back to top

Até Dirceu foi à festa de deputado que ajudava escola de samba com propina

Petrolão pagou até mesada de rainha de bateria; operação da PF apura desvio de R$ 39 milhões em contratos de empreiteiras com a Petrobras.

publicado

Nesta segunda (4), o juiz Sergio Moro emitiu um novo decreto de prisão contra o ex-tesoureiro do PT e ex-deputado federal Paulo Ferreira (PT-RS). Segundo a acusação, ele recebeu propina de empreiteiras com contratos com a Petrobras.

A fase Abismo da Lava Jato investiga o desvio de R$ 39 milhões — dos quais ao menos R$ 1,5 milhão teriam ido parar com Paulo Ferreira. Uma parte da propina foi parar numa escola de samba.

O esquema revelado hoje funcionava assim: o escritório do advogado Alexandre Romano cobrava "honorários" por serviços jamais prestados às empreiteiras com obras com a Petrobras. Do valor, Romano repassava 70% a Ferreira e ficava com 30% para si.

Publicidade

Tesoureiro do PT após a descoberta do mensalão (2005-2010) e ex-deputado federal (2011-2014), Paulo Ferreira havia sido preso na semana passada durante a Operação Custo Brasil, uma cria da Lava Jato em São Paulo, por ter sido beneficiário do desvio da taxa paga por funcionários públicos federais em empréstimos consignados.

Numa das propinas mais insólitas da Lava Jato até agora, Romano, que agora é delator, contou aos investigadores que transferiu dinheiro para uma escola de Samba de Porto Alegre a mando de Ferreira.

Amiga de Paulo Ferreira, a madrinha da bateria da Estado Maior da Restinga, Viviane da Silva Rodrigues recebia uma mesada de R$ 3.500 por mês entre 2010 e 2012.

O dinheiro, segundo os investigadores, era descontado da propina que Alexandre Romano recebia das empreiteiras contratadas pela Petrobras e paga à moça, por ordem de Paulo Ferreira.

Publicidade

Durante a investigação, os policiais se depararam com fotos da festa feita por integrantes da escola de samba por ocasião do aniversário de Paulo Ferreira em 2014.

Ele era candidato à reeleição...

Teve muito samba.

Muita gente prestigiou.

Teve bolo.

Discurso do aniversariante.

Até o ex-ministro José Dirceu apareceu e discursou.

José Dirceu foi preso pela Lava Jato em agosto do ano seguinte. Ele já foi condenado a 23 anos de cadeia, a mais dura pena da Lava Jato até agora.

O BuzzFeed Brasil ainda não havia conseguido ouvir a defesa de Paulo Ferreira nem representantes da escola de samba Estado Maior da Restinga até a publicação desta reportagem.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss