back to top

10 famosas brasileiras que deram bons exemplos de aceitação do corpo

Respeita as mina.

publicado

1. A Manu Gavassi, que se chocou com o tanto de Photoshop usado na foto dela mesma para uma capa de revista e lançou a campanha #MeSintoLindaComoSou no Twitter.

Manu também publicou um ensaio com fotos sem retoque em seu Instagram. "Depois de anos sofrendo pra que a minha imagem agrade as pessoas e a mim, anos tentando ser parecida com capas de revista, percebo que ser linda e sexy na vida real é o oposto disso", escreveu a cantora.

Publicidade

3. A Gaby Amarantos, que posou para a revista Tpm com o manifesto "Eu não visto 38. E daí?".

Na entrevista para a revista, Gaby explica que é feliz mesmo não sendo magra: "Vi que perdi muito tempo da minha vida sendo infeliz e me aceitei completamente. Uso a roupa que quero, mesmo que tenha que mandar fazer. Rebolo no palco, me sinto sensual. As pessoas acham que se você não é magra você tem que ser infeliz. Eu não sou infeliz."

5. A Alessandra Negrini, que passou a se achar mais bonita não por estar com um corpo "melhor", mas por se aceitar.

"Quando era mais jovem, uma celulite, uma estria por causa da gravidez me incomodavam mais. Eu fazia massagem, mil coisas. Hoje me acho mais bonita do que antes. Não é porque meu corpo está melhor, é porque estou mais livre comigo mesma", disse a atriz para revista Tpm.

6. A Preta Gil, que escreveu no Instagram como também é parte do padrão de beleza já que tem o corpo da maioria das brasileiras.

Preta ainda foi direta com comentaristas que falaram de suas celulites: "Existem muitas mulheres que levam em consideração o que vocês falam e acabam pagando um preço alto para se encaixar no padrão imposto pela sociedade e mídia."

7. A MariMoon, que posou nua para o projeto artístico #365nus como parte de seu momento de autoaceitação.

"Sempre tive vontade de ser clicada nua por um artista e o convite do Fernando Schlaepfer veio num momento muito importante pra mim de empoderamento, auto aceitação, liberdade. Tô vivendo tudo isso intensamente e compartilhando como sempre com todos vocês", Mari escreveu no Insta.

Publicidade

8. A Taís Araújo, que já teve vergonha de ir à praia, mas passou a encarar sua relação com seu corpo de outra forma.

Para o site Ego, Taís comentou sobre como mudou a forma de encarar seu corpo. "Maturidade é a melhor coisa que existe. Quando era jovem, queria corpo de capa de revista. Mas eu tenho corpo de brasileira: cintura fina, quadril, bunda. Eu não ia à praia com vergonha, que coisa ridícula! Hoje, não estou nem aí! Tenho estria, tenho tudo. Dane-se. Não gostou? Fecha o olho!", disse.

9. A Alinne Rosa, que respondeu com a frase "Meu corpo, minhas regras" uma pergunta sobre sua roupa.

Entrevistada sobre seu figurino no Carnaval de Salvador, a cantora disse "Meu corpo, minhas regras. Eu sou livre e todas as mulheres tem esse poder."

10. A Fluvia Lacerda, considerada a "Gisele das modelos plus size", que tenta influenciar mulheres a gostarem de si mesmas e não se deixarem afetar pela opinião alheia.

Em entrevista para a revista Claudia, Fluvia disse: "Se alguém mostrar que está incomodado com a sua aparência, o problema não está em você. Mas, sim, em quem te julga por isso."

A Semana De Bem Com o Seu Corpo é voltada para explorar e celebrar nossas complicadas relações com nossos corpos. Você pode ler os posts da Semana De Bem Com o Seu Corpo aqui.

Em parceria com