Posted on 16 de nov de 2016

    Uma americana diz ter encontrado um rato morto em um vestido da Zara

    "Meus olhos viram que era um rato, mas meu cérebro não acreditava."

    Uma mulher de 24 anos de Nova York está processando a Zara depois de supostamente ter encontrado um rato morto costurado em um vestido da loja.

    Morelli Law Firm

    Cailey Fiesel comprou o vestido no dia 5 de julho de uma loja em Connecticut (EUA), de acordo com sua ação judicial.

    Ela pendurou o vestido em seu armário, e o vestiu pela primeira vez algumas semanas depois.

    Quando chegou ao trabalho, começou a notar um "forte odor" do qual não conseguiu se livrar, segundo o processo.

    Mais tarde, Fiesel disse que sentiu algo que pensou ser um fio solto pendurado no vestido, e o procurou para cortá-lo. "Para seu total choque e descrença, conforme ela passou a mão por dentro do vestido, sentiu um volume incomum e, de repente, se deu conta de que não era uma linha que a estava incomodando", diz o processo. "Na verdade, era a pata de um roedor."

    Fiesel imediatamente correu para tirar o vestido. Quando o fez, segundo o processo, viu um roedor dentro da costura.

    Morelli Law Firm

    Fiesel disse ao "New York Post" que o roedor em decomposição tinha cerca de 6 centímetros.

    "Eu congelei – fiquei paralisada de medo", disse. "Meus olhos viram que era um rato, mas meu cérebro não acreditava."

    Um porta-voz da Zara dos EUA disse ao BuzzFeed News que a empresa está investigando o caso.

    Andrea Comas / Reuters

    "A marca possui rígidos padrões de qualidade, segurança e padrão em todo o mundo. Estamos comprometidos em garantir que todos os nossos produtos alcancem esses padrões", disse o porta-voz.

    Este post foi traduzido do inglês.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form