Updated on 28 de set de 2018. Posted on 28 de set de 2018

    A Juyè ‏explicou direitinho porque não é legal se fantasiar de índio

    "A gente só quer ser respeitado, como qualquer outra pessoa merece ser."

    A cantora e compositora Juyè, que é nascida e criada na aldeia de parakaña, no Tocantins, respondeu de maneira bastante direta um tuíte de uma moça que se maquiou como índia.

    Na verdade a gente só quer ser respeitado, como qualquer outra pessoa merece ser. Não somos fantasia, muito menos opção pra vc, branco ou qualquer outra pessoa, passar uma maquiagem merda na cara e questionar se pode? A resposta é não, mas parabéns. Vc ganhou o biscoito 👏🏽 https://t.co/P6svXzwUhj

    Antes da Vitória, outra moça viralizou no Twitter ao se "fantasiar" de índia.

    Juyè criticou justamente quem só se lembra do índio quando pensam em se vestir como um.

    O meu questionamento é: como vcs defendem tanto o uso da fantasia/maquiagem indígena e se calam na hora de nos defender quando perdemos terras? Quando somos massacrados? O q te faz pensar q todos os índios “civilizados” vivem aqui pq querem?

    A publicação dela recebeu muitas respostas e algumas delas questionando o fato dela ser índia e estar usando o Twitter. 🤦‍♂️

    É o famoso “índio não usa celular, volta pra sua terra”. Ok, mas que terra? Nossa briga maior é com madeireiros, empreiteiras, fazendeiros, não vejo vcs da turma do “isso é mimimi” defendendo a nossa causa. Ou seja, o índio pra vocês é fantasia, mesmo não sendo extinto.

    Por outro lado, a Vitória, que havia sido mencionada na publicação da Juyè, se justificou.

    @ruggcaetano Minha vó era Índia,nunca ouvi ela falar sobre se sentir despeitada com pessoas que usam esse tipo de maquiagem,pelo contrário ela sempre me maquiava assim, e adorava fazer nas minhas primas também, então só por causa da opinião de uma Índia, significa que é isso que todos sentem?

    Enquanto isso, a Juyè recebia comentários como este.

    @tijolonaorevida Eu sou mulher, o que é maquiagem pra ela, pra mim tem outro significado.

    E reafirmou sua condição de índia, independente de estereótipos.

    Hipócritas são vocês. E outra, antes que perguntem se eu falo Guarani/tupi guarani/“língua da tribo”: sim e eu fui alfabetizada em português somente aos 14 anos. Não vim pra cá nem pq quis, mas me adaptei como muitos. Isso não faz de mim menos Índia. Obrigada.

    Veja também:

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form