back to top

Crianças negras participam de campanha "não me vejo, não compro"

Tudo começou com embalagem de fantasia do Finn de "Star Wars" ilustrada por modelo branco.

publicado

No começo do mês, esta foto viralizou nas redes sociais. Ela mostra a alegria de um menino negro com o boneco do personagem Finn.

facebook.com

Pouco depois, perceberam que a embalagem da fantasia de Finn, o personagem de "Star Wars -- O Despertar da Força" vivido pelo ator negro John Boyega, era ilustrada por um menino branco.

Foi aí que a página Crespinhos S.A. decidiu promover a campanha "Não me vejo, não compro".

coração partido ** cabelos lisos ** coração partido.
Facebook: CrespinhosSa

coração partido ** cabelos lisos ** coração partido.

Então os pais começaram a mandar fotos de suas crianças com cartazes.

A ideia é fazer com que as marcas pensem no público negro como consumidores que desejam, como todos, ser representados.

Modelos e imagens importam e devem contemplar todas as etnias.

A Rubies Brasil, empresa responsável pela fantasia em questão, publicou uma nota de esclarecimento. Eles disseram que os produtos são feitos pensando na fidelidade do traje, não do personagem, e agradeceram pelas críticas.

facebook.com

A Crespinhos, que é uma agência de serviços de fotografia, edição e produção focada no segmento afro, voltou ao assunto da representatividade em fantasias com um novo post, que mostra embalagens com crianças de várias etnias usando as fantasias.

Facebook: CrespinhosSa
Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.