back to top

11 teorias de fãs em que nossas séries favoritas "são apenas um sonho"

Alerta de spoiler PARA. TODAS. AS. SÉRIES.

publicado

1. "Rugrats: Os Anjinhos"

Nickelodeon

Esta é provavelmente uma das teorias ~tudo era um sonho~ mais conhecidas. A teoria é a seguinte:

Angelica era uma criança solitária, ignorada pelos pais, e imaginou todos os outros Rugrats para ter companhia. Mas essa nem é a parte mais sombria – os bebês eram reais, mas haviam morrido tragicamente. Chuckie havia morrido em um acidente de carro, o que explicaria o comportamento neurótico do seu pai. Tommy nasceu natimorto, o que levou Stu à loucura, por isso ele passa o tempo todo no porão, criando brinquedos. A mãe de Phil e Lil abortou, e Angelica nunca descobriu o sexo do bebê, por isso inventou gêmeos idênticos, um menino e uma menina. Kimi foi levada pelo conselho tutelar, porque sua mãe era viciada em drogas. O único bebê de verdade era Dil e por isso ele era o único que não falava na série.

Se você ficou horrorizado com essa teoria, não precisa se preocupar – a criadora da série, Arlene Klasky, disse ao BuzzFeed no ano passado que essa teoria não tem nenhum sentido.

2. "Friends":

NBC

Alguns anos atrás, um usuário do Twitter bolou uma teoria que afirmava que toda a trama de "Friends" era apenas um delírio da mente de Phoebe, consumida pela metanfetamina. De acordo com a teoria, Phoebe é uma moradora de rua viciada em metanfetamina que dorme em um banco no Central Park e vê o resto da turma através da janela da cafeteria, imaginando fazer parte da vida perfeita deles. Os nomes dos personagens, segundo esta teoria, sequer são Chandler, Ross, Monica e Rachel – esses são os nomes que Phoebe imaginou para eles – e eles possuem personalidades completamente diferentes.

A série terminaria com o grupo passando por Phoebe na rua e se referindo a ela como a "louca que sempre fica nos encarando". Ela retornaria ao Central Park, onde adormeceria no banco em frente da clássica fonte. Começaria a chover e ela abriria seis guarda-chuvas coloridos.

3. "The Walking Dead":

AMC

Como é tradicional nas histórias de apocalipse zumbi, essa aqui também começou com o protagonista acordando de um coma – por isso, obviamente, há uma teoria de que Rick ainda está em coma e o apocalipse é apenas fruto da sua imaginação. Tudo começou quando um povo no Reddit começou a questionar o fato de Rick ter sobrevivido 46 dias em coma (após o início do apocalipse e antes de acordar) sem água ou qualquer tipo de cuidado.

Há anos os fãs especulam que a série terminará com Rick acordando do coma ou com seus aparelhos sendo desligados e Lori, Carl e Shane chorando em seu leito – mas isso também já foi desmentido pelo criador da série. Vamos então nos focar na teoria insana de que Rick "morreu" ainda no coma, mas que já tinha sido infectado pelo vírus – isso o teria afetado de uma maneira diferente, e por isso Rick na verdade é um zumbi consciente.

4. "Buffy, a Caça-Vampiros":

The WB

Essa aqui é graças ao episódio "Normal de Novo", da sexta temporada. No episódio, Buffy é vítima de um demônio que faz a caça-vampiros crer que está internada em um asilo e que todos os seus amigos – e seu "trabalho" de caça-vampiros – são imaginários. A teoria dos fãs é que esse é o único episódio que mostra a verdadeira Buffy, e o restante da série se passa apenas em sua cabeça. Na "realidade", a mãe de Buffy ainda está viva e casada com seu pai, Dawn não existe e é apenas fruto da imaginação de Buffy (o que explicaria o porquê de sua aparição do nada na quinta temporada) e sua vida como caça-vampiros é apenas um delírio escapista. No fim do episódio, Buffy "escolhe" a realidade de Sunnydale, abraçando de vez seus delírios.

Joss Whedon, criador da série, concorda que esse episódio coloca a série sob uma nova perspectiva, mas pessoalmente não adere à essa teoria e acha que a vida de Buffy como caça-vampiros era a do mundo "real".

5. "Breaking Bad":

AMC

Antes de interpretar Walter White em "Breaking Bad", Bryan Cranston interpretou Hal, pai do personagem título em "Malcolm". Obviamente, porque ninguém respeita nada, isso levou os fãs a bolarem teorias de que tudo o que se passou em "Breaking Bad" era apenas um sonho que Hal estava tendo no mundo de "Malcom". Chegaram até a filmar um final alternativo de brincadeira, que mostrava Hal acordando na cama ao lado de sua esposa, Lois, e descrevendo os eventos assustadores do sonho dele.

Há mais teorias que misturam "Breaking Bad/Malcolm", a maioria delas sobre Hal e Walt serem a mesma pessoa – ou Walt ser um Malcom crescido.

6. "Galera do Barulho":

NBC

Essa teoria é baseada na existência de outra série: "Good Morning, Miss Bliss", sitcom adolescente dos anos 80 que foi ao ar no Disney Channel e era estrelada por Zack Morris e mais alguns rostos familiares, como seus amigos Screech Powers e Lisa Turtle.

Na série, Zack estuda em uma escola chata no Indiana, não é popular, não se dá bem com as garotas, seus pais são divorciados e ele tem um irmão. Essa teoria afirma que o spin-off de Good Morning, Miss Bliss, "Galera do Barulho", é na verdade fruto da imaginação de Zack, que sonha em estudar em uma escola divertida na Califórnia, ser popular, ser ótimo em tudo que faz e sair com a menina mais bonita da escola. Seus pais são casados e ele é filho único, recebendo toda a atenção. O autor dessa teoria ainda vai além e afirma que a música-tema da série – que descreve um dia na vida de um estudante de ensino médio malsucedido – demonstra como "realmente" é a vida de Zack.

7. "Os Simpsons":

FOX

No início, "Os Simpsons" era 100% ~real~ – mas essa teoria afirma que Homer está em coma desde um episódio em 1993, e os eventos da série nos últimos 24 anos se passaram apenas em sua imaginação.

Tudo começou em um episódio de 1992, "Homer o Herege", no qual Homer conversa com Deus. Durante a conversa, Deus dá a entender que Homer morrerá daqui a seis meses – e, efetivamente, seis meses depois foi ao ar um episódio no qual Homer se envolve em um acidente e acaba em coma. No fim do episódio, Homer acorda subitamente e começa a enforcar Bart, mas os teóricos acreditam que esse final é conveniente demais e que Homer nunca mais acordou do coma.

Isso explicaria o porquê de nenhum dos personagens envelhecer, a razão das tramas da série terem ficado cada vez mais fantasiosas após 1993 e o motivo do fluxo constante de pessoas super famosas surgindo em Springfield – porque Homer está imaginando tudo.

No entanto, Al Jean, showrunner de "Simpsons", desmentiu a teoria em 2015, classificando-a como "interessante, mas descabida".

8. "Pretty Little Liars"

ABC Family

Os fãs de "Pretty Little Liars" são notórios pelas suas teorias fantasiosas (e, mesmo assim, de alguma maneira ainda plausíveis dentro da realidade da série), por isso não é surpresa que pelo menos uma delas seja sobre a série inteira ser fruto da imaginação de uma das personagens.

Em 2015, alguns fãs de "PLL" começaram a especular que a série inteira se passava dentro da cabeça de Aria, durante o tempo em que passou internada no Sanatório Radley. Eles afirmam que a garotinha que vimos assassinando sua irmã gêmea no episódio de Halloween da segunda temporada era Aria e que, por isso, ela foi internada em Radley. Os eventos da série são, na verdade, apenas a trama de um livro que Aria está escrevendo trancafiada em Radley. E como se isso não fosse o bastante, há outra teoria que afirma que Spencer também está internada em Radley com Aria, que as duas são "melhores inimigas" e que Emily e Hanna foram criadas pela imaginação das duas.

9. "Grey's Anatomy":

ABC

A teoria de que Meredith Grey tem Alzheimer e que a série é sobre ela contando histórias fantasiosas e não inteiramente verdadeiras para seus filhos há muito tempo é uma das preferidas dos fãs.

Tudo começou no primeiro episódio da série, cujo final revela que a narração de Meredith, ouvida ao longo do episódio, era uma história que ela estava contando para a mãe, que vivia em uma casa de repouso. Desde então, os fãs passaram a especular que todos os episódios são apenas histórias que Meredith está contando aos filhos, em algum ponto do futuro, e que ela mistura realidade e ficção por causa do Alzheimer que está consumindo sua mente. Isso explicaria por que o hospital Grey Sloan e seus funcionários sofrem com um número particularmente alto de acidentes trágicos – porque Meredith acha que isso dá uma boa história.

10. "Pokémon":

TV Tokyo

Uma teoria Creepypasta popular afirma que, após Ash ter sido atingido por um raio nos primeiros episódios de "Pokémon: Liga Índigo", ele entrou em coma e os eventos dos episódios seguintes são apenas um grande sonho. Segundo essa teoria, o restante da série mostra Ash realizando suas fantasias mais loucas e tornando-se um mestre Pokémon, o que seria uma representação do "verdadeiro" Ash tentando escapar da realidade do seu coma.

Isso explicaria a razão de Ash nunca envelhecer, ninguém trocar de roupa e o motivo pelo qual, apesar de percorrer grandes distâncias, ele nunca usa a bicicleta – porque estava andando de bicicleta quando foi atingido pelo raio. Também explicaria o porquê de, apesar de viajar para um monte de localidades, todas as cidades possuírem a mesma policial e enfermeira em todos os ginásios Pokémon. Há muitas outras evidências que necessitariam de vários parágrafos para serem descritas, por isso, se quiser saber mais, por favor, visite este site (em inglês).

11. "Um Maluco no Pedaço":

NBC

Um usuário do Reddit bolou essa teoria totalmente baseada na música-tema do programa: Will morreu e os eventos da série retratam ele tentando resolver suas pendências no céu (ou, o que é mais provável, no purgatório).

A teoria afirma que Will morreu no parque da zona oeste da Filadélfia (onde ele "se meteu em uma briguinha" e sua "mãe ficou assustada"). O motorista do táxi que ele pega para Bel Air é Deus – e é por isso que ele achou que o táxi era "especial" – e ele vai viver no paraíso com uma família rica imaginária em uma enorme mansão.

Concluindo: Teorias de fãs são loucas e todas as séries são "Lost". Até mais.

Este post foi traduzido do inglês.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss