover hoje?” ou “como tá fazendo calor, né?”". - Davi Rocha

Publicidade