22 de set de 2015

    A hashtag #ShoutYourAbortion quer quebrar o estigma do aborto

    As duas mulheres americanas por trás da hashtag estão tentando mudar o jeito da sociedade falar sobre aborto.

    Durante o fim de semana, mulheres americanas começaram a compartilhar histórias pessoais nas redes sociais sobre os abortos que fizeram, usando a hashtag #ShoutYourAbortion.

    O BuzzFeed pediu permissão a cada mulher para usar os tuítes inclusos neste artigo.

    18 & broke + pregnant = bad. Abortion + 3yrs later + married + stable job = a great life for my baby. #ShoutYourAbortion

    18 & totalmente quebrada + grávida = ruim. Aborto + três anos depois + casada + trabalho estável = uma ótima vida para o meu bebê.

    #ShoutYourAbortion foi criado durante este fim de semana após a escritora Lindy West ter compartilhado o seguinte tweet.

    O tuíte inclui uma publicação do Facebook escrita por Amelia Bonow, uma colega escritora e autoproclamada "agitadora da Internet":

    The campaign to defund PP "relies on the assumption that abortion is to be whispered about." #ShoutYourAbortion

    West e Bonow criaram a hashtag juntas depois que a Câmara dos Estados Unidos votaram 241 a 187 para suspender o financiamento federal para Planejamento Familiar na sexta-feira.

    O texto diz:

    "Olá pessoal. Mais ou menos um ano atrás eu fiz um aborto em uma Planned Parenthood na Avenida Madison e eu lembro desta experiência com um nível enorme de gratidão. Eu gostaria de falar sobre o ótimo cuidado que eu recebi de cada mulher daquela clínica naquele dia, mas eu vou esperar um pouco porque eu escrevi uma coisa que eu quero compartilhar logo mais em um projeto que estou trabalhando em parceria com a Kimberly Morrison. Eu estou contando isso hoje porque a narrativa daqueles que estão tentando desclassificar o Planned Parenthood se baseia na concepção de que o aborto é algo para ser falado aos sussurros. Algumas pessoas ainda acreditam que de alguma forma -- se você é uma mulher boa -- o aborto é uma escolha que está acompanhada de algum nível de tristeza, vergonha ou arrependimento. Mas quer saber? Eu tenho um coração bom e ter feito um aborto me fez feliz de uma maneira que eu não consigo classificar. Por que eu não estaria feliz por eu não ter sido forçada a me tornar mãe?"

    Bonow disse ao BuzzFeed que ela publicou seu status inicial no Facebook "de repente", porque ela teve uma "experiência incrivelmente positiva" ao fazer o aborto.

    Ela publicou o status "para me alinhar verbalmente com o Planejamento Familiar… e permitir que outras mulheres saibam que eu acredito que o nosso contínuo silêncio generalizado indica que esse estigma venceu."

    Facebook: amelia.bonow

    Amelia Bonow

    West também falou abertamente no Twitter sobre seu próprio aborto e suas razões para fazê-lo.

    My abortion was in '10 & the career I've built since then fulfills me & makes me better able to care for kids I have now. #ShoutYourAbortion

    Meu aborto foi em 2010 e a carreira que eu construí desde então me ajuda a ser uma pessoa melhor para cuidar das crianças que eu tenho agora

    Depois do tuíte de West, mais mulheres seguiram com a hashtag que ela usou em sua publicação original. Elas começaram a falar abertamente sobre o motivo pelo qual elas escolheram fazer o aborto.

    Aqui estão alguns tweets de mulheres que contribuíram para a conversa:

    I've had 2 abortions. I don't have to justify or explain them to anybody. My life is more valuable than a potential life. #shoutyourabortion

    Eu tive dois abortos. Eu não preciso justificar ou explicá-los a ninguém. Minha vida tem mais valor do que uma vida em potencial

    Abortion is a medical procedure, not a moral quagmire. It is more dangerous to give birth than it is to have an abortion. #shoutyourabortion

    Aborto é um procedimento médico, não um atoleiro moral. É mais perigoso ter um bebê do que fazer um aborto.Nota da editora: ela está falando do contexto do país dela e de quando o aborto se torna legal.

    Muitas mulheres falaram sobre não terem se arrependido da sua decisão de fazer um aborto.

    I had an abortion nine years ago. I don't regret it ever #shoutyourabortion

    Eu fiz um aborto nove anos atrás. Eu não me arrependo de nada

    Ex partner of 4 yrs forced me into 2 abortions. My life is better now but only through the support of PP. #IStandWithPP #ShoutYourAbortion

    Meu ex-parceiro de quatro anos me forçou a fazer dois abortos. Minha vida é melhor agora, mas apenas com o apoio do #PP

    Had an abortion procedure done at age 22 because I was WAY too young to parent. Have never, ever regretted it. #ShoutYourAbortion

    Eu fiz um aborto aos 22 anos porque eu era MUITO jovem para ser mãe. Eu nunca, nunca me arrependi disto.

    "Se você observar os alicerces ideológicos do movimento contra a escolha, é claríssimo que a guerra contra o aborto é, na realidade, uma guerra contra as mulheres – a autonomia reprodutiva e corporal das mulheres e ao papel da mulher em geral," Bonow disse ao BuzzFeed.

    Embora algumas mulheres tenham se juntado em apoio, existem muitos outros – homens e mulheres – que ficaram ofendidos com a hashtag:

    I'm not naive, I understand abortion. What I don't understand is why you'd #shoutyourabortion. What are you bragging about? #barbaric

    Não sou burra, eu sei o que é aborto. O que eu não entendo é porque você precisa falar disso. Do que você está se gabando?

    Wow. #shoutyourabortion is a trending hashtag? This is how low the morals of this country have dropped. People are proud of this? So sad.

    #shoutyourabortion is classless. Have some decency ladies

    Falar sobre o aborto é falta de classe. Tenham decência, senhoras
    essa hashtag é absolutamente nojenta

    Vários outros também apoiaram a hashtag:

    This #ShoutYourAbortion hashtag is amazing.

    A hashtag #ShoutYourAbortion é maravilhosa

    I stand with all those who have had, or might ever need an abortion. You deserve safety and agency, above all else. #ShoutYourAbortion

    Eu estou do lado de todos aqueles que tiveram ou precisarão em algum momento de um aborto. Você merece segurança e assistência, acima de tudo.

    #ShoutYourAbortion is so so important. Thanks to everyone for sharing

    Essa hashtag é muito importante. Obrigado a todos por compartilharam.

    Quanto aos detratores, Bonow disse que ela não irá deixar que eles a impeçam de fazer o trabalho que ela e West desejam alcançar.

    "Não há nada em #ShoutYourAbortion que glorifique o aborto, apesar de eu não achar que haja nada remotamente imoral ou homicida no procedimento em si", ela diz.

    Por último, Bonow disse que ela espera que o "#ShoutYourAbortion mude a forma como a sociedade fala sobre aborto e que ajude as mulheres que fizeram aborto a se sentirem livres para falar sobre o que quiserem sem medo do estigma."

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form