Eis a viagem que todo fã de "Harry Potter" precisa fazer o quanto antes

    Para quando seu pó de flu acabar.

    Os filmes da série "Harry Potter" têm uma fotografia seriamente impressionante e bela.

    Warner Bros.

    Com cenas filmadas em vários locais no Reino Unido, de castelos e mosteiros a lagos e colinas, a série basicamente consiste em oito filmes de uma campanha de turismo.

    Caso tenha o sonho de viajar pelo interior inglês para visitar os locais de filmagem pessoalmente, pode parar de procurar. Aqui está a melhor rota a seguir para garantir que você vá a todo lugar que valha a pena ver.

    Ryan Pattie / BuzzFeed

    PRIMEIRA PARADA: LONDRES

    Warner Bros.

    Essa é uma primeira parada óbvia na sua viagem. Apesar de boa parte do filme ocorrer na área rural, Londres está repleta de locais de filmagem.

    Lá tem o Largo Grimmauld da vida real, o zoológico onde Harry libertou uma píton e, obviamente, a Plataforma 9 e 3/4.

    Dave Catchpole / Creative Commons / Via Flickr: yaketyyakyak

    Então vá até o Warner Bros. Studio Tour, no qual você poderá ver os sets e adereços reais de todos os oito filmes, beber uma cerveja amanteigada e até mesmo andar pelo Expresso de Hogwarts. Separe um dia inteiro para chegar lá e explorar, já que não é algo pra ser visto às pressas!

    Além disso, se conseguir ingressos, não deixe de assistir "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada". Apesar da história em si causar controvérsia entre os fãs, a produção é arrebatadora e, definitivamente, uma experiência digna de lista de desejos.

    PARADA 2: OXFORD

    Jemima Skelley / BuzzFeed, Warner Bros.

    Saindo de Londres, a viagem de carro até esta charmosa cidade universitária deverá levar pouco menos de duas horas. Procure passar um dia aqui explorando os prédios antigos e encontre um pub charmoso para jantar.

    Há três locais de filmagem principais que você encontrará em Oxford. Primeiramente, dirija-se à faculdade de Christ Church e visite a escadaria da Torre Bodley. Você a reconhecerá imediatamente como o ponto onde a Professora McGonagall deu as boas-vindas aos calouros de Hogwarts em "Harry Potter e a Pedra Filosofal". Apesar da sala de jantar ao lado não ter sido utilizada nas filmagens, ela foi usada como inspiração para o Grande Salão de Hogwarts. Continue na direção dos claustros da faculdade para ver o corredor onde Hermione disse a Harry que o pai dele fazia parte do time de Quadribol da Grifinória.

    Jemima Skelley / BuzzFeed

    O próximo local que você precisa visitar é a Biblioteca Bodleiana. O único jeito de entrar na biblioteca em si é com um passeio guiado, que vale muito a pena por £ 6. Você começará em uma sala com teto alto que serviu como a ala hospitalar de Hogwarts na maioria dos filmes e o local onde tivemos a fala inesquecível: "Que pena, cera de ouvido!". O passeio levará você até a biblioteca antiga, que foi usada nas cenas da Seção Restrita do primeiro filme. Aqui há livros do século XIV, portanto é um local incrível de se visitar mesmo sem a conexão com Harry Potter.

    Finalmente, visite o New College, um campus lindo e tranquilo onde você encontrará um pátio que parece bem familiar. Lembra daquela cena em que o Alastor "Olho-Tonto" Moody transformou o Draco em uma doninha? Aquilo foi filmado bem aqui, debaixo da árvore no meio dos claustros. Costuma haver menos turistas aqui, portanto há uma boa chance de você ter este lugar só para si.

    PARADA 3: LACOCK

    Wikimedia Commons / Via commons.wikimedia.org

    Lacock fica a apenas uma hora e meia de carro de Oxford, portanto dá de parar aqui para passar metade do dia quando estiver a caminho de Gloucester. Este é um vilarejo pequeno, mas aqui você encontrará uma quantidade surpreendente de locais reconhecíveis.

    Na cidade em si, há uma casinha que serviu como a casa da família Potter durante o flashback em "Harry Potter e a Pedra Filosofal", quando Hagrid contou a Harry a história de Voldemort matando seus pais. Você a encontrará no fim da rua Church Street, logo após a igreja St. Cyriac’s Church. Também há um lar majestoso que foi usado como a casa onde Slughorn se escondeu dos Comensais da Morte em "Harry Potter e o Enigma do Príncipe". Ela está convenientemente marcada no Google Maps como o "Esconderijo do Horácio Slughorn".

    David Dixon / Creative Commons / Via geograph.org.uk

    Em seguida, vá até o Mosteiro de Lacock, uma construção do século XIII que tornou-se as salas de aula e os corredores de Hogwarts durante as filmagens. Você pode percorrer o corredor onde Harry libertou Dobby com sua meia, as salas que foram usadas na aula de Poções do Snape e na aula de Defesa Contra as Artes das Trevas do Quirrell, além da câmara onde o Espelho de Ojesed ficava guardado. O mosteiro também apareceu em "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" durante as cenas de flashback de Hogwarts.

    PARADA 4: GLOUCESTER

    Philip Haling / Via geograph.org.uk, Warner Bros.

    Após sua manhã em Lacock, a Catedral de Gloucester fica a apenas mais uma hora de distância. Passe uma tarde perambulando nesta igreja milenar fingindo estar nos corredores de Hogwarts. Aqui você encontrará o trecho da parede onde "Inimigos do herdeiro, cuidado" estava escrito quando a Câmara Secreta foi aberta, assim como os corredores usados nas cenas dos trasgos no primeiro filme. Fique de olho na porta da passagem oeste, que serviu como a entrada da Torre da Grifinória.

    PARADA 5: ESTAÇÃO DE TREM DE GOATHLAND

    Warner Bros., Ands456 / Getty Images

    Saindo de Gloucester, dirija-se ao norte por algumas horas — a viagem será mais longa hoje, mas há um local perfeito para parar: Hogsmeade. OK, não de verdade, mas a estação Goathland, no nordeste da Inglaterra, foi usada para filmar as cenas no trem de Hogsmeade em "Harry Potter e a Pedra Filosofal". É uma estação minúscula com apenas um trem por dia e não acontece nada na cidade ao lado, mas a visita vale muito a pena. Você pode pegar um café na cafeteria da estação e sonhar que está pegando um trem para Hogwarts.

    PARADA 6: OURHAM

    Billybrant310 / Getty Images, Warner Bros.

    Continue na estrada por mais uma hora e meia e você chegará a Durham, onde encontrará — adivinhou! — outro castelo! Há muitos em todo o Reino Unido, mas, de alguma maneira, todos são diferenciados e especiais. O Castelo de Durham não é exceção, com um claustro arquiteturalmente maravilhoso onde Ron vomitou lesmas após sua varinha defeituosa fazer um feitiço sair pela culatra. O pátio também estava coberto de neve naquela cena de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" na qual Harry deixa Edwiges voar pelo céu enquanto as estações mudam.

    A sala capitular da catedral foi usada como a sala de aula da Professora McGonagall nos dois primeiros filmes, quando ela se transforma em um gato na frente do Ron e do Harry, e quando ela ensina aos alunos sobre a Câmara Secreta. Infelizmente, ela costuma estar fechada para o público a menos que você faça parte de uma excursão organizada.

    PARADA 7: ALNWICK

    Gannet77 / Getty Images, Warner Bros.

    Dirija ao norte por mais uma hora para chegar ao maravilhoso Castelo de Alnwick com seus gramados verdes resplandecentes. Há algumas áreas dentro do terreno que precisam estar na sua lista. Primeiramente, você reconhecerá a ala externa instantaneamente como o local onde Harry e seus colegas calouros tiveram uma aula de voo com a Madame Hooch. A ala interna é o ponto onde Harry e Ron foram jogados para fora do Ford Anglia voador antes de serem atacados pelo Salgueiro Lutador.

    O Arco do Leão foi usado como entrada para Hogwarts na cena em que o trio se dirige à casa de Hagrid para confrontá-lo sobre o Fofo. Cruze os dedos para estar lá em um dia ensolarado, já que o terreno verdejante realmente dá ao castelo seu ~toque de Hogwarts~.

    PARADA 8: EDIMBURGO

    Flickr: JvL / Creative Commons / Via Flickr: -jvl-

    Hoje, cruzamos a fronteira entrando na Escócia. Ela fica a menos de duas horas de Edimburgo, e cada milha da estrada é mais linda que a próxima. Apesar de não haver locais de filmagem em Edimburgo, a cidade conta com vários pontos importantes para os fãs de "Harry Potter".

    Você não pode deixar de visitar The Elephant House, o café onde J.K. Rowling se sentou para escrever alguns dos livros. É um ponto turístico; as paredes do banheiro estão cobertas de mensagens de amor pela série escritas à mão.

    O café Spoon próximo é uma alternativa mais tranquila. O prédio onde fica costumava abrigar o Nicolson's Café, que aparentemente era um dos lugares preferidos de Rowling para sentar e escrever.

    Wikimedia Commons / Via commons.wikimedia.org

    Os cafés não são a única coisa digna do seu tempo em Edimburgo; há muitos outros lugares pela cidade que ajudaram a inspirar a série de livros. O Greyfriars Kirkyard é um cemitério com lápides nas quais supostamente Rowling teria se inspirado para dar nomes aos seus personagens. Se passear pelo local, você poderá encontrar um túmulo pertencente a uma McGonagall ou a um Thomas Riddle.

    O Balmoral é um hotel cinco estrelas onde Rowling terminou de escrever o sétimo livro e no museu literário The Writers' Museum há exposições sobre a série "Harry Potter".

    PARADA 9: GLENCOE

    Shaiith / Getty Images

    Saindo de Edimburgo, é hora de dirigir-se ainda mais ao norte, entrando nas Terras Altas da Escócia. Há alguns locais de filmagem espalhados pela região, mas não deverá levar mais de um dia para visitá-los todos.

    Próximo ao vilarejo de Glencoe, você encontrará um laguinho cercado por margens íngremes recobertas de grama, onde a cabana e a plantação de abóboras do Hagrid foram construídas para "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban". Você pode estacionar no hotel Clachaig Inn e caminhar até o local, que está convenientemente marcado no Google Maps como o "Local onde a cabana do Hagrid foi filmada".

    As encostas ao redor de Glencoe foram o cenário de várias tomadas externas do terceiro filme, incluindo a cena icônica em que a Hermione deu um soco na cara do Malfoy. Também há várias trilhas ótimas aqui caso tenha tempo para caminhar.

    PARADA 10: GLENFINNAN

    Warner Bros., Wikimedia Commons / Via commons.wikimedia.org

    Uma das cenas mais inesquecíveis do primeiro filme certamente é o Expresso de Hogwarts soltando fumaça enquanto percorre a área rural do Reino Unido, levando Harry e cia. para a escola. Lembra daquela ponte gigante que o trem atravessa, cercada por montanhas e vales? Ela é o Viaduto de Glenfinnan, que é igualmente bonito na vida real. Você o encontrará a uma hora de carro de Glencoe.

    Você pode até mesmo pegar o trem que atravessa a ponte, mas tenha em mente que é caro e é necessário fazer a reserva com meses de antecedência. Alternativamente, no vale você poderá ter uma vista excelente do trem atravessando o viaduto. Siga a pista de caminhada da estação de trem de Glenfinnan para o melhor ângulo. Há um ou dois trens por dia durante o verão, mas o horário muda, portanto consulte-o online. Ele atravessará a ponte aproximadamente meia hora após deixar a estação de Fort William.

    PARADA 11: LOCH EILT

    Peter Bond / Creative Commons / Via geograph.org.uk, Warner Bros.

    Saindo da ponte, basta subir a estrada para encontrar o Loch Elit, que serviu como alguns locais dos filmes da série. A parte mais reconhecível é a ilha de Eilean na Moine, na extremidade oeste do lago, pertinho da estrada principal. Este é o local onde o trio encontrou Hagrid jogando pedrinhas no lago após a condenação de Bicuço e onde Harry conversa com Lupin. Ele também foi usado como a ilha onde ficava localizada a tumba de Dumbledore.

    Caso realmente esteja a fim, daqui você poderá viajar para o sul, dirigindo por uma hora até o Loch Shiel, um lindo lago que foi o cenário do voo do hipogrifo de Harry durante "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban", assim como a vista da torre de astronomia no final de "Harry Potter e o Enigma do Príncipe".

    E é isso!

    Warner Bros.

    Daqui, você pode dirigir de volta para Edimburgo ou Glasgow na direção sul, ou continuar ao norte e terminar sua viagem em Inverness. Malfeito feito.

    Este post foi traduzido do inglês.

    Sign Up For The Bring Me! Newsletter!

    The latest travel tips, off-the-beaten-path experiences, and inspiration delivered to your inbox.

    Newsletter signup form

    Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

    Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.