back to top

21 dicas para comprar roupas em lojas de departamento como uma expert

Nunca achar nada de bom, não ter o que vestir mesmo com o armário lotado e comprar e se arrepender serão coisas do passado depois deste post.

publicado

1. Antes de tudo, olhe para as roupas do seu armário como você olha para as roupas de uma loja.

pequeninavanilla.com.br

Você compraria hoje o que tem no seu armário? Entenda o que você gosta, o que você compra e nunca usa, o que usa quando não faz ideia do que vestir e separe o que está em excesso para doação ou um bazar entre amigas (que tal?).

Em seguida, tente perceber o que está faltando e faça uma lista do que você precisa. Saia lápis preta coringa? Camisa branca? Assim você não gasta dinheiro à toa!

2. As lojas são divididas em setores. Descubra onde ficam as peças que te interessam!

fflash.me

Repare nessa organização e você vai entender rapidinho onde fica seu estilo. A divisão costuma ser:

- Social, para trabalhos e situações que pedem look formal

- Adulto, com tecidos mais sofisticados e cortes mais conservadores

- Jovem ou fashion, focando em tendências do momento

- Sexy ou balada, com brilhos, transparências e looks de festa

- Básicos, com peças jeans, camisetas lisas e cardigãs

3. Nunca acha nada? Comprar é uma arte que demanda tempo e paciência!

Google Images

Já perguntou para uma amiga onde ela comprou aquela roupa incrível, ouviu que é na mesma loja que você costuma ir e pensou "mas eu nunca acho nada"? É porque provavelmente ela não é tão apressadinha quanto você.

Publicidade

4. Vá ao provador mesmo se houver fila.

fflash.me

Você sempre pode trocar peças depois, mas é muuuito mais fácil provar antes de pagar, especialmente com vestidos e partes de baixo.

Bônus: as compras por impulso diminuem. Por exemplo: aquela blusa pode parecer maravilhosa na arara, mas quando você experimenta o corte nem é tão bom.

5. Vá às compras com roupas e calçados confortáveis e fáceis de tirar na hora de provar.

julianalongano.wordpress.com

Afinal já combinamos que você vai vai bater perna com paciência e, com certeza, passará no provador, né?

7. Faça uma lista com o que você está precisando e outra com o que você está desejando.

lalamerola.com.br

Comprar um vestido de paetês é mais divertido que comprar uma camisetinha branca básica, mas quantas vezes uma camiseta básica não fez falta no seu look?

8. Saiba o que você quer, mas não idealize demais. Isso pode acabar frustrando seu objetivo, que é fazer boas compras.

hamburguesinha.com.br

Você tá superdesejando uma peça, mas por mais que se depare com mil versões, nunca encontra a dos seus sonhos.

Se você já procurou com tempo e paciência, talvez seja melhor não bater cabeça: ou você aceita as opções, ou vai a uma costureira.

Publicidade

9. Amou a peça, mas "precisa" comprar outras para usar junto? Não faça isso. Pense em combinações com o que você já tem!

hojevouassimoff.com.br

Proponha um desafio para si mesma: pense em formas de usar a peça com o que você já tem, se não é cilada na certa!

A Ana do Hoje Vou Assim Off sugere cinco combinações de blusas com cada parte de baixo.

10. Desvende a numeração das lojas (mas lembre que a etiqueta é só um número!)

youtube.com

Só mesmo provando você aprende o seu número em cada loja. Você pode vestir o tamanho 40 na C&A, o 38 na Renner e o 28 na Zara.

E não importa se o número da etiqueta é maior do que você gostaria: o que vale é o caimento da roupa!

11. Algumas etiquetas mostram toda a grade de numeração, então você sabe se irá ou não encontrar outro tamanho daquela peça.

aicomoeutoblogueira.blogspot.com.br

Na Zara, por exemplo, você já descobre se vai encontrar ou não o seu tamanho pela indicação em qualquer etiqueta!

No caso desta, o S (pequeno) é o número daquela peça, por isso ele está destacado, mas nela aparecem que também há opções em M (médio) e L (grande). Às vezes você pega uma peça com a etiqueta que vai do XS ao XL (PP ao extra-grande) e outras etiquetas tem só um S ou um L, por exemplo.

12. Inclua os ajustes no preço final da compra.

marinacasemiro.com.br

É de se considerar se fazer a barra vai custar a metade do valor da própria peça.

Bônus: algumas lojas oferecem serviços de ajuste gratuitos! Pergunte aos vendedores se a loja em que você está faz ajustes.

13. Seja profissional em custo-benefício: faça a fórmula “preço” x “quanto você vai usar”

justlia.com.br

Dica: peças da moda (saia short, quimono, jeans rasgadíssimo) costumam enjoar mais rápido, então quanto mais baratas, melhor!

Publicidade

14. Não tenha vergonha de perguntar pelo item no seu número. O estoque existe para isso!

Divulgação/Riachuello

É costume só perguntar se há uma peça no seu número em época de liquidação, e aí as possibilidades de outros tamanhos já estão baixas. Mas durante o ano o estoque é maior do que você imagina. Não achou? Pergunte!

15. Tá em dúvida se leva mesmo aquela peça? Espere as liquidações.

buzzfeed.com

Lembra do caso do vestido da Versace para a Riachuelo que caiu de R$ 379,90 para R$ 29,90?

Pró: Atualmente as liquidações acontecem ainda na estação das coleções. Se você não tem aqueeela certeza se deve comprar, que tal esperar o preço abaixar?

Contra: talvez você não encontre seu número depois.

17. Vire a peça do avesso e analise a qualidade da roupa.

hojevouassimoff.com.br

Toda loja têm peças baratas e caras, com qualidade ou mais descartáveis. Responda:

- O tecido é quente ou fresco de acordo com a função da peça?

- O caimento encaixa direitinho no corpo?

- As costuras estão bem-feitas?

- Os lados estão simétricos?

Ver como a peça é ao contrário, analisando os acabamentos, é uma ótima ideia!

18. Dê uma olhadinha nos setores masculino e infantil, por que não?

blogdokadu.com

Os sapatos infantis da Zara vão até a numeração 36. Já as camisetas masculinas da maioria das fast fashion têm estampas descoladas, modelagem mais solta e ficam ótimas com legging. Um novo mundo de opções se abre!

Publicidade

19. Não parcele: compre só o que você pode pagar já!

Google Images

Como ensinam as meninas do Oficina de Estilo, antes de ir para o caixa se pergunte: Você pode pagar agora? Vale a pena? Você já pagou as contas do mês? Você vai querer essa roupa amanhã?

20. Estudos apontam que ir às compras com uma amiga é melhor!

instagram.com

Uma pesquisa publicada no "Journal of Retailing and Consumer Service" revela que você se sente menos impulsiva quando faz compras acompanhada.

Bônus: você já tem uma segunda opinião e não precisa mandar fotos do provador por WhatsApp!

21. As fast fashions expõem novos itens em um dia específico da semana. Pergunte ao vendedor qual é o dia de reposição!

semcensurasporfavor.com

Assim você sabe quando conferir as novidades e até que dia pode comprar o que estava de olho naquela coleção.

22. Faça sim uma loucurinha de vez em quando!

pinterest.com

Amiga, você tem todo o direito de gastar num sapatinho de cristal mesmo se só anda de tênis. Só não pode se endividar nem fazer disso um hábito. Fora isso, divirta-se!

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss